“O Galinheiro Conectado” – Workshop sobre a aplicação de inteligência artificial

IMG_2021

A convite da Câmara Municipal de Estarreja, os alunos do 10.º I do Curso Profissional de Gestão participaram no Workshop sobre a aplicação de inteligência artificial “O Galinheiro Conectado”- atividade que decorreu na Biblioteca Municipal no dia 7 de maio pelas 11horas.
Segundo o autor do Projeto, Luís Miguel Girão , artista e representante da UE, o objetivo deste workshop é “ ensinar a todas as pessoas a criar um galinheiro muito especial! Ele é conduzido pelas suas galinhas, que dessa forma limpam e fertilizam o seu campo, deixando-o preparado para as suas plantações! O Galinheiro Conectado é uma aplicação de inteligência artificial no campo da Internet das Coisas. A análise e a previsão de movimentos das suas galinhas dirigem o galinheiro no seu campo de cultivo. Sendo um produto inovador no campo da permacultura, o Galinheiro Conectado encontra-se num meio termo entre a criação livre de galinhas e a produção industrial. “The Connected Hennery inspira-se também na criação literária de Orwell. Revisitando a ideia de que a arte pode influenciar significativamente a vida, o Galinheiro Conectado, apresenta-se como um modelo transitório para uma outra organização socioeconómica de base tecnológica.”
Como convidados especiais neste evento estiveram presentes o Sr. presidente da Câmara Municipal de Estarreja, Dr. Diamantino Sabina, o representante do Grupo Lusiaves – Renato Miguel Prata dos Santos e da SONAE Marlos Silva que, num debate informal, moderado por Luís Miguel Girão refletiram acerca da Internet das Coisas e as cadeias de produção de alimentos.
Foram lançadas igualmente algumas questões pertinentes: Será que a Inteligência Artificial substituirá grande parte da força de trabalho? Ou será que a Inteligência Artificial gerará novos empregos?
Independentemente da opiniões, o que é certo é a Inteligência Artificial está a ganhar fortes impulsos dentro das empresas e com a ajuda das tecnologias, as empresas e os mercados avançam a um ritmo jamais visto na história da humanidade.
Conforme referiu a Srª Vereadora da Cultura e Turismo da Câmara Municipal de Estarreja, Isabel Simões Pinto, atividades deste género só fazem sentido se a Ciência e Tecnologia tiverem como parceiros as empresas, os órgãos de soberania e os Centros de Educação.
Os alunos do 10º I estão de parabéns pela sua postu

ra de interesse e atenção demonstrados, tendo esta atividade contribuído para o seu enriquecimento pessoal e profissional.

Texto: Prof.ra Paula Cerca
Fotos: De alunos… 

 

Anúncios

ESCOLA SECUNDÁRIA DE ESTARREJA FINALISTA EM CONCURSO INTERNACIONAL

O projeto, NEPTUNO SPEAKER – Boia de salvamento aquático (inteligente), representará a nossa Escola na grande final em Barcelona, “Concurso Desafio Empreende 2019”, dias 8 a 11 de maio. De entre 1232 projetos (submetidos em plataforma: relatórios e vários anexos técnicos), oriundos de diversos países, NEPTUNO SPEAKER está entre as 35 melhores ideias apresentadas a concurso, tendo passado por um processo de seleção baseado na norma da Fundação Europeia para a Ciência, incluída no European Peer Review Guide.

Este projeto foi um desafio aliciante para um grupo de quatro jovens, de grande exigência, praticado numa interação do saber técnico-científico assente numa abordagem exploratória e investigativa, através da metodologia proposta pela “EDU CAIXA” Fundação “la Caixa”, procurando a legitimação de uma tendência de trabalho na ESE, CULTURA MAKER, processo de aprendizagem em STEM (Science, Technology, Engineering and Math). Destaca-se como uma ação fundamental o trabalho desenvolvido em parceria com a ESTGA-UA, a comprovar a afirmação está a equipa de professores/engenheiros, Jorge Melo e Paulo Augusto.

A Câmara Municipal de Estarreja constituiu-se como uma parceira privilegiada do Núcleo de Empreendedorismo do Agrupamento de Escolas de Estarreja, e agradecemos toda a atenção dispensada ao nível da assessoria jurídica no processo de pedido de esclarecimento ao nível de registo de marca e de design no âmbito da execução do projeto. Sob o desígnio do apoio ao empreendedorismo jovem, este Município tem feito a diferença, “ousar e construir para ganhar o futuro”.

Uma boia “inteligente” que vai provocar mudanças no salvamento aquático mundial, trabalhada por um conjunto de 4 alunos do 12.º M, Curso Profissional Técnico de Gestão, Agostinho Silva, Carlos Teixeira (nadador salvador), Inês Cruz e Maria Castillo, sob a orientação de uma equipa de professores, Rosário Santos, Cristina Ribeiro, Paulo Almeida e Nuno Branco, coordenador do projeto.

Com a NEPTUNO SPEAKER “há mar e mar, há ir e voltar”.

Texto: Prof.ra Rosário Santos | Fotos; Dr. Hilário Matos e Maria Almeida

 

57317263_2575134205848881_220661297816010752_n

57045340_2575133852515583_1754743952893804544_o

57034739_2575134405848861_6262241099876663296_o

 

 

Secundária de Estarreja premiada na 15.ª edição – Fundação Ilídio Pinho

15.ª Edição – Prémio Fundação Ilídio Pinho
Escola Secundária de Estarreja mais uma vez em destaque, três projetos em concurso DOIS PRÉMIOS.

Este slideshow necessita de JavaScript.

3.º prémio – 4.º escalão (3.º ciclo) | DIGITAL LOCKER – “Sistema de Reconhecimento Biométrico” – Coordenadora, professora Filipa Vidal;
Menção Honrosa – 5.º escalão (Ensino Secundário) | “JOYBIKE e TRIREK” – A mobilidade como fator de inclusão e instrumento de humanização – Coordenadora, professora Rosário Santos.

Nesta Mostra Nacional, outro projeto esteve a concurso, o Projeto “INTELLIGENT COOLCAR” (5.º escalão), coordenado pelo professor Samuel Pereira e que recebeu rasgados elogios pela originalidade e utilização que virá a ter na indústria automóvel.

Pelo terceiro ano consecutivo, o Agrupamento de Escolas de Estarreja se destaca pela sua dinâmica e ações promotoras da educação para o empreendedorismo, práticas alicerçadas nas interligações do conhecimento científico e inovação tecnológica. Porque o futuro exige um forte sentido de competências empreendedoras e adaptação à mudança, os grupos de trabalho afetos aos projetos, trabalharam com o sentido de apresentar ideias/produtos inovadores, de qualidade, garantindo o reconhecimento e certificação das aptidões técnicas e profissionais dos nossos jovens.
Em destaque estiveram os seguintes alunos:

PROJETO DIGITAL LOCKER: Pedro Manuel Oliveira Matos e Nuno Francisco Tavares da Silva do 11.º F.
PROJETO JOYBIKE e TRIREK : Inês Valente Maia (12.º M ) e Tânia Manuela Baptista Amador 12.º H referente ao ano letivo 2017/2018;
PROJETO INTELLIGENT COOLCAR: Daniel Pinto da Silva e Nelson José Pinho de Oliveira do 12.º G.

Para o Agrupamento de Escolas de Estarreja, este é mais um reconhecimento público, fruto do trabalho entusiástico de docentes, alunos e direção, numa escola que cada vez mais se afirma na região pela qualidade do seu ensino, produzindo projetos singulares, soluções empreendedoras de base científica e inovação tecnológica. Destaca-se como uma ação fundamental o trabalho desenvolvido em parceria com a ESTGA-UA, a comprovar a afirmação está a equipa de professores/investigador, Mário Rodrigues, Jorge Melo e Paulo Augusto.

Para além das individualidades, Presidente da Fundação Ilídio Pinho, Ministro da Educação e Ciência, Delegada Regional de Educação do Centro, de vários ex-ministros e da entusiástica visita do primeiro-ministro, tivemos ainda a presença marcante do nosso Diretor, Dr. Jorge Ventura.

Nesta ESCOLA, SONHAR não é proibido… e a ambição é a porta do SUCESSO para todos os seus alunos!
_______________________________________
A professora Rosário Santos, enquanto coordenadora do Núcleo de Empreendedorismo, agradece à Câmara Municipal de Estarreja, aos colegas Samuel Pereira, Nuno Branco e João Joana os contributos e colaboração prestada na concretização dos três projetos. 
Agradece reconhecidamente todo o suporte prestado pela ESTGA-UA, DGEsTE/Direção de Serviços da Região do Centro, Direção do Agrupamento de Escolas de Estarreja e Serviços Administrativos da ESE.
Bem hajam!
__________________________ 
Mais fotos em:https://www.fundacaoip.pt/…/15a-edicao-ciencia-na-escola-d…/

ESTGA-UA | Dia Aberto com a presença dos alunos do Curso de Gestão da Escola Secundária de Estarreja

DIA ABERTO da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda (ESTGA-UA), aconteceu a 28 de fevereiro de 2018.
Os alunos do 12.ºH da Escola Secundária de Estarreja, Curso Profissional Técnico de Gestão, participaram ativamente nas atividades propostas pela entidade universitária.

Energia solar de próxima geração – Painéis solares orgânicos

estacionamento_energia_solar_carport_sunew_aes

“Estacionar o carro já é uma dor de cabeça para muitos. Imagine acrescentar a isso a necessidade de carregar esse veículo por um tempo considerável, já que ele é movido a energia elétrica. Pensando nisso, a CSEM Brasil, em parceria com a multinacional de energia AES, desenvolveu uma solução prática e extremamente sustentável: o projeto Carport. A ideia é que o produto seja facilmente integrável às cidades, utilizando energia solar de baixo custo e com a menor pegada de carbono possível.

Estima-se que, em 2025, os automóveis elétricos representem 15% do mercado mundial – dado três vezes maior do que as previsões de crescimento anteriores. O salto seria grande: hoje os carros elétricos são apenas 0,86% do mercado. No entanto, essa tendência vai na onda de uma necessidade: não há outro futuro possível, a não ser o sustentável.”

“Estacionamentos solares já existem hoje (veja aqui), mas com a tecnologia dos painéis tradicionais. Agora, a inovação dos painéis solares orgânicos (OPV – Organic Photovoltaic), desenvolvidos pelo CSEM Brasil e levados ao mercado pela spin-off Sunew, trazem mais praticidade, menor custo e mais possibilidades de design. Como as tecnologias tradicionais possuem um material muito pesado – cerca de 20kg por m² – a estrutura de um estacionamento com painéis tradicionais precisa ser muito mais robusta, aumentando os custos de produção, e instalação e dificultando sua popularização.

Já o OPV pesa apenas 400g/m², além de ser flexível e transparente, abrindo espaço para um design futurista e atrativo. Tudo isso com uma produção que utiliza materiais orgânicos a baixas temperaturas, o que caracteriza os painéis de OPV como a energia solar com menor impacto ambiental existente.”

“Um Carport vai gerar energia com muito mais facilidade de instalação. Nosso target é um estacionamento futurístico, barato e prático – que você poderia comprar, por exemplo, na Leroy Merlin, levar para a casa e instalar onde desejasse”, esclarece Vilaça.

Fonte: Ciclo Vivo
 

Moradia que gera a sua própria energia

Uma incrível residência que funciona a partir de fontes renováveis!

Veja o vídeo clicando na imagem.

Imagem1

15.ª Edição do Prémio Fundação Ilídio Pinho “Ciência na Escola” | Agrup. de Escolas de Estarreja com 4 projetos na FASE DE DESENVOLVIMENTO

15 - Edição Ilídio Pinho

Pelo terceiro ano consecutivo, o Agrupamento de Escolas de Estarreja se destaca pela sua dinâmica e ações promotoras da educação para o empreendedorismo, práticas alicerçadas nas interligações do conhecimento científico e inovação tecnológica. 

Quatro projetos foram considerados de mérito e passaram à fase de desenvolvimento, no âmbito da 15.ª Edição do Prémio Fundação Ilídio Pinho “Ciência na Escola” – 2017/2018, em parceria com o Ministério da Educação e o Ministério da Economia, subordinados ao tema “A Ciência na Escola ao Serviço do Desenvolvimento e da Humanização”:

2.º Escalão

  • Título: “A jogar também se aprende!”
  • Coordenadora: Catarina de Ascensão Nascimento Rodrigues

4.º Escalão

  • Título: DIGITAL LOCKER – “Sistema de Reconhecimento Biométrico”
  • Coordenadora: Filipa Maria do Nascimento Inocêncio Vidal

5.º Escalão

  • Título: “INTELLIGENT COOLCAR” – A aposta na humanização ecossustentável
  • Coordenador: José Samuel Ramos Pereira

 

  • Título: “JOYBIKE e TRIREK” – A mobilidade como fator de inclusão e instrumento de humanização
  • Coordenadora: Maria do Rosário Cruzeiro Marques dos Santos