Novo 1.º lugar para a ESCOLA SECUNDÁRIA DE ESTARREJA

O projeto “NEPTUNO SPEAKER – Boia de salvamento aquático inteligente”, após ter ido à final de um concurso internacional, “Desafio Empreende” em Barcelona, continua o seu trajeto em pleno crescimento e afirmando-se como uma ideia inovadora numa conceção de negócio diferenciadora. Hoje, em Sever do Vouga e em representação do Município de Estarreja, vence concurso Intermunicipal – Ideias de Negócio 2019 promovido pela Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro (CIRA) – Águeda, Albergaria-a-Velha, Anadia, Aveiro, Estarreja, Ílhavo, Murtosa, Oliveira do Bairro, Ovar, Sever do Vouga e Vagos.
Esta é uma boia de salvamento que vai ao encontro de uma das recomendações sugerida pela International Life Saving (ILS): desenvolver as melhores práticas na prevenção do afogamento, salvamento aquático e cuidados de emergência. A apresentação e a defesa do projeto, foi protagonizada com todo o mérito por três jovens empreendedores do 12.º ano do Curso Profissional de Gestão, Agostinho Silva, Inês Cruz e Maria Castillo.
A Câmara Municipal de Estarreja tem tido uma influência primordial na educação para o empreendedorismo, desenhando a nível local uma intervenção educativa forte, conjuntamente com a sua parceira, Agrupamento de Escolas de Estarreja/ Núcleo de Empreendedorismo na promoção e desenvolvimento de competências empreendedoras junto dos jovens alunos, capacitando-os para assumirem o seu papel na sociedade enquanto agentes de mudança.
E assim se vai fazendo a história do empreendedorismo educacional em Estarreja … “ousar e construir para ganhar o futuro”.

A imagem pode conter: 6 pessoas, incluindo Agostinho Silva e Maria Almeida, pessoas a sorrir, pessoas em pé e interiores
A imagem pode conter: 9 pessoas, incluindo Agostinho Silva e Maria Almeida, pessoas a sorrir, pessoas em pé
A imagem pode conter: 7 pessoas, incluindo Agostinho Silva, Rosário Santos, Cristina Rodrigues Ribeiro e Hilario Matos, pessoas a sorrir, pessoas em pé
A imagem pode conter: céu e ar livre

Concurso Desafio Empreende/EDU CAIXA – Barcelona | Final – Secundária de Estarreja

Atividades de mentoria no Campus de Barcelona com a nossa equipa Neptuno Speaker a participar ativamente.

59987425_2314959755491076_828705942534094848_o

 

Escola Secundária de Estarreja marca presença na QU@LIFICA 2018

“Love the Planet” foi o lema escolhido para a 11.ª edição da Qualifica, Feira de Educação, Formação, Juventude e Emprego, que decorre até ao próximo domingo, dia 4, na Exponor, em Matosinhos. A Escola Secundária de Estarreja volta a marcar presença com três turmas do 12.º ano a visitar o certame, Técnico de Gestão, Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos e Técnico de Produção em Metalomecânica. 
Os nossos alunos tiveram a oportunidade de entrar em contacto com as ofertas académicas nacionais (universidades e politécnicos), conhecer oportunidades para estudar no estrangeiro, participar em jogos, concursos, assistir a desfiles, entre outras atividades. 
Estou certa, que a grande diversidade de expositores ajudou a despertar nos alunos a necessidade de tomarem decisões quanto ao seu futuro académico ou laboral.

A Universidade de Aveiro (UA) integra um novo consórcio no âmbito da MEDICINA REGENERATIVA

Mais uma boa notícia, esta também no âmbito da MEDICINA REGENERATIVA.
A Universidade de Aveiro (UA) integra um novo consórcio para a criação, até 2024, de um Centro de Investigação em Medicina Regenerativa e de Precisão em Portugal, que garantiu um financiamento de 15 milhões de euros da União Europeia.
Fonte: Jornal Diário de Aveiro, 12/02/2018

27655505_1991588244494897_7928268127378409995_n

Inovação ao serviço da SAÚDE – Empresa de Ovar | Imprimir osso à medida

BOAS NOTÍCIAS – A inovação ao serviço da saúde.
Uma empresa biomédica de Ovar chamou vários parceiros para desenvolverem enxertos de osso, malhas e implantes que podem ser desenhados à medida e imprimidos em 3D.

27750837_1991573714496350_3738201931864155921_n

8.ª Edição Concurso “ACREDITA PORTUGAL”

Banner-site-1

Estão abertas as inscrições para o Concurso Montepio Acredita Portugal!

O maior concurso de empreendedorismo do país tem como objetivo premiar os melhores projetos e ajudar todos os portugueses a desenvolver as suas ideias empreendedoras. Não interessa se tem ou não formação prévia em empreendedorismo, não interessa o seu sexo nem interessa a sua idade:

  • Se tem uma ideia de negócio mas não sabe como a levar à prática;
  • Se já arrancou com a sua ideia mas gostava de ter o feedback e apoio de especialistas para avançar.

Aceda ao link para as inscrições: http://www.acreditaportugal.pt/inscricoes/

Projeto “Máquina Multifunções – ESPOLIX” | Mostra Nacional Prémio 14.ª Edição Fundação Ilídio Pinho

19238043_1920069311583296_5264918797923212990_o

Na Mostra Nacional, 14.ª Edição Fundação Ilídio Pinho, a Escola Secundária de Estarreja teve mais outro projeto a concurso, o Projeto “Máquina Multifunções – ESPOLIX, coordenado pelo professor, Samuel Pereira e que recebeu rasgados elogios pela originalidade e utilização que virá a ter nas pequenas e médias empresas.

 

 

ERASMUS + | Agrupamento de Escolas de Estarreja – Abril/Maio de 2017

Doze alunos do Agrupamento de Escolas de Estarreja integrados no programa ERASMUS + (Estágios Internacionais), vão iniciar a sua formação em contexto de trabalho na cidade  de Londres e na cidade de Sevilha. Às minhas alunas do 12.º ano do Curso Profissional Técnico de Gestão, Andreia Mané, Carla Barros, Marcela Correia e Soraia Santos, bem como aos restantes jovens, desejo uma ótima estadia no Reino Unido e em Espanha e que possam ter um desempenho exemplar na realização do estágio curricular.  

17834819_10209398860184827_3792202731446249213_o17861982_1303801233035446_7010606736731524923_n

X Feira da Juventude – Secundária de Estarreja

X Feira da Juventude, Formação e Proteção Civil ocorreu nos dias 3 e 4 de abril na Escola Secundária de Estarreja (Sede de Agrupamento), acontecendo alegria, entretenimento e formação. Mais uma vez o Curso Profissional Técnico de Gestão (11.º H e 12.º H) deu o mote ao dinamizar um mini-negócio, “GESTÃO NA BRASA, Lda.”, em parceria com alguns alunos do Curso Profissional Técnico de Marketing (12,º M), com o intuito de angariação de fundos para a Associação de Solidariedade Estarrejense. O “know-how” e o “know-business” obrigam a um conhecimento sustentado de valores e competências, que quando colocados em prática tornam-se numa prática diferenciadora e distintiva.
Um agradecimento especial a todos os que contribuiram para o sucesso desta atividade:
– … aos alunos e encarregados de educação pelo excelente exemplo de colaboração, generosidade, disponibilidade, por todo o apoio prestado, pois foram bolos, salgadinhos, sopas, mesa de matraquilhos, fardos de palha para decoração, transporte, etc. etc.
– … à Câmara Municipal de Estarreja por terem disponibilizado as barraquinhas, fizeram toda a diferença.
– … à Mel Editores e empresa Aveicellular Comunicações e Acessórios Lda., pelos excelentes prémios ofertados, patrocinadores cinco estrelas.
– … ao colega Samuel Pereira por ter feito, nas oficinas da Mecânica, em tão pouco tempo e com os seus alunos, um grelhador.
– … aos colegas de grupo pelo apoio prestado no desenvolvimento da atividade.
– … a toda a comunidade escolar por terem aderido à iniciativa.
– … e como os últimos também são os primeiros, ao colega João Joana o grande organizador e obreiro desta atividade, bem hajas por tudo.

DESPORTO ESCOLAR – AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ESTARREJA representa Portugal

16665640_1408982235792308_1791202479349923618_o

O governo português, através da DGE, convidou o AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ESTARREJA para representar Portugal num evento competitivo internacional de promoção da modalidade Futebol, no Qatar entre os dias 7 e 16 de Fevereiro. O Agrupamento far-se-á representar por alunos dos 6º e 7º anos (infantis B).

FORÇA JUVENTUDE!

CONCURSO DE IDEIAS INOVADORAS DE NEGÓCIO 2017 – Estarreja

16195438_1776723275981396_732365084310498669_n

CONCURSO DE IDEIAS INOVADORAS DE NEGÓCIO 2017
– V Seminário de Empreendedorismo Jovem de Estarreja –
Diário de Aveiro | 28 JAN

O primeiro lugar foi conquistado com o projeto “COLTEC o Colete Tecnológico – Wearable Technology ao serviço da segurança rodoviária” defendido pelas alunas Andreia Mané, Beatriz Rodrigues e Soraia Santos do 12.º Ano do Curso Profissional Técnico de Gestão, da Escola Secundária de Estarreja (Sede de Agrupamento).

III BOOTCAMP – Estarreja

Diário de Aveiro – 27 de janeiro de 2017.
16179769_1776166826037041_5891655926918631013_o.jpg

V Seminário de Empreededorismo Jovem 2017 – Estarreja

sssss

Agrupamento de Escolas de Estarreja na Mostra Final Projeto Ciência na Escola

Nesta Mostra Final, Projeto Ciência na Escola – Fundação Elídio Pinho estiveram presentes cinco alunos de quatro Cursos Profissionais, Mecânica, Informática, Eletrotecnia e Gestão, que dignificaram o nome do nosso Agrupamento. Foram alvo dos mais rasgados elogios pela forma como se apresentaram e defenderam o projeto KIT AMBIENTAL, EKOTREE.
Ao Pedro Valente, Pedro Elói, Rui Figueiredo, Rafael Ruela e Katerine Ferreira um agradecimento especial e muito sentido.

14222307_1696182724035452_5492574480541118537_n

14568104_10211012634182250_6395387923222415335_n

14330001_1696182824035442_5291269913935458766_n

14344193_1696183354035389_3359368887712112808_n

14354957_1696183254035399_7080217739127477898_n

14433176_1696183350702056_5740315964400256733_n

14369958_1696183370702054_7001332635487436534_n

14359056_1696183614035363_3030620328353081213_n

14433015_1696182837368774_5156858767082762192_n

14344956_1696183447368713_10999420988907200_n

14390814_1696182884035436_4671004348273871596_n

14446016_1696182727368785_1191052259883386116_n

14355808_1696182730702118_6744702010194405951_n

14355149_1696183747368683_8727779155663711649_n

14441008_1696183687368689_728005488800340016_n

14446066_1696183530702038_7807585419970779601_n

14449822_1696183484035376_6351214769168355379_n

14457334_1696182820702109_4344741265003595402_n

14450000_1696183230702068_8141267051181127339_n

14370416_1696183797368678_6697888936908138968_n

14368817_10210872685923631_5736464700361884732_n

Talheres comestíveis para reduzir quantidade de plástico

talheres_a

“Os cidadãos indianos atiram para o lixo cerca de 120 mil milhões de talheres de plástico por ano, um número escandaloso para o ambiente e que levou Narayana Peesapaty a desenvolver um conjunto de talheres a partir de painço, arroz e trigo – ou seja, são comestíveis. Caso os talheres não sejam ingeridos, eles são biodegradáveis e em pouco tempo desaparecem da face da terra.

Através da marca Bakeys, Peesapaty já vendeu 1,5 milhões de talheres comestíveis, tendo lançado uma campanha no site de financiamento colectivo Kickstarter para expandir a marca para outros locais do Planeta. A campanha foi um sucesso e angariou seis vezes mais do que o valor inicial pedido – €18.000 –, numa altura em que ainda faltam 18 dias para terminar o financiamento.

Os utensílios da Bakeys podem durar até 20 minutos quando em contacto com líquidos quentes, como sopa, e têm sabores: gengibre-canela, gengibre-alho, cominhos, pimenta-preta, menta-gengibre, aipo e cenoura-beterraba.

A marca fabrica também talheres sem sabores para clientes comerciais, sendo que, nas prateleiras dos supermercados ou nos armazéns, os talheres têm um ciclo de vida de dois anos. Até agora, a Bakeys só produziu colheres, no entanto, elas são livres de organismos geneticamente modificados (OGM) e 100% vegan.

Com o dinheiro angariado pelo Kickstarter, avança o Inhabitat, Peesapaty vai expandir as operações e aumentar a produção. A empresa está a ultimar o lançamento de uma fábrica que poderá criar 800.000 talheres comestíveis por dia e começar a desenvolver outros utensílios – facas e garfos.

Com um investimento de apenas €9, no Kickstarter, a Bakeys vai entregar 100 colheres comestíveis. Uma invenção que pode – verdadeiramente – revolucionar a forma como olhamos para os talheres de plástico ou bambu. A curto ou médio prazo, nos países em desenvolvimento mas também no primeiro mundo.”

Fonte:Green Savers

Soluções criativas – Paragens de autocarro com teto verde e energia solar

Uma estrutura 100% reciclável, com placas fotovoltaicas e telhado verde irrigado com água da chuva, é uma solução ecológica que Florianópolis, capital de Santa Catarina (Brasil),  encontrou   para incentivar os cidadãos a utilizar os transportes públicos.

A estrutura  é feita em aço cuja  irrigação da cobertura pelas águas de chuva vai ajudar a reduzir as ilhas de calor, para além de ser um filtro natural de poluição. A produção de energia, por meio de placas fotovoltaicas, permite o funcionamento da irrigação do teto verde, o carregamento de telemóveis via USB e a iluminação do ambiente que é feita por lâmpadas de LED.

Uma solução criativa e polivalente, cuja tecnologia verde  gostaria de ver pensada e incorporada nas nossas paragens de autocarro.

prefsfloripa

paradabusacif

paradabusacif2

paradabusacif3

Outdoors de dupla função – Soluções criativas para as nossas cidades

Três soluções criativas, com dupla finalidade, simples e originais que podem resolver alguns problemas das nossas cidades.
São outdoors que, com a adição de uma curva, podem servir como rampa ao lado de uma escada, proteção contra a chuva e até mesmo banco de praça.
Projeto “People for Smarter Cities” lançado e divulgado pela IBM.

12246985_1535041826816210_2171338867510631894_n

12341581_1535041820149544_4295687116606028550_n

12294619_1535041816816211_9190480873827218041_n

Rastreador GPS escondido na bicicleta para evitar roubos

Spybike-Gps-Tracker-Stem-570x375

Nada como prevenir!

A empresa Spybike lançou um equipamento que é um pequeno aparelho de GPS que fica escondido na bicicleta e ajuda a encontrar bicicletas roubadas. O pequeno aparelho de GPS funciona com um SIM card e fica instalado na caixa de direção da bicicleta. O aparelho possui um sensor de movimento que percebe movimentos bruscos e regista o posicionamento da bicicleta a cada 20 segundos. O aparelho é ligado através de uma pequena chave que é colocada na tampa da caixa de direção. Um luz azul pisca e indica que o aparelho está ligado. Para economizar bateria (recarregável) ele entra em modo de descanso. Existe ligação/comunicação através do telemóvel e do computador.

IDEIAS INOVADORAS

floresta1 floresta2

“De tábuas de skate antigas e sem uso, João Salgado e Nuno Ferreira fazem anéis, porta-chaves, bases de copos ou cinzeiros. São objectos do dia-a-dia ou de decoração que nascem da madeira reciclada e trabalhada pelos dois amigos de Barcelos. A marca, que está a ser preparada há três meses, chama-se Floresta.

“Vivemos numa cidade com muitos skaters e outros praticantes de modalidades urbanas e radicais”, explica João, justificando assim o aparecimento do projecto. Os dois jovens andam de skate com frequência e tinham na ideia criar algo que desse “um impulso ao desporto de uma maneira diferente”. As peças artesanais que vendem através do Facebook são inteiramente feitas pelos próprios. Tudo o que envolve a Floresta é da responsabilidade dos dois, “desde o primeiro corte na madeira até à aplicação gráfica, fotografia ou texto”.

O processo de criação passa, descreve João, de 23 anos, por “cortar, lixar, envernizar e embalar”. Recuperam a madeira das tábuas, dão o tratamento que acham apropriado e produzem os pequenos objectos. “É tudo muito artesanal, que o digam as nossas mãos depois de umas horas a usar uma lixa”, diz o designer gráfico.”

Continuar a ler

IDEIAS INOVADORAS – Designer cria berço, “três em um”

0000000003557 11709643_1607802469508248_4575137661962847293_n

“Patrícia Cruz, estudante de design da UA (Universidade de Aveiro) desenvolveu um projeto de que resultou um berço adaptável para os quatro primeiros anos dos bebés. O trabalho deu origem ao HOGIE, um berço  construído por três versões diferentes que, graças ao sistema de encaixe das peças, rapidamente assumem as respetivas funções ou podem, pura e simplesmente, ser empilhadas em espaços reduzidos para que as salas possam ser utilizadas para outras atividades. A estudante apresentou o trabalho numa tese de mestrado defendida recentemente no Departamento de Comunicação e Arte da UA. …

Nas três versões, o berço mede 120 por 60 centímetros e pode ser fabricado em várias cores em acrílico, algo que, segundo a autora, facilita a vigilância das educadoras. Desenhado a pensar nas instituições, o Hogie pode também, naturalmente, ser utilizado em casa das crianças.”

Fonte: Diário de Aveiro, 23 setembro de 2015

Inovação Portuguesa – Berço de cortiça

Nascer em BERÇO DE CORTIÇA! Os tempos mudam…

A inovação portuguesa a surpreender. O protótipo de um berço de cortiça, foi idealizado por duas arquitetas e concebido por um artesão algarvio.

Imagem1

sss

Inovação Social – Rebanho colectivo ganha concurso da Gulbenkian

rrrrrr

Uma ideia que vai provocar  mudanças e gerar o  reforço dos laços afectivos da comunidade emigrante às suas origens e o fomento do espírito solidário entre uma população.

A criação de um rebanho colectivo na aldeia de Rio Frio (concelho de Arcos de Valdevez), cujas 200 cabras podem ser adoptadas por emigrantes, ganhou o primeiro prémio da quarta edição do concurso de inovação social Faz-Ideias de Origem Portuguesa, promovido pela Fundação Calouste Gulbenkian.

O projecto ganhador pretende pôr em prática o pastoreio em 400 hectares de terrenos baldios, instalando um rebanho colectivo de 200 cabras autóctones da raça serrana e bravia, em que os habitantes da freguesia e a diáspora são convidados a adoptar um animal, mediante o pagamento de uma quantia anual.

Um dos seus objectivos, explica o comunicado da Gulbenkian, é “minimizar o risco de incêndio diminuindo a carga combustível no território [porque comem a vegetação que cresce em terrenos abandonados]” e “proporcionar algum conforto à população da freguesia de Rio Frio, muito envelhecida e socialmente deprimida. Espera-se ainda o reforço dos laços afectivos da comunidade emigrante às suas origens e o fomento do espírito solidário entre conterrâneos.”

Concurso INOVA 2015 (cont.)

ffff

Aqui fica a  apresentação do negócio INOVARRAIOLOS Lda. – Arraiolos de Nova Geração que mereceu o prémio de melhor PROJETO A NÍVEL NACIONAL.

Agrupamento de Escolas de Estarreja no Roadshow 2015 – Ensino Profissional

formacao_ensinoprof_roadshow2015

No Agrupamento de Escolas de Estarreja ensinar é criar oportunidades.

Mais uma vez a ESCOLA SECUNDÁRIA DE ESTARREJA (sede de agrupamento), esteve presente no  evento, RoadShow do Ensino Profissional  2015 que se realizou em Aveiro na Escola Secundária José Estevão.

Permitiu que os alunos que estudam hoje nos cursos profissionais oferecidos pela  nossa escola, mostrassem  as possibilidades e os caminhos para obter o sucesso  numa carreira profissional bem sucedida.

Alunos dos cursos profissionais,  Produção em Metalomecânica e Eletrotecnia mostraram, através de atividades práticas ao vivo, o que de muito bom  se faz na nossa escola. Estudar em  cursos como estes ou outros  igualmente ministrados na nossa Escola, Gestão, Informática, Marketing e Turismo,  com a qualidade que lhes é reconhecida pelo mundo empresarial da região  é sinónimo  de emprego e satisfação pessoal e profissional.

11046258_10206939259750435_7074084011453482603_n

22229_10206922569173181_612088432074631190_n

11147871_10206939259790436_789541222438216166_n

11222304_10206939259830437_528329815212157397_n

IDEIA INOVADORA PREMIADA – Sementes de Girassol

naom_555bb975072e2

Mais uma excelente ideia que saiu vencedora. Nada como aperitivos saudáveis!!! Sementes de Girassol!

«Esta ideia surgiu para colmatar uma lacuna no mercado dos aperitivos saudáveis”, sublinhou à agência Lusa Rui Figueiredo, um dos mentores da ideia de negócio juntamente com Rúben Gonçalves, ambos de Oliveira do Hospital.

O negócio, iniciado em junho de 2014, foi inspirado nas sementes salgadas de girassol que se comercializam em Espanha, mas na perspetiva de “as fazer doces e sem casca, que tem mais aceitação”, de acordo com Rui Figueiredo.

Segundo Rúben Gonçalves, no primeiro evento em que comercializaram o novo aperitivo, que denominaram de Docereal, venderam 35 quilogramas de sementes de girassol caramelizada, tendo até agora vendido cerca de uma tonelada.

“Este prémio [2.500 euros] vai ajudar-nos no desenvolvimento interno para potenciar a capacidade produtiva, através de aquisição de equipamento que permita maior produção deste inovador aperitivo”, salientou Rui Figueiredo.

Com um circuito comercial até agora restringido a feiras e eventos, o aperitivo é confecionado de forma totalmente artesanal em tachos largos de cobre, sobre uma fonte de calor, à vista do público e dos clientes.

Continuar a ler