MENÇÃO HONROSA para ESCOLA SECUNDÁRIA DE ESTARREJA – Prémio Fundação Ilídio Pinho – Ciência na Escola, 14.ª Edição

Escola Secundária de Estarreja volta a receber mais um prémio!

IMG_3262

No dia 30 de junho, no Convento São Francisco, Coimbra, o Projeto “COLTEC – Colete Tecnológico “Wearable Technology” ao serviço da Segurança Rodoviária” conquistou mais um prémio, recebendo uma Menção Honrosa no valor de 3000€ da Fundação Ilídio Pinho – Ciência na Escola, 14.ª Edição, “A Ciência e a Tecnologia ao serviço de um mundo melhor”.

A entrega dos prémios às escolas com projetos distinguidos foi feita em cerimónia pública contando com a presença do Ministro de Educação e Ciência, Dr. Tiago Brandão Rodrigues, do Presidente da Fundação Ilídio Pinho, Eng.ro Ilídio Pinho e do Presidente da República, Dr. Marcelo Rebelo de Sousa.

Tivemos a presença marcante e entusiástica do nosso Diretor, Dr. Jorge Ventura, as visitas muito especiais e que nos sensibilizaram, Reitor da Universidade de Aveiro, Dr.Manuel Assunção, Secretário Executivo da CIRA, Dr. José Eduardo de Matos, Vereador da Cultura e da Educação da Câmara Municipal de Estarreja, Dr. João Alegria, Vereadora da Cultura e da Educação da Câmara de Albergaria-a-Velha, Dr.ª Catarina Rosa Mendes, da ESTGA-UA, o Prof. Dr.Mario Rodrigues, Eng. Paulo e Jorge Melo e muitas outras individualidades da Fundação Ilídio Pinho, governo e x-ministros.

Este projeto foi um desafio aliciante, de grande exigência, praticado numa interação do saber técnico-científico assente num problema multidimensional “elevada percentagem de acidentes rodoviários entre ciclistas e peões”, que requereu uma observação abrangente das determinantes, das consequências e das soluções, bem como exigiu medições e comparações de variáveis em estudo. O colete integra nas costas um ecrã de leds (permitindo remoção/lavagem) para a passagem de sinais rodoviários e texto (Peregrino; Trabalhos; Treino; Perigo). As nossas alunas, Andreia FilipaBeatriz RodriguesGisela Aguiar e Soraia Santos, sonharam e ousaram pôr em prática uma ideia inovadora, no âmbito da “Wearable Tecnology”, planeando e concretizando um protótipo, com os seus parceiros privilegiados, ESTGA-UA e a empresa Aveicellular, Lda. uma solução com boa relação custo-benefício, projetada para permitir reduzir a sinistralidade rodoviária.

“…sempre que um homem sonha, o mundo pula e avança!” 
(António Gedeão)

DSCN5925

 

 

DSCN6053

 

Anúncios

Semana ECO na Escola Secundária de Estarreja – Exposição

Capttttturar

Os alunos da Escola Secundária de Estarreja (Sede de Agrupamento) estão de parabéns pela forma entusiástica como participaram na Semana Eco. O mote foi dado: Desenvolver atitudes reflexivas e comportamentos que tenham em conta as relações do Homem com o meio. Apreciem a qualidade!

11188295_1418234688496925_8166514504580470742_n

11188274_1418235041830223_3153836696194957613_n

11150515_1418234558496938_1578522379226775327_n

11149246_1418234301830297_6232366799336985444_n

411188274_1418235041830223_3153836696194957613_n

VIII Feira da Juventude, Formação e Proteção Civil de Estarreja

VIII Feira

Pela 8.ª vez que o Pavilhão Multiusos de Estarreja recebe a  Feira da Juventude, Formação e Proteção Civil, palco de  vocações e orientação formativa e profissional, uma iniciativa da Câmara Municipal de Estarreja organizada em estreita cooperação com o Agrupamento de Escolas de Estarreja.

Dois dias destinados à juventude num extenso programa de atividades ( workshops, jogos lúdico/pedagógicos, exposições, eliminatórias de concurso de talentos, animações performativas, etc.), procurando a diferença, inovação e a conquista de novos públicos para uma oferta formativa  diversificada e de qualidade, com a Escola Secundária de Estarreja a dar o mote, este ano, com uma forte presença no evento, pretendendo  mostrar aos jovens do seu concelho e limítrofes, diferentes saídas profissionais através de  cursos profissionais e vocacionais, modelos de aprendizagem  de maior flexibilidade que garantem a inserção de quadros com qualificações intermédias no mercado de trabalho da região.

Secundária de Estarreja na Qu@lifica 2014

Qualifica

A Escola Secundária de Estarreja (sede de agrupamento) esteve presente  na QU@LIFICA  2014,  a convite do Ministério da Educação e Cultura. De entre uma oferta  formativa diversificada,  os  oito cursos profissionais existentes na escola afirmam-se num padrão de referência de qualidade.

Patenteando as dinâmicas formativas onde se cruzam saberes, exigências e competências profissionais,  os cursos profissionais  Técnico de Produção em Metalomecânica e Técnico de Eletrotecnia representaram a escola com uma mostra de trabalhos e demonstrações ao vivo. Foram tecidos os mais “rasgados” elogios.

Esta é uma escola comprometida com a excelência, numa dinâmica de trabalho multidisciplinar onde todos vivemos o presente a trabalhar o futuro.

Imagem4

Imagem555

Exposição na ESE “Livro: Passado, Presente e Futuro”

Decorreu, recentemente na biblioteca da  Escola Secundária de Estarreja uma exposição de livros,  revistas e jornais antigos. Algumas raridades puderam ser vistas e apreciadas pela comunidade escolar. As obras expostas fazem parte de um pequeno espólio de livros raros e antigos que a Biblioteca da ESE possui e de coleções privadas de professores que acederam colaborar nesta iniciativa.

Na era dos livros digitais,  a  preservação do património documental e bibliográfico de valor histórico é fundamental para a compreensão e valorização da memória  social, indispensável à construção de uma memória coletiva, um vínculo fortíssimo, capaz de manter de algum modo viva, no espírito dos mais novos, a consciência da continuidade de um povo, a identidade cultural de um país.

Exposição “A Filosofia do Dinheiro”

Recomendo uma visita a esta exposição que tem como pano de fundo a actual crise financeira e a visão de artistas plásticos nacionais e estrangeiros sobre o dinheiro como “Deus da época moderna”.

Vai estar até 5 de Setembro no Pavilhão Branco do Museu da Cidade, em Lisboa.

A exposição reúne obras de 28 artistas nacionais e internacionais. Os portugueses Mariana Silva, Joana Bastos, Sara & André, Sparring Partners, Rita GT e Yonamine, e os estrangeiros Cildo Meireles, Michael Elmgreen & Ingar Dragset, Mads Lynnerup e Alfredo Jaar, entre outros.

O comissário Miguel Amado inspirou-se no livro “A Filosofia do Dinheiro”(1900). Partindo da obra do filósofo alemão Georg Simmel,  onde o autor expõe as suas teses sobre o predomínio do capitalismo, esta exposição reflecte e questiona os pressupostos deste sistema económico à luz da vigente crise financeira. As obras expostas, várias das quais resultaram de encomendas para esta exposição, perspectivam o dinheiro nas suas múltiplas vertentes simbólicas, desde meio de troca a ícone, passando pela significação da presente recessão económica. Através da visão crítica dos artistas participantes, perspectiva-se o dinheiro como o Deus da época moderna, para usar as próprias palavras de Simmel.

Para saber mais clique na imagem

Museu da cidade

Museu da Cidade de Lisboa

«A Filosofia do Dinheiro»

De: 2010-06-23 a 2010-09-05

Horários: 3ª,4ª,5ª,6ª,Sábado,Domingo

Dia Mundial das Telecomunicações e da Soc. da Informação

Assinala-se hoje o Dia Mundial das Telecomunicações e da Sociedade da Informação. A data assinala a criação da UIT – União Internacional de Telecomunicações, fundada a 17 de Maio de 1864. Na sequência do encontro da Cúpula Mundial sobre a Sociedade da Informação, em Túnis, constituiu-se posteriormente o dia 17 de Maio, também como o Dia Mundial da Sociedade da Informação.

 Desde os dias do telégrafo, passando pelas comunicações na era espacial, até a nova era do ciberespaço em que hoje estamos a UIT sempre ajudou a ligar a humanidade no mundo inteiro.

”Melhor cidade, melhor vida com as tecnologias da Informação e comunicação (TIC)” é o tema deste ano por decisão da União Internacional das Telecomunicações (UIT), onde a ANACOM assegura a representação nacional. Procura-se assim chamar a atenção para o papel catalisador que as TIC podem ter para alcançar de melhores condições de vida nos futuros ambientes urbanos.

A Fundação Portuguesa das Comunicações assinala esta data com a inauguração da exposição da artista Daniela Ribeiro, intitulada “Olho Biónico: Ensaio de Comunicação

 

“Olho Biónico: Ensaio de Comunicação”  integra  componentes electrónicos de cerca de 2000 telemóveis e um sistema avançado de conexão via Internet entre pessoas através de olhos biónicos. Os 14 olhos biónicos, apresentados enquanto obras de arte que combinam fotografia e tecnologia, ligados entre si por Internet, permitem o alcance de novas realidades, como por exemplo, um pai que queira ver o seu filho, basta que se ligue ao olho do professor!…

Este trabalho desperta questões éticas e morais sobre a evolução tecnológica das comunicações e pretende provocar diferentes reacções nos visitantes.  Segundo a artista, a forma como vamos comunicar no futuro deve ser fruto de uma reflexão no presente, antes desta visão evolutiva se tornar realidade.