I Seminário – “EDUCAÇÃO PARA O EMPREENDEDORISMO”

Diferentes olhares, sobre um tema muito oportuno, encheram na manhã  de 5ª feira o Cineteatro de Estarreja. Alunos de todas as turmas do ensino profissional mais cinco turmas do ensino básico da Escola Secundária de Estarreja participaram efusivamente neste primeiro evento.

Criação de empresas, importância de logótipos, inovação, empreendedorismo, criatividade e associativismo jovem foram alguns dos temas abordados pelos oradores convidados, Dr.ª Ana Arromba Dinis da Flyng Thoughts e Paulo Ramalho Presidente da AIESEC Aveiro. Como moderadora tivemos  a participação da Dr.ª Andreia Rocha  gestora no CLDS (Contrato Local de Desenvolvimento Social de Estarreja ),  uma jovem profissional de excelência, pró-ativa e com uma visão clara daquilo que pretende atingir.

 Paralelamente foram apresentados os projetos vencedores referentes ao 2º Concurso de Ideias de Negócio Inovadores.  Projeto Arte no Papel,  empresa de comunicação social, dedicada especialmente à produção de revistas, dos associados José Manuel Garrido, Francisca Martins e Ana Rita Pires  ( alunos do 8º Ano). O projeto Fonseca & Fonseca Unipessoal Lda. da aluna Vanessa Fonseca do 12.ºI do Curso Profissional de Gestão, com a  fascinante ideia de comercialização do “Sappi”, um sensor auditivo para pessoas invisuais,

 Dr.ª Teresa Silva, em representação da DOW – Portugal, para além de entregar o  prémio à aluna Vanessa Fonseca, deixou aos jovens o exemplo da empresa e de Herbert Dow, grande empreendedor, que teve a ideia de tomar o risco, de montar um negócio, primeiramente num pequeno barracão,  o começar do nada, hoje, uma multinacional. Uma centenária história de alguém que desenvolveu o seu negócio, sem receio de arriscar.

Sr. José Teixeira Valente, Presidente da Direção da SEMA, muito aplaudido, deu o exemplo de Steve Jobs, lembrando os jovens presentes que para persistir e confrontar barreiras com êxito é necessária paixão, capacidade de saber onde se quer chegar, e principalmente força de vontade e entusiasmo.

 O discurso do Diretor da ESE, Dr.º Jorge Ventura, chegou debaixo do som das palmas, referindo-se à proteção da propriedade intelectual de quem desenvolve as ideias. Abordou o empreendedorismo como algo que “não é mais do que a materialização de ações intencionadas e direcionadas para um povo, no sentido de promover a sua comunidade e o seu bem estar. Vivemos em comunidade onde é fundamental que todos os dias possamos ser empreendedores, desenvolver atitudes inovadoras que possam  evidenciar o conhecimento que todos  fomos beber na Escola”. Terminou o seu discurso enfatizando a atitude correta que os alunos tiveram realçando, que “estudam numa Escola e vivem num Município que com a materialização desta iniciativa provam que são organismos empreendedores.”

O Presidente do município, Dr,º José Eduardo de Matos, encerrou o Seminário, lembrando as palavras de Albert Einstein, “no tempo de crise só a imaginação é mais importante do que o conhecimento”. Neste sentido fez um apelo “à energia e vontade de fazer e criar”, incentivando os 500 jovens presentes a acreditarem nas suas capacidades, realçando, que a vida só faz sentido se contribuirmos para“melhorar o nosso dia a dia, o mundo onde estamos”.

_______________________________________ 

Com pequenos passos se faz o caminho, e este Seminário é bem o exemplo de um novo tipo de abordagem inovadora, promotora da educação para o empreendedorismo. Estas iniciativas permitem aos jovens aperceberem-se do seu próprio potencial e de como o podem aproveitar para construir o seu próprio caminho. Ser criativo, ousado, pró-ativo,  determinado diante de riscos, sonhar e desejar conquistar poder,  bem como ter capacidade de enfrentar desafios são as competências intrínsecas a um empreendedor, cruciais e cada vez mais exigidas na formação pessoal e profissional dos nossos jovens e valorizadas no mundo do trabalho. Tenham a certeza, que o  incentivo ao empreendedorismo  é o estimulo que faz  despertar nos nossos jovens a sua motivação para aprender.

_________________________________________

Do site da Câmara Municipal de Estarreja:

Do site Sapo vídeos – Localvisão TV

“Promover em Portugal um círculo virtuoso do empreendedorismo requer um sistema de ensino que promova a criatividade”

Aqui fica uma interessante entrevista feita por João Fernando Mendes ao Soumodip Sarkar, professor da Universidade de Évora, considerado como um dos 100 especialistas na área do Empreendedorismo e Inovação pelo World Economic Fórum.

Nunca é demais salientar a posição de alguém que pensa que precisamos de uma educação virada para o empreendedorismo, e que deve ser iniciada com o ensino básico, um sistema de ensino que promova a criatividade.

Mais à frente na sua entrevista, refere que de uma forma geral, as características mais comuns entre os empreendedores de sucesso inclui factores como motivação, tomada de risco (elevado nível de conforto com o risco), competitividade/assertividade e autoconfiança.

Leia aqui a entrevista na íntegra:

 

 

Julgo que é possível alterar mentalidades, e que iremos conseguir a interiorização de uma cultura europeia virada para o Empreendedorismo nas nossas Escolas.

 

Entrevista ao Pres. Câmara Municipal de Estarreja

No âmbito de uma nova disciplina, Projecto Tecnológico, o nosso grupo de trabalho resolveu abordar o tema “A Cultura Empreendedora nas Empresas” como forma de reforçar o conhecimento sobre uma matéria de grande actualidade. Estamos certos, que o processo de desenvolvimento deste trabalho, bem como os seus resultados, permitirão a cada um de nós alcançar um maior desenvolvimento pessoal para a autonomia, autoconfiança e capacidade de iniciativa empreendedora.

Partilhar experiências e saberes e conhecer os novos desafios  empreendedores para  o nosso Concelho, potenciou o encontro com o Presidente da Câmara Municipal de Estarreja, Dr. José Eduardo de Matos  e num ambiente acolhedor e confortável a entrevista aconteceu … “Carregados” de  sabedoria, informação e ideias, chegámos à Escola, alegres e desejosos de partilhar esta entrevista  vivida  nesse dia.

Bruno, Carina e Inês do 12º F ( turno 1 )

 Vem então conhecer,  os novos projectos empreendedores para ESTARREJA…

 

 

imagem14-blog

Ficará para sempre gravado na nossa memória  a amabilidade e simpatia com que fomos recebidos… simplesmente um momento especial e inesquecível!

Muito obrigado, Sr. Presidente!

“Estejam disponíveis e abertos ao mundo… tenham o gosto de perceber como as coisas acontecem… introduzam sempre um factor crítico… e acreditem em vós. O futuro é o nosso caminho!”

In entrevista com Dr. José Eduardo de Matos, Pres. da Câmara Municipal de Estarreja 

 

Entrevista ao Secretário Geral da SEMA…

Após a proposta diversificada de temas apresentada pela nossa professora  Rosário Santos,  para abordarmos na disciplina de Projecto Tecnológico, seleccionámos a temática “O Novo Mundo do Trabalho”. Este assunto despertou-nos interesse uma vez que retrata a realidade social com que nos confrontamos diariamente nos jornais, televisão, revistas, entre outros, para  o qual é importante estarmos sensibilizados.

 Assim, decidimos entrevistar o Secretário-Geral da Associação Empresarial – SEMA,  Sr. José Valente para ficarmos a conhecer melhor esta nova realidade: repensar a organização social do trabalho é uma exigência da nova realidade social!

 Ana Cristina e Cláudia Roldão – 12º F ( turno 1 )

 

 

A simpatia e a amabilidade  sempre presentes nesta entrevista e o “saber de experiência feito” marcou-nos.  Ao  Sr. José Valente o nosso muito obrigado!

Entrevista ao P.C.E. da nossa Escola… Não deixem de ver!

O trabalho que estamos a desenvolver para o Projecto Tecnológico, “Ética e Cultura nas Organizações”, surgiu de um conselho da nossa professora. Desde logo nos despertou grande interesse e as ideias começaram a aparecer. Após iniciarmos o desenvolvimento do tema, não pudemos deixar de assumir que a Escola considerada como organização e uma unidade social com identidade própria seria o local ideal para colocar em prática a nossa reflexão e, como a ética está presente em todas as formas de viver a tarefa educativa, porque não entrevistar o Presidente do Conselho Executivo da nossa Escola, Dr. Jorge Ventura!?

Joana e Ricardo – 12º F ( turno 1 )

 

Obrigado, Dr. Jorge Ventura por nos ter proporcionado esta tão agradável e interessante entrevista e autorizado partilhá-la!

“ Uma escola que pensa é feita por pessoas que pensam ou aprendem a pensar. Aprender a pensar quer dizer (…) abrir uma discussão contínua, um interrogar-se continuamente, um observar (…) e em que cada um controla a sua própria discussão, consciência, responsabilidade, pensamento ético, pensamento cultural”.

(Malaguzzi, 1991 )