VISITA DE ESTUDO: RTP – Museu do Dinheiro (2.ª parte)

dscn3834

Visita de Estudo – Parte II (9/02/2017)

Ao início da tarde rumámos ao MUSEU DO DINHEIRO. Entrados no hall da antiga Igreja de São Julião (verdadeiramente imponente ) e revistados eletronicamente, iniciámos uma viagem pela máquina do tempo… Na cripta da antiga igreja foi-nos dado a conhecer um troço da Muralha de D. Dinis, classificada como Monumento Nacional (descoberta nas escavações arqueológicas realizadas em 2010), uma construção medieval que nos levou numa viagem, percorrendo mais de 1000 anos da história de Lisboa. Transportada que foi a porta da casa-forte, nove salas temáticas do Museu deram-nos a conhecer a origem do dinheiro, e a relação que se foi estabelecendo ao longo dos tempos com o HOMEM. Fomos convidados a tocar numa barra de ouro de mais de doze quilos e meio, que valerá, dependendo da cotação, meio milhão de euros, a manusear uma moeda virtual, a viajar num mapa, a trocar bens por dinheiro com um computador que simboliza um deus grego, a utilizar o simulador de um poço de desejos e a deixar um depoimento sobre a relação que temos com o dinheiro. Importante, foi também conhecer alguns dos objetos que eram usados, antigamente nos bancos assim como máquinas, chapas de impressão, esboços e desenhos que estão na origem das moedas e notas. Uma excelente viagem pela nossa história. Esta memorável visita teve ainda uma paragem no Forum de Coimbra para um breve jantar.

Continuar a ler

VISITA DE ESTUDO: RTP – Museu do Dinheiro

dscn3671

Visita de Estudo – Parte 1 (manhã – 9/02/2017)

A RTP – Lisboa proporcionou a duas turmas do 12.º Ano do Agrupamento de Escolas de Estarreja, Prof. Técnico de Gestão e Prof. Técnico de Marketing uma visita guiada às suas instalações, com a finalidade de observar o backstage de alguns programas, régies e respetivos processos técnicos e artísticos disponíveis, com os alunos a interagir com diferentes tipos de linguagem mediática. Ainda antes de seguirmos para o Museu da RTP, houve tempo para visitar os estúdios da Rádio, a saber: Antena 1, Antena 2, Antena 3 e RDP Internacional. O almoço, por sinal muito bom, realizou-se na cantina do canal de serviço público.

Continuar a ler

Visita de Estudo – RTP e MUSEU DAS COMUNICAÇÕES

VE

No dia 22 de fevereiro, as turmas do 12.º H (Técnico de Gestão) e 12.º J (Técnico de Marketing), do Agrupamento de Escolas de Estarreja, deslocaram-se a Lisboa para uma visita aos estúdios da RTP e respetivo Museu, acompanhadas de quatro professoras, Adélia Felgueiras, Fernanda Matos, Lúcia Branco e Rosário Santos. Tiveram oportunidade de ouvir as interessantes histórias que cada objeto conta sobre a vida de mais de meio século da nossa televisão pública, pela voz da guia do museu e ainda gravar um pequeno programa, no estúdio existente para o efeito. Uma experiência interessante e inesquecível para os alunos que participaram.

Após o almoço e um breve descanso, rumámos até ao Museu das Comunicações. Aqui, foi-nos dado a conhecer o património histórico, científico e tecnológico das Comunicações. Por fim uma interessante visita à “Casa do Futuro”.O reforço de um conhecimento multidisciplinar e visão sistémica em áreas tão específicas, captou o interesse de todos os alunos. Estes jovens revelaram interesse e atitude responsável, valorizando a diversidades dos conhecimentos adquiridos.

Recrutamento da Britânica Yieldify no Porto

transferir

Contratação de  40 engenheiros e designers até final do ano!

A startup inglesa Yieldify acaba de inaugurar um novo centro de tecnologia e desenvolvimento na área do marketing preditivo e escolheu o Porto como base para o projeto.

 A empresa, fundada em Londres em 2013, dedica-se à criação de ferramentas que permitem às marcas compreender o comportamento das pessoas que visitam os seus sites de maneira a tirar o maior potencial dessas visitas. O objetivo da empresa é que os serviços sirvam para aumentar a taxa de conversão das visitas em vendas.

Londres, Nova Iorque, Berlim e Sydney são as outras cidades onde a Yieldify já tem escritórios. 

Marca «PORTUGAL»

A marca «Portugal Sou Eu»

portugal-sou-eu

vai ser internacionalizada com a designação «Portugal», com o objetivo de promover os produtos, serviços e talentos portugueses nos eventos a realizar nos mercados externos, anunciou, hoje, o Ministério da Economia.

 Depois do apelo à ligação dos portugueses aos seus produtos, agora há o alargamento desse apelo ao mundo», afirmou o secretário de Estado da Inovação, Investimento e Competitividade, Pedro Gonçalves, à margem da assinatura do protocolo entre o Instituto de Apoio às Pequenas e Médias Empresas e à Inovação (IAPMEI) e a Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP).

LER e APRENDER sempre…

LER  é sonhar, amar, viajar, conhecer  e aprender. Ler é ter a oportunidade de encarnar todo tipo de aventura através dos personagens. Muito original foi  a ideia da livraria italiana Mint Vinetu, de publicitar o hábito à leitura utilizando  as capas dos livros como máscaras. A campanha mostra como é simples mergulhar no mundo da leitura e poder vir a transformar-se no seu herói favorito.

Na sequência: Dom Quixote (Cervantes), O Homem Invisível (H.G. Weels), Hamlet (Shakespeare) e Frankestein ( Mary Shelley).

mintvinetubookstore4

 mintvinetubookstore3

 mintvinetubookstore2

 mintvinetubookstore1

 Neste verão e nas suas férias não deixe de viajar acompanhado de LIVROS.

Projeto RAMPA, concurso ( CME) – entrega de prémios

Rampa1

“…a cidade é a rua, o lugar dos encontros… A cidade do desejo não é a cidade ideal, utópica e especulativa, mas a cidade que se quer e reclama, repleta de conhecimento quotidiano e de mistério, de segurança e de encontros, de liberdades prováveis e de transgressões possíveis, com direito à liberdade…”

Jordi Borja ( sociólogo e urbanista)

A preocupação com a acessibilidade e mobilidade para todos é um desígnio das sociedades. O conceito fundador das cidades  e vilas  deve ser entendido enquanto espaço total  de liberdade. Quando em algum momento da nossa vida experimentamos a diferença e vivenciamos a distância que nos separa da pessoa saudável, é aí, nesse momento, que as adversidades e as barreiras do meio em que vivemos nos tocam no fundo da nossa existência. Há que garantir a todos o pleno exercício de direitos de uma cidadania ativa.

Neste sentir a Câmara Municipal de Estarreja  e no âmbito do projeto Rampa  e concretização do Plano Municipal de Promoção da Acessibilidade, promoveu um concurso  destinado a jovens alunos de diferentes níveis de ensino nas áreas de desenho, fotografia, prosa, spot promocional e azulejaria.

No dia 4 de janeiro no auditório da Biblioteca Municipal de Estarreja, realizou-se a cerimónia de entrega de prémios aos vencedores nas diferentes áreas. A ESE vincou a sua participação pela qualidade dos trabalhos apresentados, com quatro honrosos prémios nas seguintes categorias:

Spot Promocional – Secundário

  • 1º prémio – Pedro Manuel Sousa Silva – Curso Profissional  Técnico de Marketing – 11º N

  • 2º prémio – Paulo Renato Sousa Almeida  – Curso Profissional  Técnico de Marketing – 11º N

  • prémio – Rodrigo Joaquim M. Rodriguez – Curso Profissional  Técnico de Marketing – 11º N

Prosa/Escrita – Secundário

  • 1º prémio – Afonso Mendonça – 10º Ano

____________________

Todas estas ações são uma mais valia no reforço das aprendizagens e constituem-se como o embrião na formação de novas gerações mais inclusivas e consequentemente mais participativas.

 ____________________

Clique em “Ler mais” para ver fotos do evento…

Continuar a ler

IPAM – Palestra na Secundária de Estarreja

ipam

No passado dia 5 de dezembro deslocaram-se à nossa escola três professores do IPAM de Aveiro (Instituto Português de Administração de Marketing), para dinamizarem atividades de enriquecimento curricular no âmbito do marketing.

Conquistaram uma plateia de alunos ( 12º H – Curso Profissional de Gestão, 11º N e 12º N – Curso Profissional de Marketing) e professores com o Dr. Joaquim Marques a introduzir o tema, mostrando a importância do marketing no desenvolvimento dos negócios. Marketing pode ser visto como um misto de arte, sedução e de ciência, na missão de satisfazer necessidades e realizar os desejos dos consumidores. A primeira manifestação do marketing na história da humanidade terá sido no paraíso, quando a famosa serpente de Adão e Eva ofereceu a sua suculenta e tentadora maçã. Eva “vendeu” o paraíso a Adão utilizando uma técnica muito simples, mas infalível a sedução… Por meio de metáforas relacionadas à sedução, o palestrante captou a atenção de todos, não deixando de ressaltar que o marketing “… é o processo de gestão responsável por identificar, antecipar e satisfazer de uma forma rentável as necessidades dos consumidores”.

Seguiu-se uma atividade focalizada nos 5 sentidos humanos, onde foram exploradas experiências através da criação de estímulos e sentimentos. Ficou provado que o cliente/consumidor não avalia um produto como um item isolado somente focado nos seus benefícios e características, mas sim na forma como ele se encaixa nas relações sensoriais produzidas, o que é capaz de remeter o cliente numa perceção de valor único.

Foi, inquestionavelmente, uma palestra bem conseguida, interessante e muito bem apresentada e que mereceu palavras elogiosas dos presentes.

Uma experiência a repetir.

Livro: "Buyology – A Ciência do Neuromarketing"

“Buyology”, publicado em 2008, é um dos livro que tem influenciado o conceito de  marketing nos últimos anos, pondo em causa muitas das convicções/mitos sobre o processo de tomada de decisão dos consumidores. O principal objetivo desta obra é precisamente preencher as lacunas existentes na explicação do comportamento dos consumidores, utilizando o Neuromarketing.


Autor: Martin Lindstrom

Editora e Data: Gestão Plus – 2009

(Original Doubleday 2008)

Palavras Chave:“Neuromarketing”; “Neurónios Espelho”; “Marcadores Somáticos”; “Branding Sensorial”; “Envolvimento Emocional”.

 

Trata-se de um livro obrigatório, considerado uma obra fundamental, muito influenciada pelo trabalho de António Damásio e é recomendado por Seth Godin e Phillip Kotler.

A sua conclusão mais importante é que, enquanto consumidores, o que dizemos não coincide com o que sentimos ou fazemos.

O Neuromarketing é definido pelo autor como: “ a conjugação de conhecimentos médicos, tecnológicos e de marketing, aos quais se acrescenta a possibilidade de analisar o cérebro de forma a compreender o que o estimula.”

Num mundo em que as mensagens publicitárias dominam e influenciam as decisão de compra, é necessário estudar a forma como o cérebro reage  e escolhe, sendo um instrumento essencial para os marketeers.

 

O poder do “status social” na motivação de compra de produtos verdes

Gostaria de partilhar com todos os leitores, este  interessante artigo de Carolina Afonso, especialista em marketing sustentável e  autora do livro “Green Target – As Novas Tendências do Marketing”

“Uma investigação levada a cabo conjuntamente pela Roterdam Business School, pela Minnesota University e pela New Mexico University divulgada recentemente revela que os consumidores optam por produtos verdes como veículos híbridos, detergentes ecológicos ou dispositivos energeticamente eficientes em detrimento dos seus homólogos convencionais, em grande parte para melhorar o seu status social.

 Os autores desta investigação concluíram que os consumidores estão dispostos a sacrificar o luxo e a performance para beneficiarem do suposto status social que a compra de produtos com menor impacto ambiental lhes pode conferir.

Segundo um dos autores, Bram Van den Bergh, conduzir um carro luxuoso mas com um impacto pouco ecológico comunica o bem-estar financeiro do consumidor, mas também sugere o seu grau de individualismo. Por seu turno, conduzir um híbrido, como o Prius, não só é revelador de bem-estar financeiro, porque este custa muito mais do que um carro convencional, como também demonstra que o proprietário se preocupa com o bem-estar da sociedade.

Através da metodologia adoptada para este estudo, os pesquisadores descobriram também que as pessoas são mais compelidas a consumir “produtos verdes” quando estão em público.

Num dos testes realizados, cerca de 168 estudantes foram divididos em dois grupos. O primeiro leu um texto sobre status social e o outro leu uma história em que não havia uma mensagem relativa a status. Instigados a fazer uma decisão hipotética de compra entre um automóvel “verde” e um convencional – com o mesmo preço, mas com luxo e performance superiores ao carro ambientalmente correcto – 37,2% do grupo de controlo escolheu o automóvel verde. Esta percentagem sobe para 54,5% no grupo que leu o texto com uma mensagem sobre status social. Os autores afirmam esta conclusão é reveladora de que instigar o desejo de status social pode ser um caminho para encorajar as pessoas a fazer “opções mais verdes”.

Num outro teste, 93 estudantes foram incentivados a fazer uma escala entre produtos verdes e convencionais do mesmo preço, dependendo do local da compra (em público ou em casa, via internet). Ao lerem um texto com uma mensagem relativa a status, como na primeira experiência, a preferência por produtos verdes em compras feitas em público foi bem maior do que em compras feitas de casa. Um terceiro teste demonstrou que compradores preocupados com status preferem produtos verdes quando estes são mais caros do que os similares convencionais.

Os autores deste estudo argumentam que as descobertas revelam uma forma ainda inexplorada de motivar o comportamento ambientalmente correcto, deixando indícios de que o poder do status social pode ser aproveitado como uma ferramenta crítica na promoção de mudanças significativas no comportamento de compra ecologicamente correcto.”

 Fonte: Imagens de Marca – Opiniões que marcam

Semana Nacional do Marketing

“Começa hoje a 11ª edição da Semana Nacional do Marketing, uma iniciativa da Associação Portuguesa dos Profissionais do Marketing (APPM). O ponto alto está reservado para quinta-feira, dia do Congresso Internacional do Marketing, marcado para o ISCTE (Lisboa), que abordará o tema Inovação em Tempos de Mudança. Jeremy Gutsche, fundador do Trendhunter.com, será o keynote speaker. Gutsche é também autor do livro Exploiting Chaos, que mostra como as empresas conseguem prosperar em tempos de crise.

Ao longo da semana vão decorrer os Encontros do Marketing no IPAM de Aveiro, de Lisboa e do Porto, na Escola Superior de Tecnologia de Abrantes, no Instituto Superior de Comunicação Empresarial, no Escola Superior de Gestão, Hotelaria e Turismo da Universidade do Algarve e na Universidade Lusíada de Vila Nova de Famalicão. A fechar a semana, na sexta-feira, será a vez do Congresso de Estudantes de Marketing e Comunicação, marcado para o ISCTE.”

 

Fonte: Meios & Publicidade

Semana do 12º Festival do Clube de Criativos

O programa do 12º Festival do Clube de Criativos de Portugal (CCP), este  ano dedicado ao tema “storytelling”, e que irá decorrer de 10 a 14 de Maio no espaço Atmosferas da ETIC  (Escola Técnica de Imagem e Comunicação  – Lisboa ) já está definido.

O Festival iniciou-se hoje, com a inauguração da exposição dos trabalhos premiados este ano; da exposição de Fotografia “Sai fora do Formato”, um conjunto de fotografias enviadas pelos sócios e simpatizantes do CCP para mostrar que há mais criatividade para além do dia-a-dia de trabalho; e da exposição dos trabalhos premiados no ADC*E – Art Directors Club of Europe.

No dia 13 de Maio, a partir das 19 horas, decorrem as Palestras Talking Heads, que sob o tema “Storytelling” irão contar com Nuno Artur Silva (humorista e escritor), Afonso Cruz (ilustrador, escritor e músico), Ricardo Miranda (criativo publicitário) e Cláudia Clemente (arquitecta, realizadora e escritora) para falar sobre a sua visão do tema e sobre uma marca com um significado especial nas suas vidas.

Para mais informações: http://www.clubecriativos.com/

The Marketing Service Time – 4ª edição

11 de Março será a data de realização da 4ª edição do QSP Summit, na Exponor.  “The Marketing Service Time” é a temática desta conferência internacional, a contar com Leonard Berry, Klaus Wertenbroch e Pedro Dionísio como oradores principais.
 
O recurso ao marketing em serviços é cada vez mais relevante para as organizações, que tendem a afirmar o seu diferencial na oferta de produtos com serviços agregados reconhecidos e valorizados pelo cliente, traduzindo-se em fidelização e aumento de rentabilidade. Por outro lado, também é inequívoca a importância determinante dos “touch points” no sucesso das organizações, onde o processo de operacionalização do serviço contará com inúmeros factores estratégicos que serão destacados nas diferentes intervenções da QSP Summit 2010.
 
Leia aqui o programa:
 
 
Fontes: Blogue: – FaceTuris

 

Marcas portuguesas entre as 500 mais valiosas do mundo

marcas 

Um estudo promovido pela Brand Finance, destaca várias marcas portuguesas entre as 500 mais valiosas do mundo. Nesta lista, cujos seis primeiros lugares cabem a empresas norte-americanas, estão colocadas empresas lusas como EDP e PT, evidenciam-se vários bancos nacionais.

A CGD, o BCP, o BES, o BPI e o Banif são as cinco marcas portuguesas de bancos mais valiosas do mundo, no entanto já nenhum banco português figura nos 100 mais valiosos.

A primeira posição entre as marcas nacionais pertence à Caixa Geral de Depósitos (CGD), cujo valor de marca cresceu de 958 milhões de euros no ano passado para 1,09 mil milhões de euros em 2010.

Porém, a CGD caiu da anterior 79.ª posição para a actual 101.ª do estudo «As 500 marcas de bancos mais valiosas do mundo», pelo que Portugal deixou de ter um representante no ‘top’ 100 global.

O Banco Comercial Português (BCP) ocupa o segundo lugar da tabela portuguesa, com o valor da marca a crescer para 626 milhões de euros em 2010, face aos 511 milhões de euros do ano passado, seguindo-se-lhe o Banco Espírito Santo (BES), que viu o valor da sua marca crescer de 220 milhões de euros em 2009 para os actuais 535 milhões de euros, mais que duplicando em apenas 12 meses.

Relativamente, às restantes marcas empresariais, destacam-se a EDP, na 192ª posição, com um valor de 4,4 mil milhões de dólares, e a PT, em 373º lugar, com 2,5 mil milhões de dólares, valor que é quase o dobro do registado em 2009 (1,35 mil milhões de dólares), segundo o mesmo estudo.

A brasileira Vivo, que apesar de não ser uma empresa portuguesa, tem uma relação muito estreita com a PT, também surge nesta lista, ocupando a 425ª posição.

A lista é liderada pela Walmart, cujo valor de marca é de 41,36 mil milhões de dólares, seguida pela Google, que passou da 5ª posição no ano passado para o 2º lugar este ano. Em terceiro lugar surge a Coca-Cola, com um valor de marca de 34,8 mil milhões de dólares.

Fonte: Jornal de negócios online

SOMOS TODOS CRIATIVOS…

Sabia que são necessárias, em média, 60 ideias para se conseguir uma vitória?

A média japonesa é de 61 ideias por funcionário/ano. As empresas japonesas incentivam erros na tentativa de descobrir algum produto, serviço ou métodos novos. A TOYOTA coloca em prática cerca de 95% das 2,65 milhões de ideias dadas pelos seus colaboradores. Já, a NISSAM considera seriamente qualquer sugestão que economize 0,6 segundos; o tempo necessário para erguer um braço.

Uma pesquisa realizada por Geog Land, que envolveu 1.600 crianças e 200 mil adultos, mostrou que 98% das crianças na faixa etária de três a cinco anos são génios e que apenas 2% dos adultos acima de vinte e cinco anos são génios. A questão é: onde estão os 96% das crianças que, ao se tornarem adultas e ultrapassaram os vinte e cinco anos, deixaram de ser génios?

  • O problema, segundo Land, está na educação que recebemos dos nossos pais e professores, fazendo com que o potencial criativo das crianças adormecesse.

 Maslow afirmou que:

“O homem criativo não é o homem comum ao qual se acrescenta algo; o homem criativo é o homem comum do qual nada se tirou”.

Assim, concluímos que o nosso potencial não está perdido, apenas está a aguardar o momento de despertar. 

Autor: Menegatti; Menegatti, conferencista em Vendas, Motivação e Liderança. Administrador de empresas, pós-graduado em Produtividade e Qualidade Total, MBA em Gestão Empresarial. www.menegatti.srv.br

Livro do dia – Marketing para Empreendedores e PME

“Pensar o marketing desde o projecto” é um desafio que se impõe, cada vez mais nos nossos dias  aos empreendedores que pretendam apostar em novos negócios.

Na linha deste  pensamento, três professores da GlobADVANTAGE –  Center of Research in International Business & Strategy, Unidade de Investigação do Instituto Politécnico de Leiria (IPL), lançaram recentemente o livro “Marketing para Empreendedores e Pequenas Empresas, que pretende ser um manual prático para PME, com ferramentas que ajudarão a criar «competências e capacidades para melhor pensar, planear, gerir e actuar no mercado».

O “plano de marketing”, o “web marketing”, “o produto a oferecer no mercado”, o “comportamento do consumidor, a “selecção do mercado-alvo”, os “estudos de mercado” e até as “oportunidades de negócio no ambiente externo” são temáticas abordadas, neste livro,  numa perspectiva prática e real.

Convém realçar, que  vários exemplos acompanham a apresentação dos conceitos e um  pequeno “teste de avaliação”, poderá  servir para testar o seu conhecimento, que se encontra integrado num capítulo exclusivamente dedicado ao empreendedorismo.

 Fonte: QueroMais

Livro do dia – NEUROMARKETING

neuromarketing

Neuromarketing – Descodificando a Mente do Consumidor

Pedro Camargo

IPAM – Instituto Português de Administração do Marketing

 

É do consenso geral que o Marketing se encontra em toda a parte, até o  podemos encontrar no “cérebro humano”.

Este livro editado pelo Instituto Português de Administração do Marketing (Edições IPAM), é da autoria de Pedro Camargo. O especialista brasileiro em Marketing e neurociência deixa-nos um estudo interessante que acaba por explicar a influência dos factores biológicos no comportamento do consumidor.

A obra é útil para profissionais de Marketing, mas também para quem trabalha em áreas orientadas para o cliente, como é o caso da Gestão e da Economia. Será também será importante, para todos aqueles que querem aprofundar conceitos-chave que ajudam não só a perceber o consumidor e os seus anseios, como também a desconstruir alguns dos mitos que continuam a persistir e a existir nas áreas do Marketing e das teorias comportamentais.

O Neuromarketing é um campo de investigação cada vez mais explorado quer por profissionais quer por académicos. Ao longo de 147 páginas, o livro “Neuromarketing – Descodificando a Mente do Consumidor” revela as empresas, cientistas e universidades que têm realizado pesquisas nesta área, descrevendo minuciosamente as técnicas utilizadas e as descobertas efectuadas.

Fonte: Revista online Livros & Leituras

Concurso europeu premeia empresas com marketing inovador

Até 31 de Dezembro decorrem as candidaturas ao

“European Seal of e-Excelence 2010”.

 

O objectivo deste concurso é, atribuir um selo de excelência às empresas dos sectores de tecnologias de informação e comunicação (TIC) e de meios digitais que se destacam por desenvolverem estratégias e acções de marketing inovadoras.

O requisito de participação nesta iniciativa, promovida desde 2003 pelo Fórum Europeu de Multimédia, em conjunto com diversos parceiros europeus, é combinar produtos ou serviços diferenciadores com marketing de excelência.  Em Portugal, destaca-se o apoio da ANJE – Associação Nacional de Jovens Empresários.

Os vencedores podem  fazer uso do selo concedido em todos os seus materiais de promoção, recebem uma inscrição gratuita no Fórum Europeu de Multimédia, usufruem de tarifas especiais em todos os serviços de um plataforma informática, entre muitas outras vantagens oferecidas pelos parceiros e patrocinadores do concurso.

Já tiveram o privilégio de obter este certificado, nos últimos 8 anos, as seguintes empresas:  Nokia (Selo de platina, 2004), VASCO data security (Selo de platina, 2008), Zanox (Selo de platina, 2008) e PANGORA (Selo de ouro, 2007) que foram certificadas com o “European Seal of e-Excelence 2009”.

Os prémios são atribuídos numa cerimónia no CEBIT, a maior feira comercial europeia do sector das TIC.

Para a edição de 2010, faça a sua candidatura até ao último dia de 2009, através deste site European Seal of e-Excellence.

Para aceder clique na imagem.

European Seal of e-Excellence

Fonte: Quero mais

O impacto dos media no crescimento dos negócios …

Como é que os media transformam a nossa forma de viver e de fazer negócios?

Este vídeo mostra vários casos, desde empresas de sucesso até à campanha de Barack Obama, que utilizaram os media,  a Internet e as redes sociais (Facebook, twitter… ) como estratégias de marketing eficazes, no crescimento dos seus negócios  e/ou na  promoção da sua imagem, por vezes a custo € 0.

 

BUZZ Marketing – livro recomendado

BUZZ MARKETINGum conceito inovador

Um livro indispensável para o sucesso de qualquer startup!

livro_buzzmarketing

O actual mercado publicitário está cada vez mais saturado, da mesma forma que os consumidores estão mais a par do que se passa, pesquisando e inteirando-se dos produtos/serviços existentes.

O marketing passa-palavra, ou boca a boca, sempre foi aquele que obteve melhores resultados, visto que, acima de tudo são os próprios consumidores a fazê-lo, logo é mais credível.

O autor aborda o assunto recorrendo a exemplos práticos, da mesma forma que apresenta o seu know how acumulado ao longo dos anos, desvendando mesmo alguns segredos que permitiram o sucesso da startup half.com.

Mark Hughes vai mais longe, ao apresentar os seis pilares que vão pôr as pessoas a falar sobre os produtos ou serviços.