A magia das palavras com Jorge Ventura

CadddddpturarAs palavras retiradas do livro da vida de ALGUÉM,  que “distraído, na aritmética da vida” distancia-se, “num afastamento contínuo, do que importa, do que alicerça a individualidade, a vontade, a razão, de ser, de sentir, de ganhar e de perder, corolários óbvios do que significa viver”.

 Da ortodoxia da 1.ª pessoa à ausência de métrica

Chego, sem convite, sem me anunciar

De modo, ora brusco, ora devagar
Surpreendo, perturbo, chego a acriançar
Ninguém, não importa o género, consegue ignorar
Chego, violentamente, mas sem magoar
Promovo mudanças, condiciono tudo, chego a abusar
Confesso, sou a responsável, não posso negar
Acusam-me, acusam-me até, de quase matar
Invocam o meu nome, não posso evitar
Quando me maltratam, fico a pensar
Cometem um erro, não posso alertar
Se me evocarem, posso lacerar
Terrível rotina, ouço comentar
Esgotei o meu tempo, dizem, a soluçar
Não, não acredito, não posso acreditar
Um dia regresso, e quero ficar
Paixão – Jorge Ventura
Anúncios

Presépio original – Dez. 2014

A quadra natalícia inspirou alunos, uma professora, Lúcia Salgado, e uma funcionária do bloco B (Lab. de Biologia, Física e Química) da minha escola, a montarem um presépio através de uma abordagem inovadora, reinventando a tradição! Apreciem este presépio original!

Natal B 2014

Ser criativo – “História de Portugal” vídeo de alunos

No seguimento do último post….

A escola pode e deve estimular a criatividade promovendo uma aprendizagem construtiva, onde utilize critérios que valorizem a expressividade e originalidade recorrendo ao conhecimento de diversos domínios.

Deixo-vos com um bom exemplo daquilo que pode ser feito em ambiente escolar. Os alunos do 12.º N do Curso Profissional Técnico de MarKeting da minha escola no ano letivo 2013/2014, e por sinal meus alunos, realizaram um vídeo denominado de “História de Portugal” no âmbito da disciplina de Área de Integração lecionada pela professora Deolinda Tavares.

Semana do 12º Festival do Clube de Criativos

O programa do 12º Festival do Clube de Criativos de Portugal (CCP), este  ano dedicado ao tema “storytelling”, e que irá decorrer de 10 a 14 de Maio no espaço Atmosferas da ETIC  (Escola Técnica de Imagem e Comunicação  – Lisboa ) já está definido.

O Festival iniciou-se hoje, com a inauguração da exposição dos trabalhos premiados este ano; da exposição de Fotografia “Sai fora do Formato”, um conjunto de fotografias enviadas pelos sócios e simpatizantes do CCP para mostrar que há mais criatividade para além do dia-a-dia de trabalho; e da exposição dos trabalhos premiados no ADC*E – Art Directors Club of Europe.

No dia 13 de Maio, a partir das 19 horas, decorrem as Palestras Talking Heads, que sob o tema “Storytelling” irão contar com Nuno Artur Silva (humorista e escritor), Afonso Cruz (ilustrador, escritor e músico), Ricardo Miranda (criativo publicitário) e Cláudia Clemente (arquitecta, realizadora e escritora) para falar sobre a sua visão do tema e sobre uma marca com um significado especial nas suas vidas.

Para mais informações: http://www.clubecriativos.com/

Zunzum Associação Cultural

Os valores do empreendedorismo estão também ligados ao Teatro, Teatro como arte por excelência na criação de valor cultural.

A obra do polaco Slawomir Mrozek “Os Emigrantes” foi escolhida pelo Teatro Onomatopeia da Zunzum – Associação Cultural de Viseu para assinalar o Ano Europeu de Luta contra a Pobreza e a Exclusão Social.

A peça “Os Emigrantes” com encenação de André Cardoso e interpretação de Paulo Matos e Pedro Coutinho, vai estar em cena no Auditório do Instituto Português da Juventude de Viseu, nos dias 9 e 10 de Abril às 21h45, e no dia 8 de Maio no Cine-Teatro de S.Pedro do Sul.

 É muito bom ver teatro de qualidade!

 Não deixe de ir ver esta peça de teatro.

 

A Arte de criar … na nossa Escola ( cont. )

Foi a partir de uma visita de estudo à exposição de Raúl Perez  ao CCB, que o Ivo Neves ( aluno do 9º Z – Electromecânica de Equipamentos industriais), desafiado pelo seu professor António Neto, decidiu redesenhar numa cartolina amarela e com lápis de cera um quadro deste pintor, dando a sua visão singular de  um universo plástico e estético muito peculiar.

Raúl

 Podem apreciar mais alguns trabalhos deste nosso aluno.

Cruzeiro Sixas

Miniatura criada a partir de uma chapa de aço zincado e de fotos de um “Autobianchi A112” de colecção particular, propriedade do mesmo professor.

 Carro

Devemos reflectir e observar “as necessidades” de certos alunos. Ensinar é mais do que transmitir conteúdos… É poder e saber gerir um conjunto de circunstâncias, ajudando os jovens na procura e realização dos seus projectos de vida.

A Arte de criar … na nossa Escola

Os alunos com problemas de aprendizagem e comportamento podem ter uma história de sucesso.  Para que a  escola  seja realmente inclusiva  e promova uma educação de alta qualidade para todos os alunos, deve nos casos mais problemáticos orientar a  sua formação para as necessidades e interesses de cada um desses jovens.

A escola deverá propor alternativas e soluções e deixar os alunos ter os seus próprios “quadros” para assim poderem apontar o seu progresso na aprendizagem.

_____________________________________

 A  “Cidade”  vista por Ivo Neves aluno do 9º Z

cidadedoIVO

Nota: Este desenho foi cedido pelo Prof. António Neto.