Economia de comunhão chega a Portugal

A  crise económica instalou-se … eis uma proposta que vale a pena considerar …

Nasceu no Brasil em 1991, mas em Portugal só recentemente foi adoptado o conceito. A  “Economia de Comunhão” (EdC) tem uma lógica subjacente,  cuja filosofia tem a ver com a criação ou reestruturação de empresas, pequenas ou grandes, entendidas como comunidade de pessoas, cujos proprietários livremente distribuem os lucros de acordo com um critério.

A novidade da Economia de Comunhão nas empresas está na distribuição dos lucros em função de três finalidades:

  • ajudar as pessoas que estão em dificuldade, criando novos postos de trabalho e satisfazer as suas necessidades básicas através de projectos de desenvolvimento, começando com aqueles que partilham o espírito do projecto; 
  • difundir a “cultura do dar” e da reciprocidade, sem a qual é impossível realizar uma Economia de Comunhão; 
  • desenvolver a empresa, que deve permanecer eficiente e competitiva, enquanto se abre à gratuidade.

 

 

Economia de comunhão chega a Portugal – RTP Noticias, Vídeo 

 

Anúncios