” FAZ ALGO DRÁSTICO, REDUZ O PLÁSTICO”

O nosso planeta é único e privilegiado, por isso, merece ser tratado com respeito.

Este é um projeto dos alunos do 12.ºB e do 10.ºC, no âmbito da disciplina de Biologia e Biologia-Geologia, respectivamente.
O plástico é um material derivado do petróleo que tem vindo a ocupar grandes áreas oceânicas, sendo uma das maiores ameaças à vida aquática.
Esta campanha de redução de plástico tem como fim uma sensibilização da comunidade escolar e de toda a população.

Anúncios

Sacos BIODEGRADÁVEIS – A SOLUÇÃO …

Energia solar de próxima geração – Painéis solares orgânicos

estacionamento_energia_solar_carport_sunew_aes

“Estacionar o carro já é uma dor de cabeça para muitos. Imagine acrescentar a isso a necessidade de carregar esse veículo por um tempo considerável, já que ele é movido a energia elétrica. Pensando nisso, a CSEM Brasil, em parceria com a multinacional de energia AES, desenvolveu uma solução prática e extremamente sustentável: o projeto Carport. A ideia é que o produto seja facilmente integrável às cidades, utilizando energia solar de baixo custo e com a menor pegada de carbono possível.

Estima-se que, em 2025, os automóveis elétricos representem 15% do mercado mundial – dado três vezes maior do que as previsões de crescimento anteriores. O salto seria grande: hoje os carros elétricos são apenas 0,86% do mercado. No entanto, essa tendência vai na onda de uma necessidade: não há outro futuro possível, a não ser o sustentável.”

“Estacionamentos solares já existem hoje (veja aqui), mas com a tecnologia dos painéis tradicionais. Agora, a inovação dos painéis solares orgânicos (OPV – Organic Photovoltaic), desenvolvidos pelo CSEM Brasil e levados ao mercado pela spin-off Sunew, trazem mais praticidade, menor custo e mais possibilidades de design. Como as tecnologias tradicionais possuem um material muito pesado – cerca de 20kg por m² – a estrutura de um estacionamento com painéis tradicionais precisa ser muito mais robusta, aumentando os custos de produção, e instalação e dificultando sua popularização.

Já o OPV pesa apenas 400g/m², além de ser flexível e transparente, abrindo espaço para um design futurista e atrativo. Tudo isso com uma produção que utiliza materiais orgânicos a baixas temperaturas, o que caracteriza os painéis de OPV como a energia solar com menor impacto ambiental existente.”

“Um Carport vai gerar energia com muito mais facilidade de instalação. Nosso target é um estacionamento futurístico, barato e prático – que você poderia comprar, por exemplo, na Leroy Merlin, levar para a casa e instalar onde desejasse”, esclarece Vilaça.

Fonte: Ciclo Vivo
 

Moradia que gera a sua própria energia

Uma incrível residência que funciona a partir de fontes renováveis!

Veja o vídeo clicando na imagem.

Imagem1

Bicicleta carrega telemóvel com a energia das pedaladas

Bike-carrega-o-seu-celular-com-a-energia-das-pedaladas

“Já imaginou se o seu meio de transporte – além de não emitir gases de efeito estufa – pudesse gerar energia limpa e carregar o seu telemóvel?

Esta é a novidade da bicicleta inteligente, apresentada pela Samsung, em parceria com a Trek Bicycles,  durante a Consumer Eletronics Show, uma das maiores feiras de tecnologia do mundo.

A tecnologia conta com um encaixe para o dispositivo eletrónico, para facilitar o seu uso como GPS e/ou MP3. Além disso, também monitoriza os sinais vitais do ciclista e regista a sua rota e variação de velocidade.

A novidade ainda não tem uma data  prevista para ser lançada, mas o fabricante já avisou: a BICICLETA INTELIGENTE só poderá ser  conectada aos aparelhos Samsung Galaxy.”

Fonte: http://thegreenestpost.bol.uol.com.br/bike-carrega-o-seu-celular-com-a-energia-das-pedaladas/ (adaptado)

IDEIAS INOVADORAS: Combustível feito a partir de soja – Prémio a investigadora da Universidade de Coimbra

Combustível

“Investigadora do Centro para a Ecologia Industrial da Universidade de Coimbra (UC) Érica Castanheira foi distinguida com o Prémio Científico Mário Quartin Graça pela sua tese de doutoramento sobre a pegada ambiental do biodiesel.

A tese de doutoramento de Érica Castanheira, “desenvolvida no âmbito de diversos projetos internacionais sobre os impactes ambientais associados ao biodiesel produzido a partir de soja e de palma cultivadas na América Latina, foi distinguida na categoria de Tecnologias e Ciências Naturais”, revelou a UC.

A equipa de especialistas estudou o impacto ambiental de ciclo de vida do biodiesel de soja e palma, isto é, avaliou “emissões poluentes, como, por exemplo, os gases com efeito de estufa, em todas as etapas do processo, desde o solo usado para o cultivo no Brasil, Argentina e Colômbia, até à extração de óleo, transporte, produção de biodiesel e distribuição”, explica Érica Castanheira.

Cerca de metade do biodiesel utilizado em Portugal é produzido a partir de semente e óleo de soja e palma, importados da América Latina.

O estudo assume, por isso, particular relevância para ajudar os produtores nacionais a “optarem pelas melhores soluções, por forma a cumprir as metas impostas” pela União Europeia (UE), sustenta a investigadora.”

Fonte: http://www.sol.pt/

Redução da pegada carbónica – Esfera CTT – Votar em projetos

Os dados estão lançados para a recuperação do impacto ambiental da distribuição do Correio Verde. 

Juntos vamos reduzir a pegada carbónica! Vote aqui em dois dos projetos a concurso.

(clique na imagem e aceda ao site)

Capteeeeeurar