Concurso INOVA 2015 (cont.)

ffff

Aqui fica a  apresentação do negócio INOVARRAIOLOS Lda. – Arraiolos de Nova Geração que mereceu o prémio de melhor PROJETO A NÍVEL NACIONAL.

Inova! 2015 – Melhor Projeto Nacional vai para a Escola Secundária de Estarreja

Imagem9

A Escola Secundária de Estarreja (Sede do Agrupamento) na vanguarda do EMPREENDEDORISMO Nacional.

O projeto InovArraiolos Lda. – “A arte tradicional portuguesa recriada e valorizada”  recebeu o  prémio  Inova! 2015 – Melhor Projeto Nacional no dia 5 de junho em Lisboa. Parabéns às alunas Sara Oliveira e Isabel Silva, do 12.º ano do Curso Profissional de Gestão.

_______________________________________________
O projeto vencedor tem por base Inovar na TRADIÇÃO PORTUGUESA relembrando as nossas raízes e tradições através da criação de uma linha de utilitários, carteiras, sacolas, porta-moedas, porta-lápis, chaveiros, bolsas para portáteis, iPads e telemóveis, capas de cadernos e agendas, entre outros, em ponto de arraiolos aplicado em tela e fio de lã mais finos, um grande desafio, e segundo Sara Oliveira,
“… pretendemos criar um negócio próprio onde estaremos a investir no nosso futuro gerando o nosso próprio emprego”.
Numa segunda fase, estas jovens pensam dar um novo impulso à empresa diversificando em  novas áreas de negócio: porcelanas (parceria com a PORCEL S.A.) e moda (roupa feminina…).
Em suma, duas empreendedoras que pretendem alcançar a notoriedade e o reconhecimento enquanto detentoras de uma pequena empresa, na aplicação da arte de arraiolos em soluções criativas, “Arraiolos de Nova Geração”.

____________________________

O prestigio associado a este prémio patenteia a qualidade, a criatividade, o trabalho e o espírito empreendedor das duas alunas que contribuíram assim para a valorização e o reconhecimento do ensino ministrado na Escola Secundária de Estarreja.

ddddd

11351365_978196838879149_7712279228735983506_n

Júri da final do concurso INOVA 2015

11391369_978135115551988_9100874246089980326_n (1)

Dr.ª  Helena da DGEstE – Prof.ra Rosário Santos ( orientadora do projeto) – Isabel Silva  – Sara Oliveira 

ffff

Um agradecimento especial:

  • PORCEL, SA. – Eng.ro Miguel Roque Bouça (Administrador)

Porcel

  • Rádio Voz da Ria – João Miguel Santos

João Miguel

  • Gabinete de Apoio à Vereação da Câmara Municipal de Estarreja – António Hilário de Matos
  • Gabinete de Comunicação da C.M.E. – Ana Rita Silva (Marketeer), Bruno Azevedo e Carla Miranda.

Ana Rita Silva

1.º Prémio internacional de Design de Produto veio para Emanuel Rufo do Concelho de Estarreja

 capacete

Mais um prémio  que veio contemplar uma ideia inovadora, o capacete SWITX SX.1O, desenhado pelo designer, Emanuel Rufo natural de Pardilhó, Concelho de Estarreja. Este capacete foi desenvolvido pela empresa Portuguesa NEXX Helmets .

“Entre mais de 4 mil ideias, o capacete SWITX SX.1O, acaba de ganhar o “Red Dot Design Award’, o mais prestigiado prémio internacional de Design, na categoria de Design de Produto. Um dos sistemas de ventilação mais avançados alguma vez projetados para um capacete aberto, bem como as excelentes soluções de detalhe, os 40 membros do júri Red Dot reconheceram o modelo Switx SX.10 como um dos vencedores de 2014.

Os prémios “Red Dot Awards ” estabeleceram-se internacionalmente como um dos selos de Qualidade mais procurados para a excelência no Design e este ano contaram com 4.815 inscrições de 1.816 empresas, provenientes de 53 países de todo o mundo.

Este sucesso será devidamente comemorado no dia 7 de julho de 2014, onde a NEXX Helmets irá figurar entre os 1.200 convidados de todo o mundo que se reunirão em Essen, na Alemanha, para a gala Red Dot. O modelo Switx SX.10 será exibido no Museu Red Dot diante do público internacional.

Em 2012, o estarrejense lançou um novo projeto de design de brinquedos em madeira, denominado “EmanuelRufo”. Influenciado pelos seus pais que são artesãos, desde muito novo manifestou grande interesse pelo artesanato, mais concretamente pelo fabrico de peças em madeira. Em 2001, desenhou o primeiro cavalinho baloiço, e desde então com a ajuda do seu pai Manuel Rufo, tem vindo a materializar algumas ideias, fazendo uma ponte entre o design de produto e o artesanato “.

 

Descubra mais sobre este projeto em:  www.emanuelrufo.com 

Fonte: Site da CME

Concurso “Curtas Igualdade” – ESE com 3º prémio

A ESCOLA SECUNDÁRIA DE ESTARREJA, foi contemplada com o terceiro prémio no concurso de curtas metragens, designado por “Curtas Igualdade”. O evento foi promovido pela equipa do projeto Generus da Cáritas Diocesana de Aveiro, concurso lançado apenas nas Escolas do Distrito de Aveiro.

Não Faças Silêncio à Violência (12ºF)

 

1º Lugar: Escola Secundária de Esmoriz  com o filme “Vidas Paralelas”

 

Personalidade do ano 2010

A revista “Time” elegeu Mark Zuckerberg de 26 anos como a personalidade do ano 2010.

A rede social que Mark Zuckerberg criou colocou em contacto 500 milhões de pessoas. O Facebook tornou-se o terceiro maior país do mundo, representando quase um décimo do planeta”, afirmou o diretor da “Time”, Richard Stengel, que anunciou a escolha no canal de televisão NBC.

O Facebook foi criado quando Zuckerberg estudava na Universidade de Harvard. Com apenas 19 anos, o estudante decidiu criar uma rede social que colocasse em rede os alunos das universidades norte-americanas. Deu-lhe o nome de TheFacebook.com. Rapidamente, a rede chegou a todo o mundo e foi ganhando cada vez mais adeptos.

O artigo especial sobre esta escolha pode ser visto na página online da Time.

Prémio Empreendedorismo Inovador na Diáspora Portuguesa – 3ª. edição

A COTEC Portugal – Associação Empresarial para a Inovação, pretende uma vez mais reconhecer as actuações empreendedoras e  inovadoras dos portugueses, que se destacaram em actividades empresariais, além fronteiras. Trata-se do Prémio Empreendedorismo Inovador na Diáspora Portuguesa, que conta com o Alto Patrocínio do Presidente da República.

As candidaturas para a terceira edição, decorrem até 26 de Março e podem ser efectuadas online em: COTEC PORTUGAL/ diáspora.

O prémio destina-se a cidadãos portugueses que se encontrem fora de Portugal há mais de cinco anos.  Distingue os portugueses que se evidenciaram pela sua acção empreendedora e inovadora no meio empresarial, entre os mais de cinco milhões que vivem e trabalham fora de Portugal.

Empresas

Segundo Filipe de Botton, presidente do Júri, “Este prémio é um forte incentivo à cooperação entre Portugal, a Diáspora Portuguesa e os países que a recebem. Os empresários que a COTEC tem envolvido e premiado têm um papel determinante na projecção do nosso País e, pelo conhecimento profundo dos mercados onde se inserem, representam um grande valor, que pode e deve ser relevado e aproveitado”.

Na edição do ano passado, a COTEC registou 68 candidaturas, provenientes de 24 países de quatro continentes e de vários sectores de actividade, do financeiro ao desporto, da ciência ao turismo. Os vencedores ex-aequo foram Manuel Eduardo Vieira – radicado nos EUA e o maior produtor e distribuidor de batata-doce biológica no mundo – e Paulo Taylor de Carvalho – fundador da Ebuddy na Holanda, uma plataforma para contactar pessoas em todo o mundo, que tem mais de 70 milhões de utilizadores.

Fonte: COTEC Portugal

Prémio Start 2009 para negócio de próteses cirúrgicas

 Concurso de empreendedorismo – Prémio Sart 2009

O negócio vencedor  é designado por  iSurgical 3D e tem por objecto o desenvolvimento de próteses modeladas que vêm reduzir custo e tempo de internamento da cirurgia de correcção de uma anomalia no tórax.

O prémio de 50 mil euros  será aplicado no capital social da nova empresa, que projecta iniciar actividade em Janeiro.

Estas  próteses modeladas da iSurgical 3D custarão perto de 500 euros e serão capazes de reduzir o custo da cirurgia de correcção do pectus excavatum em 1.850 euros, ao encurtar o tempo de internamento, bem como a duração da intervenção cirúrgica. Esta é uma operação que, de momento, ronda os 5.000 euros.

A tecnologia de modelação das próteses já está pronta a ser comercializada e o primeiro cliente deverá ser o Hospital de São João, onde aliás já se efectuaram mais de 30 intervenções cirúrgicas com o apoio destas tecnologias. Os dois engenheiros electrónicos industriais, o engenheiro mecânico e o médico que constituem a iSirurgical ambicionam também internacionalizar o projecto, nomeadamente para o mercado norte-americano e japonês.

 Fonte: Quero mais