“O Galinheiro Conectado” – Workshop sobre a aplicação de inteligência artificial

IMG_2021

A convite da Câmara Municipal de Estarreja, os alunos do 10.º I do Curso Profissional de Gestão participaram no Workshop sobre a aplicação de inteligência artificial “O Galinheiro Conectado”- atividade que decorreu na Biblioteca Municipal no dia 7 de maio pelas 11horas.
Segundo o autor do Projeto, Luís Miguel Girão , artista e representante da UE, o objetivo deste workshop é “ ensinar a todas as pessoas a criar um galinheiro muito especial! Ele é conduzido pelas suas galinhas, que dessa forma limpam e fertilizam o seu campo, deixando-o preparado para as suas plantações! O Galinheiro Conectado é uma aplicação de inteligência artificial no campo da Internet das Coisas. A análise e a previsão de movimentos das suas galinhas dirigem o galinheiro no seu campo de cultivo. Sendo um produto inovador no campo da permacultura, o Galinheiro Conectado encontra-se num meio termo entre a criação livre de galinhas e a produção industrial. “The Connected Hennery inspira-se também na criação literária de Orwell. Revisitando a ideia de que a arte pode influenciar significativamente a vida, o Galinheiro Conectado, apresenta-se como um modelo transitório para uma outra organização socioeconómica de base tecnológica.”
Como convidados especiais neste evento estiveram presentes o Sr. presidente da Câmara Municipal de Estarreja, Dr. Diamantino Sabina, o representante do Grupo Lusiaves – Renato Miguel Prata dos Santos e da SONAE Marlos Silva que, num debate informal, moderado por Luís Miguel Girão refletiram acerca da Internet das Coisas e as cadeias de produção de alimentos.
Foram lançadas igualmente algumas questões pertinentes: Será que a Inteligência Artificial substituirá grande parte da força de trabalho? Ou será que a Inteligência Artificial gerará novos empregos?
Independentemente da opiniões, o que é certo é a Inteligência Artificial está a ganhar fortes impulsos dentro das empresas e com a ajuda das tecnologias, as empresas e os mercados avançam a um ritmo jamais visto na história da humanidade.
Conforme referiu a Srª Vereadora da Cultura e Turismo da Câmara Municipal de Estarreja, Isabel Simões Pinto, atividades deste género só fazem sentido se a Ciência e Tecnologia tiverem como parceiros as empresas, os órgãos de soberania e os Centros de Educação.
Os alunos do 10º I estão de parabéns pela sua postu

ra de interesse e atenção demonstrados, tendo esta atividade contribuído para o seu enriquecimento pessoal e profissional.

Texto: Prof.ra Paula Cerca
Fotos: De alunos… 

 

ESCOLA SECUNDÁRIA DE ESTARREJA FINALISTA EM CONCURSO INTERNACIONAL

O projeto, NEPTUNO SPEAKER – Boia de salvamento aquático (inteligente), representará a nossa Escola na grande final em Barcelona, “Concurso Desafio Empreende 2019”, dias 8 a 11 de maio. De entre 1232 projetos (submetidos em plataforma: relatórios e vários anexos técnicos), oriundos de diversos países, NEPTUNO SPEAKER está entre as 35 melhores ideias apresentadas a concurso, tendo passado por um processo de seleção baseado na norma da Fundação Europeia para a Ciência, incluída no European Peer Review Guide.

Este projeto foi um desafio aliciante para um grupo de quatro jovens, de grande exigência, praticado numa interação do saber técnico-científico assente numa abordagem exploratória e investigativa, através da metodologia proposta pela “EDU CAIXA” Fundação “la Caixa”, procurando a legitimação de uma tendência de trabalho na ESE, CULTURA MAKER, processo de aprendizagem em STEM (Science, Technology, Engineering and Math). Destaca-se como uma ação fundamental o trabalho desenvolvido em parceria com a ESTGA-UA, a comprovar a afirmação está a equipa de professores/engenheiros, Jorge Melo e Paulo Augusto.

A Câmara Municipal de Estarreja constituiu-se como uma parceira privilegiada do Núcleo de Empreendedorismo do Agrupamento de Escolas de Estarreja, e agradecemos toda a atenção dispensada ao nível da assessoria jurídica no processo de pedido de esclarecimento ao nível de registo de marca e de design no âmbito da execução do projeto. Sob o desígnio do apoio ao empreendedorismo jovem, este Município tem feito a diferença, “ousar e construir para ganhar o futuro”.

Uma boia “inteligente” que vai provocar mudanças no salvamento aquático mundial, trabalhada por um conjunto de 4 alunos do 12.º M, Curso Profissional Técnico de Gestão, Agostinho Silva, Carlos Teixeira (nadador salvador), Inês Cruz e Maria Castillo, sob a orientação de uma equipa de professores, Rosário Santos, Cristina Ribeiro, Paulo Almeida e Nuno Branco, coordenador do projeto.

Com a NEPTUNO SPEAKER “há mar e mar, há ir e voltar”.

Texto: Prof.ra Rosário Santos | Fotos; Dr. Hilário Matos e Maria Almeida

 

57317263_2575134205848881_220661297816010752_n

57045340_2575133852515583_1754743952893804544_o

57034739_2575134405848861_6262241099876663296_o

 

 

Secundária de Estarreja premiada na 15.ª edição – Fundação Ilídio Pinho

15.ª Edição – Prémio Fundação Ilídio Pinho
Escola Secundária de Estarreja mais uma vez em destaque, três projetos em concurso DOIS PRÉMIOS.

Este slideshow necessita de JavaScript.

3.º prémio – 4.º escalão (3.º ciclo) | DIGITAL LOCKER – “Sistema de Reconhecimento Biométrico” – Coordenadora, professora Filipa Vidal;
Menção Honrosa – 5.º escalão (Ensino Secundário) | “JOYBIKE e TRIREK” – A mobilidade como fator de inclusão e instrumento de humanização – Coordenadora, professora Rosário Santos.

Nesta Mostra Nacional, outro projeto esteve a concurso, o Projeto “INTELLIGENT COOLCAR” (5.º escalão), coordenado pelo professor Samuel Pereira e que recebeu rasgados elogios pela originalidade e utilização que virá a ter na indústria automóvel.

Pelo terceiro ano consecutivo, o Agrupamento de Escolas de Estarreja se destaca pela sua dinâmica e ações promotoras da educação para o empreendedorismo, práticas alicerçadas nas interligações do conhecimento científico e inovação tecnológica. Porque o futuro exige um forte sentido de competências empreendedoras e adaptação à mudança, os grupos de trabalho afetos aos projetos, trabalharam com o sentido de apresentar ideias/produtos inovadores, de qualidade, garantindo o reconhecimento e certificação das aptidões técnicas e profissionais dos nossos jovens.
Em destaque estiveram os seguintes alunos:

PROJETO DIGITAL LOCKER: Pedro Manuel Oliveira Matos e Nuno Francisco Tavares da Silva do 11.º F.
PROJETO JOYBIKE e TRIREK : Inês Valente Maia (12.º M ) e Tânia Manuela Baptista Amador 12.º H referente ao ano letivo 2017/2018;
PROJETO INTELLIGENT COOLCAR: Daniel Pinto da Silva e Nelson José Pinho de Oliveira do 12.º G.

Para o Agrupamento de Escolas de Estarreja, este é mais um reconhecimento público, fruto do trabalho entusiástico de docentes, alunos e direção, numa escola que cada vez mais se afirma na região pela qualidade do seu ensino, produzindo projetos singulares, soluções empreendedoras de base científica e inovação tecnológica. Destaca-se como uma ação fundamental o trabalho desenvolvido em parceria com a ESTGA-UA, a comprovar a afirmação está a equipa de professores/investigador, Mário Rodrigues, Jorge Melo e Paulo Augusto.

Para além das individualidades, Presidente da Fundação Ilídio Pinho, Ministro da Educação e Ciência, Delegada Regional de Educação do Centro, de vários ex-ministros e da entusiástica visita do primeiro-ministro, tivemos ainda a presença marcante do nosso Diretor, Dr. Jorge Ventura.

Nesta ESCOLA, SONHAR não é proibido… e a ambição é a porta do SUCESSO para todos os seus alunos!
_______________________________________
A professora Rosário Santos, enquanto coordenadora do Núcleo de Empreendedorismo, agradece à Câmara Municipal de Estarreja, aos colegas Samuel Pereira, Nuno Branco e João Joana os contributos e colaboração prestada na concretização dos três projetos. 
Agradece reconhecidamente todo o suporte prestado pela ESTGA-UA, DGEsTE/Direção de Serviços da Região do Centro, Direção do Agrupamento de Escolas de Estarreja e Serviços Administrativos da ESE.
Bem hajam!
__________________________ 
Mais fotos em:https://www.fundacaoip.pt/…/15a-edicao-ciencia-na-escola-d…/

ESTGA-UA | Dia Aberto com a presença dos alunos do Curso de Gestão da Escola Secundária de Estarreja

DIA ABERTO da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda (ESTGA-UA), aconteceu a 28 de fevereiro de 2018.
Os alunos do 12.ºH da Escola Secundária de Estarreja, Curso Profissional Técnico de Gestão, participaram ativamente nas atividades propostas pela entidade universitária.

Energia solar de próxima geração – Painéis solares orgânicos

estacionamento_energia_solar_carport_sunew_aes

“Estacionar o carro já é uma dor de cabeça para muitos. Imagine acrescentar a isso a necessidade de carregar esse veículo por um tempo considerável, já que ele é movido a energia elétrica. Pensando nisso, a CSEM Brasil, em parceria com a multinacional de energia AES, desenvolveu uma solução prática e extremamente sustentável: o projeto Carport. A ideia é que o produto seja facilmente integrável às cidades, utilizando energia solar de baixo custo e com a menor pegada de carbono possível.

Estima-se que, em 2025, os automóveis elétricos representem 15% do mercado mundial – dado três vezes maior do que as previsões de crescimento anteriores. O salto seria grande: hoje os carros elétricos são apenas 0,86% do mercado. No entanto, essa tendência vai na onda de uma necessidade: não há outro futuro possível, a não ser o sustentável.”

“Estacionamentos solares já existem hoje (veja aqui), mas com a tecnologia dos painéis tradicionais. Agora, a inovação dos painéis solares orgânicos (OPV – Organic Photovoltaic), desenvolvidos pelo CSEM Brasil e levados ao mercado pela spin-off Sunew, trazem mais praticidade, menor custo e mais possibilidades de design. Como as tecnologias tradicionais possuem um material muito pesado – cerca de 20kg por m² – a estrutura de um estacionamento com painéis tradicionais precisa ser muito mais robusta, aumentando os custos de produção, e instalação e dificultando sua popularização.

Já o OPV pesa apenas 400g/m², além de ser flexível e transparente, abrindo espaço para um design futurista e atrativo. Tudo isso com uma produção que utiliza materiais orgânicos a baixas temperaturas, o que caracteriza os painéis de OPV como a energia solar com menor impacto ambiental existente.”

“Um Carport vai gerar energia com muito mais facilidade de instalação. Nosso target é um estacionamento futurístico, barato e prático – que você poderia comprar, por exemplo, na Leroy Merlin, levar para a casa e instalar onde desejasse”, esclarece Vilaça.

Fonte: Ciclo Vivo
 

Moradia que gera a sua própria energia

Uma incrível residência que funciona a partir de fontes renováveis!

Veja o vídeo clicando na imagem.

Imagem1

15.ª Edição do Prémio Fundação Ilídio Pinho “Ciência na Escola” | Agrup. de Escolas de Estarreja com 4 projetos na FASE DE DESENVOLVIMENTO

15 - Edição Ilídio Pinho

Pelo terceiro ano consecutivo, o Agrupamento de Escolas de Estarreja se destaca pela sua dinâmica e ações promotoras da educação para o empreendedorismo, práticas alicerçadas nas interligações do conhecimento científico e inovação tecnológica. 

Quatro projetos foram considerados de mérito e passaram à fase de desenvolvimento, no âmbito da 15.ª Edição do Prémio Fundação Ilídio Pinho “Ciência na Escola” – 2017/2018, em parceria com o Ministério da Educação e o Ministério da Economia, subordinados ao tema “A Ciência na Escola ao Serviço do Desenvolvimento e da Humanização”:

2.º Escalão

  • Título: “A jogar também se aprende!”
  • Coordenadora: Catarina de Ascensão Nascimento Rodrigues

4.º Escalão

  • Título: DIGITAL LOCKER – “Sistema de Reconhecimento Biométrico”
  • Coordenadora: Filipa Maria do Nascimento Inocêncio Vidal

5.º Escalão

  • Título: “INTELLIGENT COOLCAR” – A aposta na humanização ecossustentável
  • Coordenador: José Samuel Ramos Pereira

 

  • Título: “JOYBIKE e TRIREK” – A mobilidade como fator de inclusão e instrumento de humanização
  • Coordenadora: Maria do Rosário Cruzeiro Marques dos Santos

MENÇÃO HONROSA para ESCOLA SECUNDÁRIA DE ESTARREJA – Prémio Fundação Ilídio Pinho – Ciência na Escola, 14.ª Edição

Escola Secundária de Estarreja volta a receber mais um prémio!

IMG_3262

No dia 30 de junho, no Convento São Francisco, Coimbra, o Projeto “COLTEC – Colete Tecnológico “Wearable Technology” ao serviço da Segurança Rodoviária” conquistou mais um prémio, recebendo uma Menção Honrosa no valor de 3000€ da Fundação Ilídio Pinho – Ciência na Escola, 14.ª Edição, “A Ciência e a Tecnologia ao serviço de um mundo melhor”.

A entrega dos prémios às escolas com projetos distinguidos foi feita em cerimónia pública contando com a presença do Ministro de Educação e Ciência, Dr. Tiago Brandão Rodrigues, do Presidente da Fundação Ilídio Pinho, Eng.ro Ilídio Pinho e do Presidente da República, Dr. Marcelo Rebelo de Sousa.

Tivemos a presença marcante e entusiástica do nosso Diretor, Dr. Jorge Ventura, as visitas muito especiais e que nos sensibilizaram, Reitor da Universidade de Aveiro, Dr.Manuel Assunção, Secretário Executivo da CIRA, Dr. José Eduardo de Matos, Vereador da Cultura e da Educação da Câmara Municipal de Estarreja, Dr. João Alegria, Vereadora da Cultura e da Educação da Câmara de Albergaria-a-Velha, Dr.ª Catarina Rosa Mendes, da ESTGA-UA, o Prof. Dr.Mario Rodrigues, Eng. Paulo e Jorge Melo e muitas outras individualidades da Fundação Ilídio Pinho, governo e x-ministros.

Este projeto foi um desafio aliciante, de grande exigência, praticado numa interação do saber técnico-científico assente num problema multidimensional “elevada percentagem de acidentes rodoviários entre ciclistas e peões”, que requereu uma observação abrangente das determinantes, das consequências e das soluções, bem como exigiu medições e comparações de variáveis em estudo. O colete integra nas costas um ecrã de leds (permitindo remoção/lavagem) para a passagem de sinais rodoviários e texto (Peregrino; Trabalhos; Treino; Perigo). As nossas alunas, Andreia FilipaBeatriz RodriguesGisela Aguiar e Soraia Santos, sonharam e ousaram pôr em prática uma ideia inovadora, no âmbito da “Wearable Tecnology”, planeando e concretizando um protótipo, com os seus parceiros privilegiados, ESTGA-UA e a empresa Aveicellular, Lda. uma solução com boa relação custo-benefício, projetada para permitir reduzir a sinistralidade rodoviária.

“…sempre que um homem sonha, o mundo pula e avança!” 
(António Gedeão)

DSCN5925

 

 

DSCN6053

 

Workshop – “Soft Skills Training

unnamed

No passado dia 27 de março na Escola Secundária de Estarreja, realizou-se o Workshop, “Soft Skills Training”, alicerçado na aquisição de competências pessoais, onde estiveram presentes duas turmas do Ensino Profissional, 12.º H – Técnico de Gestão e 12.º M – Técnico de Marketing.

Esta iniciativa, promovida pela ESTGA-UA (Escola Superior e Tecnologia de Águeda, polo da Universidade de Aveiro) em ligação com o Núcleo de Empreendedorismo do Agrupamento, contou com a intervenção de dois oradores, a Dr.ª Sónia Estrela e Dr. Humberto Ribeiro, formadores de excelente qualidade, que nas suas áreas de especialidade permitiram-se preparar os alunos para cumprir o seu potencial no mundo do trabalho, promovendo a interação pessoal e a valorização das relações. Todos os jovens participantes foram desafiados a atuar numa nova visão de superação individual, através de uma apresentação pessoal/profissional em 2 minutos (Marketing Pessoal), tendo sido testada a capacidade de autopromoção de cada aluno.

Seguem-se mais dois Workshops, uma para alunos do Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos, “Tecnologia no futuro”, e outra para a turma do 12.º Ano do Técnico de Produção em Metalomecânica (tema a definir).

 

CONCURSO DE IDEIAS INOVADORAS DE NEGÓCIO 2017 – Estarreja

16195438_1776723275981396_732365084310498669_n

CONCURSO DE IDEIAS INOVADORAS DE NEGÓCIO 2017
– V Seminário de Empreendedorismo Jovem de Estarreja –
Diário de Aveiro | 28 JAN

O primeiro lugar foi conquistado com o projeto “COLTEC o Colete Tecnológico – Wearable Technology ao serviço da segurança rodoviária” defendido pelas alunas Andreia Mané, Beatriz Rodrigues e Soraia Santos do 12.º Ano do Curso Profissional Técnico de Gestão, da Escola Secundária de Estarreja (Sede de Agrupamento).

Empreendedorismo na Escola Secundária de Estarreja (Sede de Agrupamento) – 2016/2017

captrrrrurar

O Programa de Empreendedorismo na Escola é uma iniciativa, promovida pela Câmara Municipal de Estarreja em parceria com o Agrupamento de Escolas de Estarreja, através do seu Núcleo de Empreendedorismo com o objetivo estratégico de promover o empreendedorismo nas escolas do município. A Educação para o Empreendedorismo é transversal a todas as disciplinas, assumindo-se um compromisso no sentido de estimular nos nossos alunos as competências transversais, criativas e inovadoras.

ACADENIA – PARRA ALUNOS DO 10.º E 11.º ANOS

Data limite para inscrição: 12/12/2016

Link p/inscrição: http://bit.ly/ACADEMIAESTARREJA

Local/data: Laboratório de Empreendedorismo Jovem (Ciclo Criativo) onde funciona a Universidade Sénior, durante os dias 21 e 22 de dezembro.

Temas: Dinâmicas de Grupo; Objetivos Desenvolvimento Sustentável; Proposta de Valor; O Pitch; StoryBoard.

Nota: Possibilidade dos alunos poderem participar em atividade gratuitas no Município de Vagos a 19 e 20 dezembro, com a seguinte metodologia: Dinâmicas de Grupo; Objetivos Desenvolvimento Sustentável; Proposta de Valor; O Pitch; StoryBoard. (A CME garante transporte para o Município de Vagos)

BOOTCAMP – PARA ALUNOS DO 12.º ANO (C/ POSSIBILIDADE DE HAVER 1 ALUNO DO 11.º  ANO NOS GRUPOS DE 3 ELEMENTOS).

Link p/inscrição: http://bit.ly/BOOTCAMPESTARREJA

Datas do Bootcamp: 24 a 26 de  janeiro de 2017 distribuídas da seguinte forma:

  • Hotel Tulip Inn  durante os dias 24 e 25 de janeiro (dormida e refeições, …) com a seguinte metodologia de trabalho: Business Model Canvas, Pitch, Proposta de Valor, etc.

Nota: Os projetos (ideias) devem enquadrar-se num ou mais dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável definidos pela ONU.

  • Laboratório de Empreendedorismo Jovem – Ciclo Criativo no dia 26 de janeiro com dinâmicas de Grupo e Workshops para o desenvolvimento de Soft Skills.

CONCURSO DE IDEIAS PARA OS PARTICIPANTES NO BOOTCAMP.

Data/local: Manhã do dia 27 janeiro 2017 no Cineteatro de Estarreja com entrega de prémios e certificados de participação.

 

Português vence prémio com alternativa às lombas rodoviárias

naom_58488c461ee8d

Chama-se Francisco Duarte e, além de aluno da Universidade de Coimbra, é também o autor da inovação vencedora que poderá vir a substituir as Lombas Redutoras de Velocidade (LRS) no futuro.

Foi ele quem idealizou o Venex – Vehicle Energy Effecient Extractor. Trata-se de uma espécie de ‘tapete’ que se estende ao longo de 40 metros e que, durante esse percurso, consegue desacelerar os automóveis sem que isso traga danos tanto ao veículo como ao condutor.

O Venex serve-se da extração da energia cinética do automóvel para fazer com que a velocidade seja reduzida e valeu a Francisco, aluno de doutoramento em Sistemas de Transportes, a vitória da 1.ª edição do Prémio Inovação em Segurança Rodoviária, promovido pelo Automóvel Clube de Portugal (ACP) e a BP Portugal.

Uma vez que a atuação do Venex em nada depende do condutor, este sistema poderá ser replicado em zonas onde a redução da velocidade é obrigatória, ou seja, em rotundas, passadeiras, zonas habitacionais, escolas ou hospitais, o que irá garantir uma maior segurança na estrada para todos.

Crowdfunding – “Sabor a Agrião” a favor da CERCIESTA

Terminou, hoje, a angariação de fundos a favor da CERCIESTA.
O projeto “Sabor a Agrião” excedeu as expetativas!

– Objectivo: 3500 EUR – Angariado: 4107 EUR

Há valores que dificilmente podem ser transmitidos pela palavra. A solidariedade, de forma a ser entendida e interiorizada, tem necessariamente que ser vivida. Este foi um projeto de intervenção social idealizado e promovido no seio da Escola Secundária de Estarreja. São os nossos jovens, atores de projetos, que fazem da sua Escola um espaço diferente, local de oportunidades para o desenvolvimento de competências empreendedoras, contribuindo claramente para a construção de uma escola mais participativa e de QUALIDADE.
Mais uma vez, o nosso muito obrigado a todos aqueles que não ficando pelas palavras, ajudaram a realizar um gesto de amor pelos outros!

13880144_1671326313187760_8695931257064778688_n

Dispositivo contra roubo de motociclos

large_trackr-696x366

Em Portugal o roubo de motociclos aumentou mais de 20% no último ano. A tecnologia avança para nos ajudar e para dificultar a vida dos ladrões.

O Trackr, é um pequeno e discreto dispositivo do tamanho de uma moeda que está revolucionando o mercado. Em menos de cinco minutos pode colocá-lo a funcionar. Simplesmente esconda o Trackr no seu motociclo e descarregue o aplicativo gratuito, que lhe permitirá  localizá-lo a qualquer momento. Do seu telemóvel poderá ver a localização do motociclo, em caso de roubo, basta selecionar “localize o dispositivo” e receberá as coordenadas do local onde ele se encontra.

Fonte:  http://www.nova-tech-tv.com

A ESCOLA SECUNDÁRIA DE ESTARREJA é finalista, Prémio Fundação Ilídio Pinho Ciência na Escola, 13.ª Edição

 

13413720_1641451806175211_5703400314751046027_nNo âmbito da 13.ª edição do Concurso Ciência na Escola da Fundação Ilídio Pinho e dos Ministérios da Educação e Economia, subordinada, este ano, ao tema “A ciência e a tecnologia ao serviço de um mundo melhor”, o projeto “KIT AMBIENTAL – EKOTREE”  representará a nossa Escola na MOSTRA NACIONAL, Lisboa.
Confira aqui os selecionados:
http://www.dgeste.mec.pt/…/resultados/FIP_Resultados_100.pdf

13413102_1641658639487861_2101484846021073103_n

13450899_1641450919508633_3905311026461681190_n

Piriscas de cigarro para produzir tijolos sustentáveis

Pesquisador australiano usa bitucas de cigarro para produzir tijolos sustentáveis

A opção reduz os custos da produção, elimina um poluente e, ao mesmo tempo, melhora a qualidade do produto final.

O pesquisador Dr. Abbas Mohajerani, da Universidade RMIT, na Austrália, encontrou uma solução para as piriscas de cigarro: transformá-las em matéria-prima para a fabricação de tijolos. Segundo ele, esta pode ser a solução para compensar completamente a produção de resíduos do cigarro no mundo.

Anualmente milhões de piriscas são descartadas nas ruas. Este lixo, altamente tóxico, leva anos para se degradar e ainda polui o solo e os recursos hídricos com elementos como: arsénio, cromo, níquel e cádmio. Essas características, aliadas à enorme quantidade, tornam as piriscas grandes vilãs do meio ambiente.

Há anos o Dr. Mojaherani sonhava com uma solução para este problema. Agora ele parece ter encontrado. De acordo com o pesquisador, é possível usar o resíduo dos cigarros junto à argila na fabricação de tijolos. A opção reduz os custos da produção, elimina um poluente e, ao mesmo tempo, melhora a qualidade do produto final.

Os testes realizados pela equipe do Dr. Mojaherani identificaram que substituindo apenas 1% da matéria-prima do tijolo pelas piriscas em somente 2,5% da produção mundial do material é possível compensar completamente a produção anual de cigarro em todo o mundo.

A mistura ainda garante outros benefícios. Os cientistas perceberam que os tijolos que mesclam a argila com as piriscas são mais leves, têm melhores propriedades de isolamento térmico e levam menos tempo para serem queimados durante o processo de fabricação, economizando até 58% de energia nesta etapa.

A aparência é exatamente igual à dos tijolos tradicionais e o pesquisador garante que ele não oferece nenhum risco à saúde, já que durante a queima, os poluentes ficam presos aos tijolos e dali não saem nunca mais.

“A incorporação de piriscas em tijolos pode, efetivamente, resolver um dos problemas globais de lixo”, acredita o Dr. Mohajerani. 

Fonte: Ciclo Vivo

CERCIESTA – Entrega e donativos

aaaa

Uma sentida cerimónia de entrega de donativos à CERCIETA, na pessoa da Dr.ª Maria de Lurdes Breu (presidente da instituição), integrada na comemoração do Dia de Voluntariado (2.ª parte), aconteceu no dia 11 de maio no auditório da Escola Secundária de Estarreja (Sede de Agrupamento).
Roupas e bens alimentares recolhidos pelos alunos da turma 11.º H e M (Gestão e Marketing), no âmbito do projeto “Make it Possible” ( Ação dinamizade pela colega Glória Silva).
Entrega de cheque, pelo Diretor do Agrupamento de Escolas de Estarreja, Dr. Jorge Ventura, no valor de 605,00€, no âmbito de um mini negócio, “Tasquinha Gestão & Gestão Lda.”, levado a cabo na IX Feira da Juventude, Formação e Proteção Civil, desenvolvido pelo grupo 430 (Economia e Contabilidade) numa dinâmica ativa de “learning by doing” com a participação das três turmas do C. Prof. Técnico de Gestão (10.º H, 11.º H e 12.º H) e uma turma do C. Prof. Técnico de Marketing (11.º M).

Faço notar, que a comemoração do Dia do Voluntariado na Escola foi especial, pois permitiu mostrar várias ações de voluntariado e de solidariedade protagonizadas pelos nossos alunos envolvidos em projetos de grande dimensão e projeção, o “Make it Possible (sob a coordenação das colegas, Glória Silva, Lúcia Rebelo, Lucinda Silva e Deolinda Tavares) e “Educação em Empreendedorismo” afeto ao Núcleo/Clube de Empreendedorismo da ESE. Testemunhos da vivência de voluntariado impressionaram e empolgaram a plateia.

13240135_1623639487956443_7147970477708318379_n

13238878_1623639374623121_202720977468778750_n

13102658_1623639247956467_5941429502679421956_n

Ser empreendedor…

“O Homem que vai mais longe é geralmente aquele que está disposto a fazer e a ousar.” (Dale Carnegie)
… e a correr riscos!12993346_1606284589691933_7195498037395421327_n

IX Feira da Juventude, Formação e Proteção Civil – Escola Secundária de Estarreja

12932588_1603518139968578_6600396871071608630_n

A metodologia ativa de “learning by doing” esteve bem patente nesta feira com as turmas do 10.ºH, 11.º H e 12.º H do Curso Profissional Técnico de Gestão da ESE a dinamizarem um mini-negócio TASQUINHA, Gestão & Gestão, Lda., com o intuito de angariação de fundos para a CERCIESTA.
Através deste tipo de projetos proporcionamos aos alunos o fortalecimento das suas competências e atitudes de liderança ao nível da organização, negociação, motivação, entre outras.
Gostaria de salientar, que a turma do 11.º M do Curso Profissional Técnico de Marketing deu uma ajuda considerada fundamental para o sucesso deste negócio.

IV Seminário Empreendedorismo Jovem – Estarreja

12524056_1684678255103756_4811963029193328379_n

Concurso de Ideias Jovem Empreendedor Estarreja – 29 de janeiro Cineteatro de Estarreja 

A ousadia faz a diferença, quando se trata de soltar as amarras e içar velas abrindo novos caminhos, colocando a imaginação e a criatividade ao serviço de um futuro promissor. Vinte e três jovens da Escola Secundária de Estarreja cortaram as amarras e fizeram acontecer, ousaram ser empreendedores, sonharam e desejaram conquistar o júri e uma efusiva plateia de jovens, empresários, professores e encarregados de educação. Conceitos de negócio originais, inovadores e exequíveis, suscetíveis de dar origem a novos produtos, processos ou sistemas foram apresentados.  

O primeiro lugar recaiu no projeto “Viver com dignidade – Crowdfunding SMOBILIZE”, defendido por dois alunos do 12.º ano, o Tiago Ferreira e a Natália Silva,  baseado no reconhecimento da importância da economia social que pode e deve, tirar partido de microprojetos de financiamento coletivo de solidariedade social. O mote dado foi ajudar a CERCIESTA a satisfazer a necessidade de financiamento para aquisição de um fogão industrial que possa alavancar esta instituição na criação de um mininegócio na área alimentar. A campanha será levada a cabo através da plataforma PPL Portugal.

Com pequenos passos se faz o caminho, este Seminário é bem o exemplo de um novo tipo de abordagem inovadora, promotora da educação para o empreendedorismo, cujo incentivo é o estímulo que faz despertar nos nossos jovens a sua motivação para aprender, agir para conquistar a sua independência, traçar o próprio destino na construção de um futuro mais auspicioso. O sucesso desta iniciativa contribuiu para tornar a Escola como uma referência na pedagogia empreendedora.

Premiados:

1.º lugar (Social) – “Viver com Dignidade – Crowdfunding SMOBILIZE”  – [ 500,0€ ]

–       Natália José Tavares da Silva – 12.º H/ C. Prof. Técnico de Gestão

–       Tiago André Valente Ferreira –  12.º H/ C. Prof. Técnico de Gestão

 

2.º Lugar (Negócio) – “BicycleProtected”  – [ 250,0€ ]

–       Fábio Daniel Pereira Rodrigues – 12.º J/C. Prof. Técnico de Marketing

–       Pedro Miguel da Costa Valente Couras  – 12.º J/C. Prof. Técnico de Marketing

 

3.º lugar (Criatividade) – “HealthCookies “  –  [ 100,0€ ]

–       Carina Rodrigues – 12.º J/C. Prof. Técnico de Marketing

–       Ana Andrade – 12.º J/C. Prof. Técnico de Marketing

 

Menção Honrosa (Criatividade) – “KIT Ambiental – EKOTREE”

–       Katherine Fátima Franco Ferreira – 12.º H/ C. Prof. Técnico de Gestão

–       Pedro Filipe Santos Valente – 11.º I/ C. Prof. Técnico Programação Informática

–       David Carlos da Silva Ferreira  – 12.º G/ C. Prof. Técnico de Prod. Metalomecânica

12573230_1563611177292608_877746130685740858_n

 12645082_1249760975039512_6447793388703995501_n

Portuguesa influencia ciência mundial

Isabel-Ferreira-cientista1-531x350

“Isabel Ferreira é uma das cientistas mais citadas no mundo e está a dar cartas na investigação agroalimentar. É portuguesa e faz investigação a partir de Bragança.

Há uma lista com seis cientistas portugueses na Highly Cited Researchers 2015, divulgada pela Thomson Reuters, onde constam os 3126 cientistas que estão a influenciar a ciência a nível mundial, e nela consta o nome de seis cientistas portugueses, um dos quais é Isabel Ferreira, docente e investigadora do Centro de Investigação de Montanha do Instituto Politécnico de Bragança. A cientista está a dar cartas na área da química alimentar e na descoberta de novas moléculas nos cogumelos e nas plantas da região de Bragança, de onde é natural, para criar conservantes e corantes naturais.”

Continuar a ler

Rastreador GPS escondido na bicicleta para evitar roubos

Spybike-Gps-Tracker-Stem-570x375

Nada como prevenir!

A empresa Spybike lançou um equipamento que é um pequeno aparelho de GPS que fica escondido na bicicleta e ajuda a encontrar bicicletas roubadas. O pequeno aparelho de GPS funciona com um SIM card e fica instalado na caixa de direção da bicicleta. O aparelho possui um sensor de movimento que percebe movimentos bruscos e regista o posicionamento da bicicleta a cada 20 segundos. O aparelho é ligado através de uma pequena chave que é colocada na tampa da caixa de direção. Um luz azul pisca e indica que o aparelho está ligado. Para economizar bateria (recarregável) ele entra em modo de descanso. Existe ligação/comunicação através do telemóvel e do computador.

IDEIAS INOVADORAS – Alcoho-lock primeiro cadeado alcoolímetro do mundo

alcoholock

O Alcoho-lock apresenta-se como o “primeiro cadeado alcoolímetro do mundo” e só abre se a taxa de álcool no sangue estiver nos valores permitidos. 

O Alcoho-lock só se liberta da bicicleta com o sopro do ciclista condutor. Se o “teste do balão”, sincronizado com uma aplicação no “smartphone” por Bluetooth, registar uma taxa de alcoolemia acima da permitida, o cadeado não abre e a pessoa que o condutor escolher é imediatamente avisada.

Lentes de contato da Google carregadas com energia solar

20151021174411_660_420

“O Google registou uma nova patente que pode significar que no futuro as lentes de contacto terão mais funções para além de corrigir a visão. As lentes de contacto inteligentes da empresa serão carregadas com energia solar e vão transmitir informações biológicas do utilizador.

De acordo com a nova patente, a lente terá sensores que captam também outras informações biológicas, como a temperatura corporal e o nível de álcool no sangue, além de captar dados sobre o ambiente  em que a pessoa se encontra e a presença de substâncias que podem dar alergia como  pólen ou pelos de animais.

As lentes de contacto serão capazes de serem carregadas com luzes fortes graças a sensores fotodetetores e células solares presentes nelas. Além disso, elas terão a habilidade de se comunicar com smartphones e computadores.

O Google ainda sugere na patente que essas lentes podem ser capazes de ler informações em códigos de barras e ser usadas para verificar a identidade da pessoa, por meio de uma análise de retina.”

Fonte: Olhar Digital

Imagem1

IDEIA INOVADORA – Guarda-chuva que abre ao contrário!

UM GUARDA-CHUVA QUE ABRE AO CONTRÁRIO!

Como ninguém tinha pensado nisso antes?

kazbrella1

Este guarda-chuva, “KasBrella”, tem como objetivo evitar que as pessoas se molhem, por exemplo, quando entram em casa ou no carro…

Garantidamente um sucesso em vendas!

(Clique na imagem e aceda ao vídeo)

Guarda chuva