SEMANA ECO – Escola Secundária de Estarreja

Caprrrrturar

O auditório da Escola Secundária de Estarreja encheu esta quinta-feira para receber o colóquio “2015 Ano Europeu do Desenvolvimento – Pequenos passos grandes ideias”, evento organizado pelos alunos da turma do 11.º H (C. Profissional de Gestão), no âmbito da disciplina, Área de Integração.

A iniciativa visou uma reflexão sobre os desafios para mudar as formas de pensar e agir em torno da questão ambiental.

Contou com a intervenção do Eng.ro Pedro Gonçalves da DOW Portugal e as apresentações de dois projetos de cariz inovador desenvolvidos por alunos que participaram no 1.º Bootcamp de Estarreja.
– “Produção de biocombustível (bioetanol) a partir da destilação de milho em grão” – Inês Marques Brandão (12.º A) e Gilberto Miguel da Silva Pereira Valente (12.º C).
– “Isqueiro termoelétrico acionado por sistema inovador amigo do ambiente” – Mónica Rodrigues (11.º H) e Juliana Silva (11.º H).

11038875_1419999828320411_5233394571920008294_n

11222419_1419999918320402_488443856084110362_n

11231147_1420000071653720_439272927678487160_n

Empreendedorismo em Portugal – GEM Portugal 2010

Encontra-se disponível, online, um Estudo de Avaliação do Empreendedorismo em Portugal – Global Entrepreneurship Monitor 2010.

(clique na imagem para aceder ao documento)

“O projeto Global Entrepreneurship Monitor (GEM – http://www.gemconsortium.org) é o maior estudo independente de empreendedorismo realizado em todo o mundo. Este projeto tem como principal objetivo analisar a relação entre o nível de empreendedorismo e o nível de crescimento económico, bem como determinar as condições que estimulam e travam as dinâmicas empreendedoras em cada país participante”.

Este estudo  mede a “evolução, desde 2007, de diversos indicadores ligados à atividade empreendedora, bem como afere o nível, as características e os fatores potenciadores do empreendedorismo no País. Esta avaliação do empreendedorismo assume-se também como um exercício de benchmarking  de caráter internacional, que permite comparar o nível de empreendedorismo em Portugal com o de diferentes tipos de economia (com características e níveis de desenvolvimento diferentes) e com o nível da União Europeia (UE)”.

Convém referir, que o “GEM 2010 utiliza a tipologia de desenvolvimento competitivo de Michael Porter, assumindo a existência de economias orientadas por fatores de produção, orientadas para a eficiência e orientadas para a inovação”.

O projeto GEM Portugal 2010 resulta do trabalho de uma parceria que integra especialistas em empreendedorismo: SPI Ventures; IAPMEI (Instituto de Apoio às Pequenas e Médias Empresas e à Inovação); Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento em Portugal.

Índice ( em resumo ):

  • GEM Portugal 2010 – Instituições Parceiras
  • Sumário Executivo
  • 1. Introdução ao Relatório GEM Portugal 2010
  • 2. Atividade Empreendedora em Portugal
  • 3. Condições Estruturais do Empreendedorismo em Portugal
  • 4. O GEM e a Investigação sobre o Empreendedorismo em Portugal
  • Anexos

Fonte: Site da Sociedade Portuguesa de Inovação

O novo mundo do trabalho

 “É preciso estar atento e aproveitar as oportunidades que surgem de emprego, pois apesar de serem menos, existem, o trabalho não aparece, CONQUISTA-SE!”

O mundo do trabalho é um tema atual, e envolve uma ampla gama de possíveis reflexões e considerações. Dentro deste contexto, apresento aqui, um projeto desenvolvido por uma aluna da ESE no âmbito da sua PAT ( Prova de Aptidão Tecnológica).

Como criar uma empresa … trabalho de alunos da ESE

No âmbito do módulo 3 – Direito comercial, da disciplina Direito das Organizações foi solicitado aos alunos do 10º.I , do Curso Profissional Técnico de Gestão, a realização de um trabalho em grupo.

Este é um dos produtos finais que considero um excelente exemplo da aplicação das novas tecnologias ao processo ensino aprendizagem.

Numa 1ª. fase o trabalho foi elaborado em moviemaker. Os próprios alunos gravam a sua voz e fazem a apresentação da empresa, explicando os passos necessários à sua constituição formal . Posteriormente, o filme foi publicado no Youtube e finalmente neste blogue.

 Considero que esta metodologia é uma boa prática que contribui para melhorar a qualidade das aprendizagens dos alunos e consequentemente o seu sucesso escolar.

Este tipo de trabalhos desenvolve capacidades pessoais de pesquisa na medida em que incita os alunos a observar, a recorrer a técnicas diversificadas, a analisar a realidade de forma interdisciplinar, assim como a antecipar hipóteses interpretativas, desenvolver estratégias, produzir conhecimentos, criar…

Os educandos são actores na construção do saber.

  

Apresentação da empresa CAF – Trabalho Grupo da turma 10º.I – Turno 1