Gripe A – A importância de lavar as mãos

A limpeza e higiene constituem o primeiro passo para um mecanismo de defesa adequado.

lavar mãos

Em tempos de gripe A, a lavagem das mãos ganhou destaque ainda maior. Segundo a Organização Mundial da Saúde, no caso da influenza AH1N1, lavar as mãos pode ser uma medida de prevenção mais eficaz do que usar máscaras cirúrgicas. “Ao espirrar, normalmente as pessoas levam a mão à boca e nariz. O vírus influenza permanece vivo nas mãos por até 15 minutos e nas superfícies por até 48 horas”. Nesse período todas as pessoas e objectos ou superfícies que forem tocadas serão contaminados.

 

A maioria das doenças poderiam ser evitadas com a simples lavagem correcta das mãos.

O influenza não é o único vírus que tem uma vida longa fora do corpo humano. O rotavírus, que provoca vómito, diarreia e febre, especialmente em crianças menores de cinco anos, pode permanecer vivo por até duas semanas em superfícies e objectos como brinquedos, por exemplo. A lavagem das mãos depois da troca de fraldas é essencial para evitar a contaminação pelo rotavírus. O vírus sincicial respiratório (VSR), que pode provocar pneumonia, sobrevive dez vezes mais tempo nas superfícies do que nas mãos, por exemplo. Já o vírus da hepatite B fica vivo por até sete dias no ambiente.

Fonte: SIS.SAÚDE

 

Advertisements

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: