Programa de Estágios de Jovens Estudantes do Ensino Superior nas Empresas

imgLoader

“Está lançada a 22ª edição do PEJENE – Programa de Estágios de Jovens Estudantes do Ensino Superior nas Empresas, promovido pela Fundação da Juventude.

O PEJENE enquadra-se num dos vetores estratégicos de atuação da Fundação da Juventude – Emprego e Empreendedorismo – sendo um forte contributo para ultrapassar o obstáculo da falta de experiência e de Curricula dos jovens alunos e da pouca preparação para o mundo do trabalho.

Os estágios destinam-se a todos os jovens que frequentem o penúltimo e o último ano de qualquer curso do ensino superior (Licenciatura, Mestrado ou Mestrado Integrado, Pós-Graduação), em estabelecimentos de ensino público, privado e/ou cooperativo, abrangendo todas as áreas de estudo. Destina-se também a todas as empresas/entidades interessadas em acolher estagiários.

Os estágios da 22ª edição realizam-se entre julho e setembro. Para além da experiência proporcionada, os estagiários podem ainda contar com os subsídios de alimentação e de transporte, assim como um Seguro de Acidentes Pessoais.”

Para mais informações aceda ao site: www.fjuventude.pt/pejene2014

Fonte: Fundação da Juventude

Empregabilidade jovem – IMPULSO JOVEM

Em resposta ao agravamento da situação do desemprego jovem em Portugal e ao desafio proposto pelo Presidente da Comissão Europeia aos oito Estados membros que apresentam maiores dificuldades de integração da população jovem no mercado de trabalho, o Governo português promove o Plano Estratégico «Impulso Jovem» assente em três pilares, apoiado por diversas medidas:

– Estágios profissionais «Passaporte Emprego», destinado a incorporar jovens desempregados em entidades com ou sem fins lucrativos, em particular as do setor de bens transacionáveis nas regiões de convergência (Norte, Centro e Alentejo), e a facilitar a transição para o mercado de trabalho nos setores de aposta estratégica através de um mecanismo de estímulo à contratação, incluindo um prémio de integração dependente da contratação sem termo

– Apoio à contratação e ao empreendedorismo e do Programa «Portugal Empreendedor», abrangendo um conjunto de medidas articuladas que desenvolvem projetos de empreendedorismo levados a cabo por jovens ou por empresas que recrutem jovens desempregados há mais de quatro meses e com qualificações superiores.

  •  Adoção do Programa «COOP Jovem»como projeto de empreendedorismo jovem, apoiando a criação de cooperativas, através do financiamento direto por cada cooperante que tenha idade compreendida entre os 18 e os 30 anos e o 9º ano de escolaridade
  • Desenvolvimento do programa nacional de microcrédito, destinado a facilitar o acesso ao crédito – através da tipologia MICROINVEST – e a prestar apoio técnico na criação e na formação do empreendedor durante os primeiros anos de vida do negócio, dando prioridade aos casos em que o beneficiário ou contratado tenha idade compreendida entre os 16 e os 34 anos e seja um desempregado inscrito num centro de emprego há, pelo menos, quatro meses

– Apoio ao investimento – O financiamento do Plano «Impulso Jovem» obedece às linhas estratégicas definidas pela Comissão Interministerial de Orientação Estratégica dos Fundos Comunitários e Extracomunitários, assegurando-se que uma parte dos apoios previstos são direcionados para as regiões de convergência (Norte, Centro e Alentejo), de forma a contribuir para a redução das assimetrias regionais e para a coesão territorial, social e nacional.

Fonte: CIEJD

Curso Profissional Técnico de Gestão – ESTÁGIOS

O estágio para qualquer estudante é um momento marcante de aprendizagem, indispensável a quem pretende estar preparado para enfrentar os desafios de uma carreira profissional e do mercado de trabalho.

Como directora de curso e  professora acompanhante de estágio da turma do 11º L do Curso Profissional Técnico de Gestão, gostaria, aqui, de expressar a minha satisfação pela eficiência e dedicação ao trabalho desenvolvido por estes meus alunos e pelos excelentes resultados obtidos .

Estes resultados confirmam que os alunos, de uma maneira geral assimilaram bem os ensinamentos recebidos, comprovando que existe uma adequação entre a formação ministrada por todo um grupo de docentes e os requisitos empresariais existentes no mercado de trabalho.

Ganharam consciência de um mundo em constante transformação, cada vez mais exigente ao nível dos diferentes saberes e competências. Importa salientar que o empenho, a motivação, a força de vencer, o querer aprender sempre mais e mais, e adquirir novas competências, estiveram sempre presentes ao longo desta primeira experiência profissional

Ultrapassaram medos e obstáculos, reforçaram a sua auto-estima, adquirindo uma nova postura e forma de estar face à evolução de novos processos tecnológicos e de organização.

Importa reconhecer, nesta 1ª experiência ( 210h – 24 de Maio a 8 de Julho ),  sentida e vivida em contexto de trabalho por estes jovens, a importância dada à competência, sentido de responsabilidade e disciplina pessoal, à partilha de valores e ao espírito de equipa, que começam a ter um peso igual ao dos conhecimentos adquiridos na escola.

Não posso deixar passar, também, sem agradecer de forma sentida e de grande reconhecimento a todos os representantes das diversas empresas/entidades* dos sectores público e privado, que aceitaram com entusiasmo proporcionar a estes alunos a oportunidade de mostrarem os conhecimentos adquiridos ao longo do seu percurso escolar, e ainda aos monitores e restantes colaboradores pela disponibilidade, interesse e o empenho demonstrados na partilha de conhecimentos e experiências, fonte de enriquecimento pessoal e profissional.

 * Câmara Municipal de Estarreja; Escola Secundária de Estarreja; CIRES – Companhia Industrial de Resinas Sintéticas, S.A.; TJA – Transportes J. Amaral S.A.; Aveicellular, Comunicações e Acessórios Lda.; M. Contas – Marques Mendonça Unipessoal, Lda.; AXA Seguros – Estarreja; Frutas Ernesto – Comércio de Frutas e Legumes por Grosso, Lda.; Inforcef – Vaz, Barreto & Tavares Lda.; TIEN 21 – Albano Botelho Electrodomésticos, Lda.; HL Seguros; Multiaveiro – Projecto de Formação e Investimento Lda.; SIROCO – Soc. Industrial de Robótica e Controlo, SA; TALCOAL – Contabilidade e Fiscalidade, Lda.

 

5000 Estágios Profissionais na Administração Central

“Com a publicação do Decreto-Lei n.º 18/2010, de 19 de Fevereiro, e com a publicação, das Portarias n.º 172-A/2010 e n.º 172-B/2010, que regulamentam o regime previsto naquele Decreto-Lei, foi instituído um novo programa anual de estágios profissionais na Administração Pública Central (PEPAC) e definidas as regras, prazos e contingentes da 1ª edição deste programa.

Com a disponibilização de 5000 estágios profissionais, repartidos pelos diversos organismos e serviços da Administração Central, o Governo cria uma nova oportunidade para três tipos de situações: jovens à procura de primeiro emprego, jovens licenciados em situação de desemprego e jovens que, embora se encontrem empregados, exerçam uma ocupação profissional não correspondente à sua área de formação e nível de qualificação.

A partir de 1 de Julho e ao longo de um ano, os jovens seleccionados terão oportunidade de, em contacto com as regras, boas práticas e sentido de serviço público, valorizarem as suas qualificações e competências, mediante o desenvolvimento de experiências formativas e profissionais, nas mais diversas áreas de formação e educação (cf. o anexo com o resumo das ofertas de estágio).

Em atenção a princípios de transparência e celeridade, a apresentação e o processamento das candidaturas, incluindo a selecção dos candidatos em função da avaliação curricular, são integralmente realizados em suporte electrónico no sítio da Internet do PEPAC (www.bep.gov.pt/pages/estagios/default.aspx), acessível no portal da Bolsa de Emprego Público (www.bep.gov.pt), onde  estará disponível toda a informação relevante respeitante à 1.ª edição do PEPAC.

Os interessados poderão começar a apresentar as suas candidaturas, no sítio referido. Outras datas relevantes poderão ser consultadas no cronograma em anexo.”

Para quaisquer esclarecimentos adicionais, os interessados poderão utilizar o seguinte endereço: pepac@dgaep.gov.pt.

( clique na imagem e aceda ao site)

 Fonte:www.governo.gov.pt/pt/

Programa Inov-Social promove 1000 estágios profissionais

Estão abertas candidaturas ao mais recente programa de estágios profissionais, Inov-Social. Têm a particularidade de ter lugar em instituições sociais.

As candidaturas decorrem até 30 de Abril. Devem ser efectuadas exclusivamente pelas entidades beneficiárias ou organizadoras, através de formulários próprios disponíveis em www.inovsocial.gov.pt.

Para se candidatar clique em:

image

O programa, recentemente aprovado em Conselho de Ministros, tem por objectivo colocar 1000 jovens qualificados em estágios a realizar em instituições da Economia Social.

Instituições particulares de solidariedade social ou equiparadas, Misericórdias, cooperativas de solidariedade social, entidades culturais de âmbito social, associações de desenvolvimento local, entre outras associações, federações e confederações constituem a lista de locais de acolhimento para os jovens estagiários.

Este programa de estágios profissionais foi criado no âmbito de uma política de afirmação do potencial de criação de emprego do sector da Economia Social.

Os destinatários são jovens desempregados, com idades até 35 anos, habilitados com qualificação de nível superior numa das seguintes áreas de formação: Economia, Gestão, Direito, Ciências Sociais e Engenharia.

Fonte: Programa INOV-SOCIAL