Natal 2018 – Tempo de leituras

O NATAL está a chegar … tempo de esperança, ternura e muita leitura.

Texto alt automático indisponível.

 

DIA DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES

Venha conhecer a Biblioteca da Escola Secundária de Estarreja!
Pode-se afirmar que, atualmente, este espaço assume um papel de referência, como centro agregador de diferentes competências e mediador da diversidade de saberes.

Esta biblioteca, bem como todas as outras que integram o Agrupamento de Escolas de Estarreja, disponibilizam serviços de aprendizagem, livros e recursos que permitem a todos os membros da comunidade escolar tornarem-se pensadores críticos, cidadãos ativos e utilizadores efetivos da informação em todos os suportes e meios de comunicação.

Torne-se amigo: https://www.facebook.com/AgrupamentoEscolasEstarreja/ 

Primeira edição do Prémio Literário Nortear – decorre até 30 de setembro

20156111347_livros260315

A primeira edição do Prémio Literário Nortear, no valor de dois mil euros, foi lançada a 12 de junho e decorre até 30 de setembro, para incentivar a criatividade dos jovens escritores da Eurorregião Galiza – Norte de Portugal.

Esta iniciativa corresponde ao «primeiro ato concreto de cooperação» cultural transfronteiriça, aceita candidaturas dos residentes na Eurorregião «menores de 36 anos» e insere-se num projeto de colaboração mais abrangente que pretende, no futuro, ter «implicações no turismo, no emprego e na economia» das duas regiões, notou Anxo Lourenço, conselheiro da Cultura da Junta da Galiza, na cerimónia de apresentação do prémio que decorreu hoje na Casa Allen, no Porto.

Dedicado a obras originais escritas nas línguas portuguesa e galega, no género de relato curto/conto, o regulamento do galardão prevê, para além do prémio pecuniário de dois mil euros ao vencedor do concurso, «a publicação da proposta criativa ganhadora numa edição portuguesa e noutra em galego, acrescentou Anxo Lourenço.

Fonte: Diário Digital

Livro do dia: “Vaidade e Ganância no Século XXI”

1507-1

“Os sinais exteriores de riqueza parecem ter-se tornado um valor depois dos anos 80 de século XX. Ser rico e demonstrá-lo contrastava com uma postura mais pacata dos verdadeiramente ricos de outras décadas.Voltou-se de alguma maneira, a lógica aristocrática da ostentação. Num livro muito estimulante, Simon Blackburn, professor de filosofia da Universidade de Oxford, fala sobre os limites éticos e morais da vaidade e da ganância neste novo século.

Combinando com brilhantismo a sabedoria, o humor e o estilo, este livro analisa o que os grandes pensadores afirmaram sobre o amor-próprio: de Aristóteles, Cícero e Erasmo a Rousseau, Adam Smith, Kant e Iris Murdoch. Examina as obsessões atuais com o «eu», como as selfies, a cirurgia plástica e as intervenções cosméticas, e reflete sobre fenómenos correlacionados como a inevitável mercantilização da vida social e o trágico excesso de confiança de políticos como George W. Bush e Tony Blair. Em última análise, mostra porque é a auto estima uma parte necessária e saudável da nossa vida.”

Autor Simon Blackburn, BLACKBURN, SIMON
Editor Temas & Debates
Data de lançamento Fevereiro 2015
N.º Páginas                 244

Livro recomendado _ Educação Financeira das crianças e adolescentes

educação financeira crianças adolescentes

É primordial que a poupança volte a ser considerada uma prioridade.

A promoção dos valores e a construção de conhecimentos financeiros junto das crianças terá reflexos a prazo, nomeadamente uma melhor adaptação de comportamentos e a compreensão de múltiplos elementos: normas, papéis sociais, crenças, valores, decisões de consumo e poupança…

O manual contempla ainda um caderno de temáticas especiais:
– Educação financeira mediante um processo de divórcio;
– Semanada e mesada;
– Empreendedorismo;
– Promoção da sociedade civil
.

Mediante a sucessiva redução da poupança realizada por parte das famílias nacionais, ao longo das últimas décadas, é salutar dedicar uma atenção especial à promoção e valorização desta temática junto das crianças.
A educação financeira das crianças e adolescentes abarca componentes que vão para além dos conceitos económicos, nomeadamente os fundamentos de uma formação educativa sustentada em valores, a promoção do trabalho, dos estágios e do voluntariado.

“O Senhor Empreendedorismo” – Livro infantil

empreendedorismolivro_jpg

Este livro é uma história infantil  que pretende despertar nos mais novos competências empreendedoras. “O Senhor Empreendedorismo“, de Narciso Moreira, explora, de forma divertida e pedagógica, algumas questões de forma simplificada, associadas ao empreendedorismo.

Narciso Moreira salienta que: “Esperamos que a sua leitura (…) seja um elemento pedagógico relevante para a promoção de programas sistematizados de promoção das competências empreendedoras”, que interessa ler e refletir”.

Editado pela Betweien, o livro está à venda na Internet. No site oficial estão ainda disponíveis várias atividades lúdicas que podem ser usadas por professores e pais como um complemento à leitura do livro.

Aceda ao site para saber mais sobre “O Senhor Empreendedorismo” e como poderá adquirir esta história infantil e conhecer outros recursos didáticos sobre educação para o empreendedorismo.

(Clique na imagem para aceder ao site)

Betweien

Fonte: Boas Notícias, 13 de janeiro de 2013

Livro: "Buyology – A Ciência do Neuromarketing"

“Buyology”, publicado em 2008, é um dos livro que tem influenciado o conceito de  marketing nos últimos anos, pondo em causa muitas das convicções/mitos sobre o processo de tomada de decisão dos consumidores. O principal objetivo desta obra é precisamente preencher as lacunas existentes na explicação do comportamento dos consumidores, utilizando o Neuromarketing.


Autor: Martin Lindstrom

Editora e Data: Gestão Plus – 2009

(Original Doubleday 2008)

Palavras Chave:“Neuromarketing”; “Neurónios Espelho”; “Marcadores Somáticos”; “Branding Sensorial”; “Envolvimento Emocional”.

 

Trata-se de um livro obrigatório, considerado uma obra fundamental, muito influenciada pelo trabalho de António Damásio e é recomendado por Seth Godin e Phillip Kotler.

A sua conclusão mais importante é que, enquanto consumidores, o que dizemos não coincide com o que sentimos ou fazemos.

O Neuromarketing é definido pelo autor como: “ a conjugação de conhecimentos médicos, tecnológicos e de marketing, aos quais se acrescenta a possibilidade de analisar o cérebro de forma a compreender o que o estimula.”

Num mundo em que as mensagens publicitárias dominam e influenciam as decisão de compra, é necessário estudar a forma como o cérebro reage  e escolhe, sendo um instrumento essencial para os marketeers.