Crowdfunding – “Sabor a Agrião” a favor da CERCIESTA

Terminou, hoje, a angariação de fundos a favor da CERCIESTA.
O projeto “Sabor a Agrião” excedeu as expetativas!

– Objectivo: 3500 EUR – Angariado: 4107 EUR

Há valores que dificilmente podem ser transmitidos pela palavra. A solidariedade, de forma a ser entendida e interiorizada, tem necessariamente que ser vivida. Este foi um projeto de intervenção social idealizado e promovido no seio da Escola Secundária de Estarreja. São os nossos jovens, atores de projetos, que fazem da sua Escola um espaço diferente, local de oportunidades para o desenvolvimento de competências empreendedoras, contribuindo claramente para a construção de uma escola mais participativa e de QUALIDADE.
Mais uma vez, o nosso muito obrigado a todos aqueles que não ficando pelas palavras, ajudaram a realizar um gesto de amor pelos outros!

13880144_1671326313187760_8695931257064778688_n

Anúncios

CAMPANHA DE CROWDFUNDING – “SABOR A AGRIÃO” a favor da CERCIESTA.

Está no ar a CAMPANHA DE CROWDFUNDING – “SABOR A AGRIÃO”

a favor da CERCIESTA.

Projeto com a chancela dos alunos do 12.º ano, Tiago e Natália do C. Prof.Técnico de Gestão do Agrupamento de Escolas de Estarreja, com o título “Crowdfunding SMOBILIZE – Viver com Dignidade”.

Ajude a CERCIESTA a tornar o seu SONHO em realidade!

Esperamos pelos vossos donativos… é muito simples participar. Agradeço a partilha da iniciativa.

Campanha de angariação de fundos que visa equipar a CERCIESTA de um fogão industrial com o fim de ser iniciado um mini negócio social e inclusivo, através do aproveitamento de uma planta autóctone que cresce em abundância na Quinta Pedagógica, o AGRIÃO, ingrediente saudável, que quando confecionado é considerado uma iguaria deliciosa, com um sabor único e requintado.
O projeto conta com o envolvimento de seis utentes portadores de deficiência intelectual moderada, visando não só gerar recursos financeiros para a CERCIESTA, como também poder proporcionar um complemento terapêutico essencial na recuperação dessas pessoas , criando oportunidades de emprego para os envolvidos, permitindo diminuir a sua vulnerabilidade socioeconómica.

(Clique na imagem para aceder à plataforma PPL)

ww

CAMPANHA DE PROMOÇÃO: “Sabor a Agrião” CERCIESTA – Portugal em Direto na RTP1 –

Conviver harmoniosamente com a diversidade e com a diferença, MISSÃO intrínseca do PROJETO EDUCATIVO do AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ESTARREJA, cuja formação pessoal e social dos jovens se constitui como um domínio estruturante da ação educativa que é sustentada numa perspetiva de humanismo universalista, de solidariedade e de cooperação.

Neste enquadramento, o projeto “CROWDFUNDING SMOBILIZE – Viver com Dignidade” (1.º lugar no concurso de Empreendedorismo Jovem de Estarreja…), que surgiu de uma visita de estudo da turma do 12.º ano do C. Prof. Técnico de Gestão à CERCIESTA (16-11-2015), no âmbito de duas disciplinas, Cálculo Financeiro Est. Aplicada e Gestão, congregou uma dinâmica de “proximidade solidária” com o objetivo de promover o empreendedorismo social, no fortalecimento de forças de inovação e criatividade, aspetos alavancadores da renovação sociocultural, em benefício de uma sociedade mais pacífica e humana. É PRECISO ENSINAR A AMAR.
Este projeto proporcionou aos alunos, Tiago Ferreira e Natália Silva, protagonizarem uma ação de solidariedade com a CERCIESTA, “Sabor a Agrião”, cujo desenvolvimento do trabalho em contexto escolar, passou também, pelo pedido de colaboração ao CINE CLUBE DE AVANCA (três reuniões de trabalho efetuadas no início de janeiro de 2016), que culminou com a realização do vídeo promocional da campanha “Sabor a Agrião”, cuja autoria pertence a Francisco Relvas e de Ana Castro.

Convém realçar que “Educação em Empreendedorismo” é um projeto do Núcleo/Clube de Empreendedorismo da Escola Secundária de Estarreja, levado a cabo desde 2008, através de uma parceria com a Câmara Municipal de Estarreja.

Não fiquemos só pelas palavras, esperamos pelo seu contributo ma plataforma PPL NOVO BANCO:

https://novobancocrowdfunding.ppl.pt/sabor-a-agriao

(A angariação de fundos decorre até 6 de agosto e o objetivo é reunir um total de 3.500€ para a aquisição de um fogão industrial)

Imagem1

Ideias inovadoras – Um casaco que usa a energia do sol

casacotermicosolar

“Uma empresa norte-americana com origem no México desenvolveu um casaco térmico que utiliza a energia solar para aquecer o utilizador. Este será mesmo “o primeiro casaco do mundo que capta o calor do sol para  manter quente  o indivíduo sem acrescentar volume”, de acordo com os fundadores da ThermalTech.

Segundo a apresentação da marca na campanha de “crowdfunding” na plataforma Indiegogo, o casaco é feito de um tecido inteligente com um conjunto de características que o torna único: é flexível, leve e à prova de água e respira, impedindo o sobre-aquecimento durante a prática de desportos e equilibrando a temperatura corporal. 

A tecnologia térmica pode ser incorporada em quase todos os materiais e estilos de vestuário, garantem os criadores, e encontra-se em processo de patenteamento. Durante o dia, a energia é captada através dos raios solares. Após o pôr do sol — ou quando em espaços fechados —, as células do tecido captam energia de fontes de iluminação artificial e transformam-na em calor, aumentando a temperatura em poucos minutos.

Carlos Cortes, que fundou a empresa com Fatima Arguelles, explicou ao site “TreeHugger” que a introdução de um tecido capaz de absorver a energia solar no mercado do vestuário vai permitir que toda a gente, do “snowboarder” à “fashionista”, se “mantenha quente em climas mais frios”. Isto sem aumentar o número de peças vestidas e, consequentemente, a sensação de volume.

Os casacos da ThermalTech estão disponíveis em várias cores para homem e mulher, em três modelos: uma versão urbana para, idealmente, ser usada em ambientes com temperaturas entre os 0 e os 10 graus Celsius; uma versão de explorador, com carapuço e vários bolsos interiores, desenvolvida para temperaturas mais baixas; e, por último, uma versão “extreme”, pensada para temperaturas até aos 20 graus Celsius negativos.

No Indiegogo é possível encomendar um casaco do modelo urbano a partir de 139 dólares (perto de 125 euros). As entregas estão agendadas para Agosto de 2016.”

Fonte: http://p3.publico.pt/vicios/espelho/19579/um-casaco-que-usa-energia-do-sol-para-te-manter-quente

IV Seminário Empreendedorismo Jovem – Estarreja

12524056_1684678255103756_4811963029193328379_n

Concurso de Ideias Jovem Empreendedor Estarreja – 29 de janeiro Cineteatro de Estarreja 

A ousadia faz a diferença, quando se trata de soltar as amarras e içar velas abrindo novos caminhos, colocando a imaginação e a criatividade ao serviço de um futuro promissor. Vinte e três jovens da Escola Secundária de Estarreja cortaram as amarras e fizeram acontecer, ousaram ser empreendedores, sonharam e desejaram conquistar o júri e uma efusiva plateia de jovens, empresários, professores e encarregados de educação. Conceitos de negócio originais, inovadores e exequíveis, suscetíveis de dar origem a novos produtos, processos ou sistemas foram apresentados.  

O primeiro lugar recaiu no projeto “Viver com dignidade – Crowdfunding SMOBILIZE”, defendido por dois alunos do 12.º ano, o Tiago Ferreira e a Natália Silva,  baseado no reconhecimento da importância da economia social que pode e deve, tirar partido de microprojetos de financiamento coletivo de solidariedade social. O mote dado foi ajudar a CERCIESTA a satisfazer a necessidade de financiamento para aquisição de um fogão industrial que possa alavancar esta instituição na criação de um mininegócio na área alimentar. A campanha será levada a cabo através da plataforma PPL Portugal.

Com pequenos passos se faz o caminho, este Seminário é bem o exemplo de um novo tipo de abordagem inovadora, promotora da educação para o empreendedorismo, cujo incentivo é o estímulo que faz despertar nos nossos jovens a sua motivação para aprender, agir para conquistar a sua independência, traçar o próprio destino na construção de um futuro mais auspicioso. O sucesso desta iniciativa contribuiu para tornar a Escola como uma referência na pedagogia empreendedora.

Premiados:

1.º lugar (Social) – “Viver com Dignidade – Crowdfunding SMOBILIZE”  – [ 500,0€ ]

–       Natália José Tavares da Silva – 12.º H/ C. Prof. Técnico de Gestão

–       Tiago André Valente Ferreira –  12.º H/ C. Prof. Técnico de Gestão

 

2.º Lugar (Negócio) – “BicycleProtected”  – [ 250,0€ ]

–       Fábio Daniel Pereira Rodrigues – 12.º J/C. Prof. Técnico de Marketing

–       Pedro Miguel da Costa Valente Couras  – 12.º J/C. Prof. Técnico de Marketing

 

3.º lugar (Criatividade) – “HealthCookies “  –  [ 100,0€ ]

–       Carina Rodrigues – 12.º J/C. Prof. Técnico de Marketing

–       Ana Andrade – 12.º J/C. Prof. Técnico de Marketing

 

Menção Honrosa (Criatividade) – “KIT Ambiental – EKOTREE”

–       Katherine Fátima Franco Ferreira – 12.º H/ C. Prof. Técnico de Gestão

–       Pedro Filipe Santos Valente – 11.º I/ C. Prof. Técnico Programação Informática

–       David Carlos da Silva Ferreira  – 12.º G/ C. Prof. Técnico de Prod. Metalomecânica

12573230_1563611177292608_877746130685740858_n

 12645082_1249760975039512_6447793388703995501_n

“Crowdfunding” – Quintal Holístico

“Quintal Holístico é o nome do projecto desenvolvido por dois alunos da Escola Superior Agrária (ESA) de Ponte de Lima que querem pôr cabras a limpar florestas para prevenir e reduzir o risco de incêndio. “A ideia surgiu há mais de um ano devido ao gosto que tenho por caprinos e pela confusão que me fazia a quantidade de fogos florestais que acontecem todos anos. Achei que podia dar o meu contributo para reduzir esse flagelo”, explicou hoje à Lusa um dos autores do projecto, Filipe Gandra.

O jovem de 26 anos, natural de Barcelos, adiantou que a “ideia” começou a ganhar forma quando o amigo e colega Fábio Jácome, 29 anos, de Viana do Castelo, decidiu “associar-se” ao projecto, na vertente da gestão da floresta e da paisagem. Filipe Gandra, a frequentar o mestrado em Agricultura Biológica da ESA do Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC), e Fábio Jácome, engenheiro do ambiente pela mesma escola, recorreram ao “crowdfunding” para garantir os seis mil euros necessários ao arranque do projecto.”

Continuar a ler

Crowdfunding – financiamento colaborativo

Financie a sua ideia com a ajuda das redes sociais

Crowdfunding  é um termo  inglês que traduzido para português poderá significar  “financiamento colectivo” ou “financiamento colaborativo”. É uma forma simples e recente de angariação de financiamento para um projeto através de uma comunidade que partilha os mesmos interesses.

No atual cenário de crise o crédito escasseia ou, simplesmente, é demasiado caro. O crowdfunding pode ser a alternativa de que precisava para financiar o lançamento do seu próprio negócio, para concretizar , um sonho há muito adiado ou, até,  promover uma ideia.

Para mais informações aceda à PPL Crowdfunding Portugal – Financiamento Coletivo

Crowdfunding

A PPL é uma plataforma que permite reunir uma rede de empreendedores e os seus apoiantes. O objetivo é permitir que o potencial  de ideias que pululam nesta comunidade  possa tornar-se uma realidade, através da ajuda na angariação de fundos. Pretende-se promover  os projetos de pessoas com talento e motivação em áreas tão diversas como eventos sociais, artísticos, culturais ou desportivos.

Se tiver uma ideia  ponha-a em prática  recorrendo a esta rede de empreendedores para tentar obter o financiamento necessário.