Economia Circular

O que é a Economia Circular?

O conceito de economia circular constitui uma resposta ao desejo de um crescimento sustentável no contexto da pressão crescente que a produção e o consumo exercem sobre o ambiente e os recursos mundiais. Até à data, a economia tem funcionado sobretudo com base num modelo linear de «recolha, produção e eliminação», segundo o qual todos os produtos alcançarão inevitavelmente o seu «fim de vida útil».

Na UE, cada pessoa utiliza cerca de 15 toneladas de materiais por ano, enquanto cada cidadão da UE gera anualmente, em média, mais de 4,5 toneladas de resíduos, sendo quase metade destes depositada em aterros. A economia linear, que depende exclusivamente da extração de recursos, deixou de ser uma opção viável.

A transição para uma economia circular redireciona o foco para a reutilização, reparação, renovação e reciclagem dos materiais e produtos existentes. O que era visto como «resíduo» pode ser transformado num recurso.

Adidas e Parley produzem ténis feitos com lixo plástico

Já começou a produção de 1 milhão de ténis feitos com lixo plástico retirado do oceano!

adidas-parley-conexao-planeta

Adidas e Parley acabam de anunciar que, a partir deste mês, 7 mil ténis estarão à venda nas lojas da marca, ao preço de 220 dólares. Cada par usa onze garrafas plásticas, transformadas em fios, na fabricação de sua parte superior. Já a sola, cadarço e a meia embutida são confeccionados com resíduos de garrafas PETreciclados.

Além do ténis, batizado de UltraBOOST Uncaged Parley, a marca desenvolveu camisas, também com lixo plástico, para os jogadores de futebol das equipes do Real Madrid e Bayern de Munique.

adidas-parley-bayer-conexao-planeta

Longe de ser somente uma ação de marketing,  a Adidas se comprometeu publicamente a produzir, até o final de 2017, no mínimo 1 milhão de pares do novo ténis. O objetivo da empresa, impulsionada pela parceria com a Parley, é deixar de usar plástico virgem na fabricação de seus calçados.

Estima-se que estejam espalhados pelos oceanos do planeta aproximadamente 5,2 trilhões de resíduos plásticos. Este mês, uma imagem chocante rodou o mundo, mostrando imensas baleias cachalotes mortas na areia. Treze delas encalharam em março deste ano, na costa norte da Alemanha, mas só agora, em novembro, pesquisadores daquele país divulgaram o resultado da autópsia  realizada nos animais  revelaram que, no estômago de quatro delas, foi encontrada uma enorme quantidade de resíduos plásticos, entre eles, uma rede de pesca de 13 metros de comprimento. 

“Ninguém conseguirá salvar os oceanos sozinho. Cada um de nós deve desempenhar um papel. Está nas mãos das indústrias inovadoras reinventar materiais, produtos e modelos de negócios. E o consumidor deve pressionar por esta mudança”, afirmou Cyrill Gutsch, fundador da Parley for the Oceans.

Agrupamento de Escolas de Estarreja na Mostra Final Projeto Ciência na Escola

Nesta Mostra Final, Projeto Ciência na Escola – Fundação Elídio Pinho estiveram presentes cinco alunos de quatro Cursos Profissionais, Mecânica, Informática, Eletrotecnia e Gestão, que dignificaram o nome do nosso Agrupamento. Foram alvo dos mais rasgados elogios pela forma como se apresentaram e defenderam o projeto KIT AMBIENTAL, EKOTREE.
Ao Pedro Valente, Pedro Elói, Rui Figueiredo, Rafael Ruela e Katerine Ferreira um agradecimento especial e muito sentido.

14222307_1696182724035452_5492574480541118537_n

14568104_10211012634182250_6395387923222415335_n

14330001_1696182824035442_5291269913935458766_n

14344193_1696183354035389_3359368887712112808_n

14354957_1696183254035399_7080217739127477898_n

14433176_1696183350702056_5740315964400256733_n

14369958_1696183370702054_7001332635487436534_n

14359056_1696183614035363_3030620328353081213_n

14433015_1696182837368774_5156858767082762192_n

14344956_1696183447368713_10999420988907200_n

14390814_1696182884035436_4671004348273871596_n

14446016_1696182727368785_1191052259883386116_n

14355808_1696182730702118_6744702010194405951_n

14355149_1696183747368683_8727779155663711649_n

14441008_1696183687368689_728005488800340016_n

14446066_1696183530702038_7807585419970779601_n

14449822_1696183484035376_6351214769168355379_n

14457334_1696182820702109_4344741265003595402_n

14450000_1696183230702068_8141267051181127339_n

14370416_1696183797368678_6697888936908138968_n

14368817_10210872685923631_5736464700361884732_n

CASA DE PÁSSAROS MEDE QUALIDADE DO AR E OFERECE WI-FI

TreeWifi-1020x610

“A startup holandesa TreeWifi constrói casas de pássaros que medem a qualidade do ar, tornando visível o nível de poluição ao acender uma luz LED. E quando o equipamento regista uma melhoria na qualidade do ar, ele oferece a todos os que por lá passam wi-fi gratuito, disponibilizando ainda dicas  sobre como melhorar a qualidade do ar local.

O projecto iniciou-se com uma bolsa da Awesome Fondation Amsterdam, em Março de 2016, e desde então a equipa obteve um financiamento no valor de €6.500 para desenvolver o seu protótipo e construir cinco novas casas para espalhar pela cidade de Amesterdão, revela o inhabitat.

As reacções ao projeto têm sido positivas, até porque se trata de um equipamento muito barato quando comparado com as estações estatais de medição da qualidade do ar, pelo que o seu fundador espera poder instalar pelo meno 500 unidades naquela cidade holandesa ou até mesmo noutras cidades europeias.

Para além do factor preço o projecto tem conquistado também pela sua vertente lúdico-pedagógica e geradora de notoriedade.”

Fonte :Green Savers

Piriscas de cigarro para produzir tijolos sustentáveis

Pesquisador australiano usa bitucas de cigarro para produzir tijolos sustentáveis

A opção reduz os custos da produção, elimina um poluente e, ao mesmo tempo, melhora a qualidade do produto final.

O pesquisador Dr. Abbas Mohajerani, da Universidade RMIT, na Austrália, encontrou uma solução para as piriscas de cigarro: transformá-las em matéria-prima para a fabricação de tijolos. Segundo ele, esta pode ser a solução para compensar completamente a produção de resíduos do cigarro no mundo.

Anualmente milhões de piriscas são descartadas nas ruas. Este lixo, altamente tóxico, leva anos para se degradar e ainda polui o solo e os recursos hídricos com elementos como: arsénio, cromo, níquel e cádmio. Essas características, aliadas à enorme quantidade, tornam as piriscas grandes vilãs do meio ambiente.

Há anos o Dr. Mojaherani sonhava com uma solução para este problema. Agora ele parece ter encontrado. De acordo com o pesquisador, é possível usar o resíduo dos cigarros junto à argila na fabricação de tijolos. A opção reduz os custos da produção, elimina um poluente e, ao mesmo tempo, melhora a qualidade do produto final.

Os testes realizados pela equipe do Dr. Mojaherani identificaram que substituindo apenas 1% da matéria-prima do tijolo pelas piriscas em somente 2,5% da produção mundial do material é possível compensar completamente a produção anual de cigarro em todo o mundo.

A mistura ainda garante outros benefícios. Os cientistas perceberam que os tijolos que mesclam a argila com as piriscas são mais leves, têm melhores propriedades de isolamento térmico e levam menos tempo para serem queimados durante o processo de fabricação, economizando até 58% de energia nesta etapa.

A aparência é exatamente igual à dos tijolos tradicionais e o pesquisador garante que ele não oferece nenhum risco à saúde, já que durante a queima, os poluentes ficam presos aos tijolos e dali não saem nunca mais.

“A incorporação de piriscas em tijolos pode, efetivamente, resolver um dos problemas globais de lixo”, acredita o Dr. Mohajerani. 

Fonte: Ciclo Vivo

IMIGRAÇÃO GLOBAL

TER OU NÃO TER, EIS A QUESTÃO|

Se toda a riqueza é o produto do trabalho, porque é que a riqueza do mundo está nas mãos de alguns indivíduos e não na classe trabalhadora?

Confira a resposta visionando o pequeno vídeo.

UE – Comité das Regiões dá curso online

Captaaaurar

Em 19 de outubro de 2015, o Comité das Regiões Europeu abrirá um curso em linha gratuito sobre «Regiões, Instituições da UE e elaboração de políticas» numa plataforma de aprendizagem em linha (em inglês).

O curso foi concebido para responder aos interesses das autoridades locais e regionais mas está aberto a todos os que se interessam pela UE e pelas suas regiões e cidades. As inscrições abriram em agosto de 2015.

Durante os seus oito capítulos temáticos semanais, 50 políticos, peritos e académicos poderão exprimir-se sobre temas de interesse para autoridades locais e regionais, como a política de coesão da UE, a especialização inteligente, a migração e o acesso a programas da UE, entre outros.

Este curso de aprendizagem eletrónica inclui vídeos, fichas de informação e debates em direto a transmitir pela Internet do Comité das Regiões ao que acresce um fórum social para intercâmbio e retorno de informações. Os participantes que concluírem 80 % do curso podem receber um certificado de participação.

Ligações úteis:

Passaporte para o Empreendedorismo

 

O Passaporte para o Empreendedorismo é uma iniciativa do Programa +E+I de acordo com o Impulso Jovem, que pretende estimular jovens empreendedores qualificados a desenvolverem o seu projeto de empreendedorismo inovador, que se encontre em fase de ideia, facultando um conjunto de ferramentas técnicas e financeiras.

O Passaporte para o Empreendedorismo destina-se a empreendedores residentes ou que tenham obtido o grau académico nas regiões Norte, Centro ou Alentejo, considerando que no âmbito do projeto empresarial a apresentar, a respetiva atividade será desenvolvida numa destas regiões.

Confira no site mais informações.

(Clique na imagem e aceda ao site)

Capturar

UA cria mosaicos que reduzem a fatura energética

pavimentos_SAPO

A Universidade de Aveiro está na vanguarda da investigação universitária em Portugal e no mundo.

Deixo-vos com mais um exemplo, disso mesmo.

“O Departamento de Materiais e Cerâmica da Universidade de Aveiro (UA) criou uma série de novos materiais que estão a ser incorporados em pavimentos e revestimentos cerâmicos, que demonstram um comportamento mais eficiente do ponto de vista energético que os pavimentos ou revestimentos convencionais. Estes novos materiais atenuam as transferências de energia com o exterior e diminuem a amplitude térmica no interior dos edifícios – que se traduz numa poupança na factura da electricidade mas também em menores emissões de gases com efeito de estufa para a atmosfera.

Os novos mosaicos, que já estão testados para aplicação em pavimentos, são compostos por duas camadas: uma camada densa que pode assumir aspectos e cores diversas e uma camada inferior, mais porosa, composta por um material com mudança de fase que tem como característica principal a capacidade de reter durante o dia a energia que será dissipada à noite, sob a forma de calor.

Estes novos materiais cerâmicos “demonstram um comportamento mais eficiente, do ponto de vista energético, do que os pavimentos/revestimentos convencionais, tendo-se verificado uma atenuação das transferências de energia com o exterior e uma diminuição da amplitude térmica no interior dos edifícios”.

Fonte:http://greensavers.sapo.pt/

Inova! 2015 – Melhor Projeto Nacional vai para a Escola Secundária de Estarreja

Imagem9

A Escola Secundária de Estarreja (Sede do Agrupamento) na vanguarda do EMPREENDEDORISMO Nacional.

O projeto InovArraiolos Lda. – “A arte tradicional portuguesa recriada e valorizada”  recebeu o  prémio  Inova! 2015 – Melhor Projeto Nacional no dia 5 de junho em Lisboa. Parabéns às alunas Sara Oliveira e Isabel Silva, do 12.º ano do Curso Profissional de Gestão.

_______________________________________________
O projeto vencedor tem por base Inovar na TRADIÇÃO PORTUGUESA relembrando as nossas raízes e tradições através da criação de uma linha de utilitários, carteiras, sacolas, porta-moedas, porta-lápis, chaveiros, bolsas para portáteis, iPads e telemóveis, capas de cadernos e agendas, entre outros, em ponto de arraiolos aplicado em tela e fio de lã mais finos, um grande desafio, e segundo Sara Oliveira,
“… pretendemos criar um negócio próprio onde estaremos a investir no nosso futuro gerando o nosso próprio emprego”.
Numa segunda fase, estas jovens pensam dar um novo impulso à empresa diversificando em  novas áreas de negócio: porcelanas (parceria com a PORCEL S.A.) e moda (roupa feminina…).
Em suma, duas empreendedoras que pretendem alcançar a notoriedade e o reconhecimento enquanto detentoras de uma pequena empresa, na aplicação da arte de arraiolos em soluções criativas, “Arraiolos de Nova Geração”.

____________________________

O prestigio associado a este prémio patenteia a qualidade, a criatividade, o trabalho e o espírito empreendedor das duas alunas que contribuíram assim para a valorização e o reconhecimento do ensino ministrado na Escola Secundária de Estarreja.

ddddd

11351365_978196838879149_7712279228735983506_n

Júri da final do concurso INOVA 2015

11391369_978135115551988_9100874246089980326_n (1)

Dr.ª  Helena da DGEstE – Prof.ra Rosário Santos ( orientadora do projeto) – Isabel Silva  – Sara Oliveira 

ffff

Um agradecimento especial:

  • PORCEL, SA. – Eng.ro Miguel Roque Bouça (Administrador)

Porcel

  • Rádio Voz da Ria – João Miguel Santos

João Miguel

  • Gabinete de Apoio à Vereação da Câmara Municipal de Estarreja – António Hilário de Matos
  • Gabinete de Comunicação da C.M.E. – Ana Rita Silva (Marketeer), Bruno Azevedo e Carla Miranda.

Ana Rita Silva

Empreendedorismo para o Desenvolvimento Sustentável – Um caso de sucesso

EMS

Um ótimo exemplo de EMPREENDEDORISMO para o DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL – Projeto African Clean Energy

Aqui fica a notícia!

“Para muitos de nós, que estamos agora na frente de um computador ou usando algumas das mais avançadas tecnologias móveis, pode ser muito difícil imaginar que neste mesmo momento, 3 bilhões de pessoas ao redor do planeta ainda precisam cozinhar seus alimentos em fogareiros rústicos, quase iguais aqueles utilizados na Idade Medieval.

A fumaça gerada por estes fogareiros é extremamente tóxica, conhecida como carbono negro. A Organização Mundial de Saúde estima que ela seja responsável pela morte de 4 milhões de pessoas anualmente. Ao inalar continuamente esta fumaça, elas acabam sofrendo com problemas respiratórios, pneumonia, doenças pulmonares e catarata.

Mas o projeto African Clean Energy* quer mudar esta triste história. Numa fábrica em Lesoto, país extremamente pobre no sul da África, Stephen e Alice Walker – marido e mulher, criaram um negócio para impactar a vida de milhares de pessoas.

A empresa familiar desenvolveu o ACE 1, um fogão portátil movido a biomassa(combustível limpo) e o mais importante de tudo, que não produz fumaça. 

Além de necessitar de aproximadamente 70% menos combustível para funcionar do que fogões portáteis tradicionais, o ACE 1 foi projetado internamente com telhas cerâmicas, o que retem o calor por muito mais tempo.

Continuar a ler

IRS 2015 – Tirar dúvidas de preenchimento

A DECO em parceria com o INFORMADOR FISCAL, oferece (sem custos) um site onde podemos tirar dúvidas e obter ajuda no preenchimento da declaração anual do IRS.

(Clique na imagem e aceda à página)

IRS

 

Ideia inovadora – Biocombustível de laranja

d068936533c42ffd93fbfadc1a5c90dc

A notícia, avançada pelo jornal japonês Asahi Shinbun, citada pela Reuters, dá conta do que os investigadores da Universidade de Mie, no Japão, conseguiram, numa experiência realizada em Setembro de 2014. 

Esse feito resume-se basicamente ao facto de um veículo de 14 quilos controlado remotamente se movesse alimentado com uma mistura de gasolina e do novo biocombustível de laranja .

 A equipa está envolvida no projecto há mais de um ano e aposta no aproveitamento do excedente de produção de laranjas na localidade de Mihama, localizada no sul da prefeitura de Mie, oeste do Japão, e famosa pela sua produção de laranjas.

 A equipa conseguiu que um veículo com um peso de cerca de 14 quilogramas e activado por controlo remoto funcionasse com uma mistura de gasolina e do novo biocombustível de laranja, revelou o diário Asahi.

 “Este biocombustível poderá ser utilizado para tractores e outras máquinas agrícolas com motor a gasolina”, explicou ao Jornal o professor Yutaka Tamaru, da Universidade de Mie, e que liderou a investigação.

A mais recente mistura resulta da fusão entre um microorganismo isolado das aparas de madeira (o clostridium cellulovorans) com estas laranjas num tanque com capacidade de dez litros.O microorganismo é capaz de decompor as fibras de celulose, principal composto das fibras das plantas, produzindo açúcar.  

 Ao ser fermentado em conjunto com outro microorganismo, este açúcar produz biocombustível de laranja em cerca de dez dias, esclarece a equipa japonesa, que diz conseguir extrair 20 mililitros de biocombustível a partir de cerca de três quilos de laranjas. 

Autocarro movido a lixo orgânico circula nas ruas de Bristol e Bath no Reino Unido

e52305ad330c1c9ea85af2331e0696f7

Todas as cidades europeias enfrentam problemas ambientais que  urgem ser  resolvidos. Um autocarro movido a  lixo orgânico já está a circular nas ruas de Bristol e Bath, no Reino Unido. Um exemplo a seguir  no reforço da contribuição ambiental para o desenvolvimento urbano sustentável, tendo simultaneamente em conta as questões económicas e sociais.

 O Bio-Bus, assim se chama o autocarro, tem 40 lugares sentados e opera com gás biometano, gerado a partir do tratamento de esgotos e lixo doméstico.

O veículo ecológico pode circular até 305 km com um tanque de gás, que é produzido a partir do lixo anual de cinco pessoas, segundo o Menos Um Carro, que cita a imprensa britânica.

O seu motor tem um design semelhante ao dos motores convencionais. No entanto, a diferença está na contrapartida ecológica: o autocarro emite 30% menos dióxido de carbono quando comparado com os movidos a gasóleo.

Ideia de negócio: Grilos em farinha para consumo

Imagem1

É sempre bom saber, que mais dois jovens empreendedores, estes de Vila Nova de Famalicão vão apostar na transformação de insetos, designadamente grilos, em farinha para consumo humano, uma matéria-prima «muito rica» em proteínas e vitaminas que será posta à disposição da indústria alimentar.

O projeto “DelightBugs” é da responsabilidade de Tiago Almeida, licenciado em Gestão e Marketing, e de Joana Cardoso, formada na área da Biologia e Alimentação.

Nesta fase inicial, o projeto está apenas a trabalhar com grilos, mas os promotores não descartam a hipótese de recorrerem também a larvas de insetos. Estes jovens têm a sua própria criação de grilos, mas estão a negociar um espaço maior, para poderem dar escala à sua produção.

Dia Mundial da Poupança 2014

Hoje comemora-se o Dia Mundial da Poupança. Comece já a planear a sua independência financeira, tendo presente, que deve realizar mensalmente um orçamento  pessoal ou familiar o mais racional  possível para a compreensão dos seus próprios hábitos de consumo. Reflita sobre os seus sonhos e sobre como transformá-los em realidade por meio de escolhas financeiras mais conscientes. Compreenda a importância do hábito de POUPAR como forma de melhorar a qualidade de vida.

Se parar para pensar, verá que estamos sujeitos a um mundo financeiro muito mais complexo que o das gerações anteriores. Não deixe de consultar as DICAS da DECO e Montepio, que aqui faço referência, de como fazer  uma utilização inteligente do seu dinheiro.

Mantenha o filho longe das contas para crianças (clique na imagem)

Capturar1

Como investir para o prazo de cinco anos (clique na imagem)

Captura2r

Três ideias práticas para cinco mil euros (clique na imagem)

Captura3r

Poupa pouco por mês? Comece a investir mais cedo

(clique na imagem)

Capturar4

Para aceder a mais DICAS do Observador – Deco  e Montepio clique aqui.

Fonte: http://observador.pt/topico/dia-mundial-da-poupanca/

8ª Call For Entrepreneurship

call for

“Tem um projeto inovador e global? O Programa de Ignição da Portugal Ventures, com a colaboração da sua rede de parceiros, abre as portas ao mundo e desafia o talento e a ambição dos empreendedores.

Projetos nas áreas das Tecnologias de Informação e de Comunicação, Eletrónica & WEB, Ciências da Vida, Turismo e Recursos Endógenos, Nanotecnologia e Materiais são elegíveis para investimento.

O Pré-registo da Oitava Call For Entrepreneurship já está aberto. As candidaturas de projetos podem ser apresentadas a partir de 28 de julho.”

Saiba mais em http://www.portugalventures.pt/.

Fonte: Site BicMinho

Formação – Os 7 destinos do sucesso

Já tem destino para as suas férias?

Dado que, todos os empreendedores nunca param, a Associação Acredita Portugal apresenta os 7 destinos para levar as suas ideias ao sucesso.

Defina o percurso que melhor se aplica às suas necessidades e embarque rumo ao sucesso!

Conheça os destinos clicando na imagem:

fff

Fonte: Associação   Acredita Portugal

Criar e dinamizar o seu próprio negócio – Programa OTL

resumo_otl

Em parceria com uma entidade pode criar e dinamizar o seu próprio projeto, ganhando experiência de trabalho, capacidades profissionais, competências profissionais, pessoais e relacionais, além de fomentar o seu espírito empreendedor.

Áreas de Intervenção e duração dos projectos 

  • Empreendedorismo;
  • Investigação;
  •  Associativismo;
  •  Sociocultural;
  • Criativa;
  • Desenvolvimento agrícola;
  • Outra de reconhecido interesse.

Estes projetos têm uma duração entre 264 e 396 horas.

Quem se pode candidatar

  • Jovens com idade compreendida entre 18 e 30 anos. 
  • Associações inscritas no RNAJ – Registo Nacional do Associativismo Jovem; Clubes Desportivos, Associações de Modalidade e Federações Desportivas, ONG -Organizações Não-governamentais; IPSS – Instituições Particulares de Solidariedade Social, Misericórdias e Mutualidades; Câmaras Municipais e Juntas de Freguesia, Outras entidades privadas com ou sem 

Prazos de candidatura
• Até  30 de setembro, devendo o projeto ser apresentado até 30 dias úteis antes do respetivo início.

Para mais informações consulte: 

http://juventude.gov.pt/TurismoTemposLivres/OcuparTemposLivres/ProgOTL/Paginas/OTL-Entidadespromotoras.aspx

 

Portugal e a Europa em crise – Livro recomendado

A edição portuguesa do jornal Le Monde Diplomatique publicou, entre Março de 2008 e Maio de 2011, textos de destacados economistas sobre a crise económica portuguesa e europeia e sobre as alternativas e soluções para a superar. Portugal e a Europa em Crise

                                Editora: Actual Editora    Data de Publicação: 2011

Não podia ser mais oportuna esta publicação, numa conjuntura em que a reflexão crítica sobre estes temas se torna urgente. A obra apresenta uma seleção de organizada por José Reis e João Rodrigues, autores do texto introdutório, e com um texto final de Sandra Monteiro, diretora do jornal.

Eco-Empreendedorismo – Workshop em Estarreja

Na base do workshop “Eco-Empreendedorismo ideias verdes, oportunidades com futuro no Concelho de Estarreja”, está uma nova forma de pensar e de gerar negócios ”verdes”  neste concelho.

Participe neste evento. É necessário estimular os jovens a antecipar factos e a ter uma visão de futuro ambientalmente correto e economicamente viável.

 

Inscreva-se através do formulário de participação:

https://docs.google.com/spreadsheet/viewform?formkey=dGlPX2dMTmRPY2hrSV9uVkktbmN6RkE6MQ

Ranking das empresas mais éticas do mundo

Desta extensa lista constam três empresas portuguesas: EDP, SONAE e PORTUGAL TELECOM.

 

Saiba mais clicando na imagem

Ranking da empresas éticas mundo_2012

Dinheiro Vivo – Novo jornal digital de Economia

DINHEIRO VIVO é o novo JORNAL DIGITAL de Economia com  informação diversificada e detalhada de factos económicos mais relevantes do mundo e o que cada um deles representa no nosso dia-a-dia. Uma ferramenta ágil que terá forte presença em site, redes sociais, aplicações para tablets e smartphones.

A informação é dividida em canais como:

EMPRESAS – Tudo sobre as grandes empresas nacionais e estrangeiras com uma completíssima base de dados empresarial com o perfil de mais de 20 mil empresas europeias.

ECONOMIA – Um canal com a mais completa informação sobre macroeconomia ao nível de análises de variáveis globais como: Produção, Rendimento, Investimento, Poupança, Desemprego, Nível geral de preços, etc.

FAZ – O sítio dos fazedores com histórias na primeira pessoa de projectos de empreendedorismo.

BUZZ  – Marketing, Publicidade, Design e Consumo, áreas que fazem a diferença.

GURU – Uma equipa de top responde a questões do quotidiano económico ( Actas de Condomínio,  Carreiras, IRS, etc. ).

ESTADO – Um canal dedicado à maior área da nossa economia: a Função Pública. A vida dentro dos ministérios, informação detalhada sobre a Administração local e central do Estado.

TAKE AWAY – Sugestões diárias, dos melhores conteúdos económicos na blogosfera. Estudos relevantes, artigos inspiradores, novos pontos de vista.

OPINIÃO – Os factos, a análise e a opinião, sempre em cima do acontecimento. Todas com assinatura de qualidade, e com três editoriais por dia.

REDES SOCIAIS –  Dinheiro-vivo com presença no Facebook, Twitter e Mobile.

EXCLUSIVO HBR  – O leitor tem acesso ao conteúdo exclusivo da respeitadíssima Harvard Business Review.

PONTO FINAL – Cada notícia conta com um Ponto Final: uma síntese com 140 caracteres.

( Clique na imagem para aceder ao Jornal Digital )

No início de Setembro, o Dinheiro Vivo terá a sua versão semanal em papel, aos sábados com o Jornal de Notícias e o Diário de Notícias. Totalmente a cores, 40 páginas semanais com a mais completa informação económica com cobertura nacional. Dinheiro Vivo também marcará presença na rádio através de um programa semanal na TSF.

Fonte: Jornal de Notícias de 17/06/2011

Revista Dirigir – Desafios de Gestão

Revista DIRIGIR com um estilo de leitura acessível e atractiva, de grande rigor e objectividade, pretende ser um espaço de informação actualizada ao nível da GESTÃO.

Destaco aqui a Edição nº 110 e não deixe de ler, entre outros, os seguintes artigos:

–        Estratégia Europa 2020 – Desafios e objectivos para uma nova década
–        Liderança em tempos de crise
–        Cultura de competência e performance nas organizações
–        Gerir-se a si próprio
–        Desigualdade de género na liderança empresarial
–        Os desafios da gestão do tempo
–        Como aumentar as melhores decisões de marketing?!
–        Sabe comunicar ou não?…
–        Observatório eco-inovação

Relatório de Conjuntura Económica

CIP – Confederação Empresarial de Portugal divulga Relatório de Conjuntura Económica de Abril 2011.

Aceda ao relatório clicando na imagem