Inês Caleiro, CEO e designer, conquista Dream Award em Xangai

Inês Caleiro, uma jovem empreendedora de 31 anos, designer fundadora da Guava, foi distinguida com um Dream Award, dedicado a novos designers, dos prémios internacionais de moda e design Fashion Crowd Challenge,

Desde sempre, apaixonada  pela moda, Inês Caleiro viu reconhecido o seu trabalho,  contando com um percurso feito no estrangeiro, tendo chegado mesmo a estagiar na conceituada Jimmy Choo. Entre Portugal e a Noruega, é simultaneamente CEO e directora criativa da marca de calçado e acessórios.

“Estar entre os top 5 jovens criadores de todo o mundo é mais do que um prémio. É uma profunda sensação de reconhecimento e felicidade. quando recebi a notícia de que tinha ganho um Dream Award nem queria acreditar. Parecia tirado de um sonho. Li e reli o e-mail várias vezes até acreditar.”

Artigos Relacionados:
Inês Caleiro (Guava) – Empreendedorismo além-fronteiras com assinatura portuguesa

ines_guava

Anúncios

Inova! 2015 – Melhor Projeto Nacional vai para a Escola Secundária de Estarreja

Imagem9

A Escola Secundária de Estarreja (Sede do Agrupamento) na vanguarda do EMPREENDEDORISMO Nacional.

O projeto InovArraiolos Lda. – “A arte tradicional portuguesa recriada e valorizada”  recebeu o  prémio  Inova! 2015 – Melhor Projeto Nacional no dia 5 de junho em Lisboa. Parabéns às alunas Sara Oliveira e Isabel Silva, do 12.º ano do Curso Profissional de Gestão.

_______________________________________________
O projeto vencedor tem por base Inovar na TRADIÇÃO PORTUGUESA relembrando as nossas raízes e tradições através da criação de uma linha de utilitários, carteiras, sacolas, porta-moedas, porta-lápis, chaveiros, bolsas para portáteis, iPads e telemóveis, capas de cadernos e agendas, entre outros, em ponto de arraiolos aplicado em tela e fio de lã mais finos, um grande desafio, e segundo Sara Oliveira,
“… pretendemos criar um negócio próprio onde estaremos a investir no nosso futuro gerando o nosso próprio emprego”.
Numa segunda fase, estas jovens pensam dar um novo impulso à empresa diversificando em  novas áreas de negócio: porcelanas (parceria com a PORCEL S.A.) e moda (roupa feminina…).
Em suma, duas empreendedoras que pretendem alcançar a notoriedade e o reconhecimento enquanto detentoras de uma pequena empresa, na aplicação da arte de arraiolos em soluções criativas, “Arraiolos de Nova Geração”.

____________________________

O prestigio associado a este prémio patenteia a qualidade, a criatividade, o trabalho e o espírito empreendedor das duas alunas que contribuíram assim para a valorização e o reconhecimento do ensino ministrado na Escola Secundária de Estarreja.

ddddd

11351365_978196838879149_7712279228735983506_n

Júri da final do concurso INOVA 2015

11391369_978135115551988_9100874246089980326_n (1)

Dr.ª  Helena da DGEstE – Prof.ra Rosário Santos ( orientadora do projeto) – Isabel Silva  – Sara Oliveira 

ffff

Um agradecimento especial:

  • PORCEL, SA. – Eng.ro Miguel Roque Bouça (Administrador)

Porcel

  • Rádio Voz da Ria – João Miguel Santos

João Miguel

  • Gabinete de Apoio à Vereação da Câmara Municipal de Estarreja – António Hilário de Matos
  • Gabinete de Comunicação da C.M.E. – Ana Rita Silva (Marketeer), Bruno Azevedo e Carla Miranda.

Ana Rita Silva

Investigadora portuguesa venceu o BiotechnologyYES

Investigadora portuguesa venceu o BiotechnologyYES, um prestigiado concurso britânico destinado a estudantes de ciências que queiram aventurar-se no mundo empresarial.

2015-03-04-09.23.36

Biotechnology YES final 2014

Leia a notícia na íntegra: http://excelenciapt.com/site/?p=1501

GUR Tapetes – A recriação de uma arte tradicional

GUR

Aqui está um bom exemplo do que é SER CRIATIVO!

Dar uma visão mais atual a um objeto tradicional português foi a intenção da designer Célia Esteves, ao conceber o GUR (alusão à palavra tapete em inglês escrita ao contrário). TRANSFORMAR UM MERO TAPETE DE TRAPOS NUM OBJETO DE AUTOR ESTÁ A SER UM NEGÓCIO DE SUCESSO.

“A GUR pretende fazer a ponte entre um produto de valor tradicional, com uma identidade própria, para um produto igualmente tradicional, mas com valor artístico de um objeto de autor, e assim expandir a sua procura a um público alargado, com sensibilidade artística cultural, mantendo a autenticidade dos materiais e técnicas artesanais”.

A valorização dos valores regionais e tradicionais que fazem parte da história social de um povo, vem sendo reconhecida pela União Europeia como elemento potencialmente capaz de revitalizar a economia de um país.

A arte tradicional e suas dinâmicas comerciais/sociais, deve ser explorada de uma forma estratégica apoiada pelo poder local,  que certamente  impulsionará a economia de uma região. Uma das estratégias de valorização dos produtos tradicionais passa também pela atribuição de certificações como identidade geográfica.

“Uma tradição não é outra coisa senão um progresso que triunfou.”

(Maurice Druon) 
Fonte: http://www.portugal.portefolio.org/v3/gur-4/
Revista Visão (12 de março de 2015)

Ideias de negócio inovadoras – Casa/abrigo por 792€

10636432_817140964972662_7626066205722909103_o131566ee_664x373

5437bcc6775c4

Pensar diferente e fazer a diferença, na vida e nos negócios é contribuir para uma sociedade com qualidade de vida melhor para todos.

Este foi o mote que levou três jovens arquitetas portuguesas, Ângela Pinto, Joana Lacerda e Carla Pereira a frequentarem um curso promovido pela Open Online Academy, dedicado a abrigos em locais de emergência e cujo trabalho final iria a concurso. O objetivo final do curso era projetar abrigos para vítimas de guerras ou desastres naturais e as três amigas decidiram-se pela criação de um abrigo para refugiados na Síria.

O abrigo idealizado pelas três amigas pode ser montado por qualquer pessoa em apenas 15 dias graças a um livro de instruções, tem capacidade para albergar duas famílias e é composto por duas portas e três janelas, podendo ser ampliado se necessário.

O projeto destas três empreendedoras  saiu  vencedor  e será exposto em dezembro na sede nas Nações Unidas, em Nova Iorque.

Fonte: Revista Sábado de 16/9/2014

Projeto inovador – Beesweet – de duas empreendedoras de Estarreja

10401354_256226657915566_5747236176270727345_n (1)

Duas estarrejenses, Ana Pais e Carla Pereira desenvolveram um novo projeto, o Beesweet, que compete em prova destinada a distinguir o espírito criativo e empreendedor a VI edição do Prémio Nacional das Indústrias Criativas (PNIC).

Este projeto que é um dos dez finalistas, pretende lançar no mercado um novo mel cru aromatizado, recorrendo a técnicas naturais que alargam o leque de aplicações do produto e um mel específico da floração do mirtilo, ainda não comercializado em Portugal. A marca   faz ainda a diferença ao investir numa embalagem “top down” atraente, reciclável e prática, com desperdício zero.

Foi o indesejado desemprego destas duas primas que desencadeou o processo de criação de um negócio. A Ana Pais, 31 anos, licenciada em turismo, e Carla Pereira, 28 anos, técnica profissional de qualidade quando se viram desempregadas resolveram recorrer às suas raízes, à cultura das suas  famílias e à experiencia do avô apicultor. A herança que transitou de geração em geração deixou estas duas empreendedoras apaixonadas pelas abelhas e pelo mel.

O PNIC é uma iniciativa pioneira em Portugal promovida pela UNICER, através da Marca Super Bock e da Fundação de Serralves. Os dez finalistas vão ter a oportunidade até 1 de setembro para elaborarem o seu conceito de negócio. Os finalistas nesta edição PNIC são os projetos Calligraphy Practice, Viral, WESO, Casas em Movimento, Fahr 0213, Origama, Lumicroma Fit e Boox.

“Talent City ” – Oportunidades de emprego

TalentCity-300x157

Entre nesta cidade e viaje… A cidade dos TALENTOS  coloca os jovens  em contacto direto com as empresas que aderiram a esta comunidade (PORTUGAL TELECOM, UNICER, EDP, GRUPO IMPRESA, NOVABASE, PHILIP MORRIS INTERNATIONAL, DANONE, DEUTSCHE BANK, entre outros)!

(clique na imagem e aceda à cidade)

CIDADE

Conta atualmente  com 45 mil registados e já criou mais de 400 oportunidades de emprego!

A “Talent City”  permite às empresas comunicarem  a sua proposta de valor, divulgar oportunidades (programas de estágios, programas de trainees), informações exclusivas e encontrar jovens que mais se adequam às suas empresas e às suas culturas.

Para os candidatos, a “cidade” permite aprender, conhecer-se melhor, conhecer as empresas e encontrar oportunidades de emprego e ainda tem o benefício de usufruir de workshops gratuitos para o seu desenvolvimento pessoal e profissional e a possibilidade de melhorar o seu CV, percurso profissional e Skills, através do advisory da equipa.

A “Talent City” procura ter uma relação muito próxima com os jovens, oferecendo um mundo de oportunidades.

Esta oportunidade  espera por si!

Nesta “cidade”, poderá:

  • Navegar pelo seu “quarto” virtual para que possa compreender quais são as variáveis mais importantes a ter em consideração no momento de escolher um desafio profissional;
  • Fazer o download do seu Talent City CV e usá-lo como um guia para decisões que o levarão ao sucesso profissional;
  • Ter acesso a informação que o vai interessar sobre as empresas da cidade, a oportunidades, desafios e experiências únicas nestas empresas;
  • Conhecer os testemunhos das pessoas com quem poderá vir a trabalhar num futuro próximo.

E muito mais…

Inscreva-se já  em www.thetalentcity.com para fazer  parte da CIDADE do TALENTO!