Microsoft – Empresa mais atrativa do mundo para trabalhar

Capturar.J111PG

A Microsoft acaba de ser distinguida com o Global Randstad Award 2015, sendo a multinacional reconhecida como a empresa mais atrativa do mundo para trabalhar. Esta já é 15ª edição daquela que é considerada a maior pesquisa independente de employer branding do mundo, realizada em 23 países e identificando os empregadores mais atraentes entre milhares de empresas.

No estudo realizado pela Randstad, 67,8% dos entrevistados indicaram que gostariam de trabalhar para a Microsoft, seguida da Sony e Samsung. O setor de Tecnologias de Informação é considerado o mais popular, com 56,3%, para os candidatos a potenciais empregos.

Segundo Jacques van der Broek, diretor executivo da Randstad, “pela primeira vez em 15 anos de história do Global Randstad Award, o vencedor do prémio ficou em primeiro lugar em todas as escolhas de melhor empregador e que contam para esta decisão. Isso é bastante notável, considerando a concorrência feroz dos empregadores em encontrar e reter talentos, principalmente no caso dos profissionais de Tecnologias de Informação”.

O Global Randstad Award é um estudo independente realizado pela empresa de estudos de mercado ICMA para a Randstad e mete a perceção de cerca de 225 mil pessoas acerca das empresas empregadoras. Realizado em 23 países, o estudo entrevista 7 mil profissionais e candidatos a uma oportunidade de emprego, entre os 18 e 65 anos, convidando-os a identificar entre as 150 maiores empresas do país para as quais gostariam de trabalhar.

Fonte: Imagens de Marca

Anúncios

Picar o Ponto – Informações sobre o mercado de trabalho

Picar o Ponto é um site dedicado a disponibilizar informações relativas ao mercado de trabalho. Num período pós-férias, tenha acesso a inúmeras informações sobre como se comportar no dia-a-dia  no local de trabalho ou a melhor maneira de lidar com o desemprego.

 Deixo aqui a indicação de alguns temas abordados neste portal:

Dia Internacional do Trabalhador

Todos os anos, no dia 1 de Maio, comemora-se, em todo o mundo, o Dia do Trabalhador, data com o maior significado político na cultura e identidade de toda uma classe. Daí que, não devemos ver este dia como mais um oportuno feriado. Numa altura em que atravessamos uma crise económica, mais do que nunca, devemos reflectir as acções necessárias para uma outra consciência social e política, de maior coerência, verticalidade e dignidade humana.

Nunca é demais relembrar os “Mártires de Chicago”, que  passaram à História como os primeiros heróis desta luta fundamental dos trabalhadores, que tem carácter libertador.

Música para o seu estado de espírito em tempo de pausa…

Os momentos de pausa no trabalho  são preciosos não só para  descansar a mente como para revigorar a energia. Desde que as primeiras formas de música foram criadas, o homem começou a ganhar gosto por essa arte. As preferências podem variar, mas o facto é que cada género musical desperta em nós, uma determinada sensação.

É através de uma melodia que descobrimos um universo novo, desvinculamo-nos dos problemas do dia-a-dia para conquistar o relaxamento.

 Particularmente interessante é este site, “Música para o seu estado de espírito” e não deixe de descansar ao som de uma boa música e relaxe.

 ( Clique na imagem e aceda ao site)

Competências valorizadas pelas empresas …

82834162
De acordo com o Diário Económico, quem quer moldar o seu perfil profissional às preferências das empresas portuguesas  na hora de contratar,  deve trabalhar as seguintes competências:
  1. Espírito de equipa – Trinta empresas elegeram como primordial o espírito de equipa, entendido como a capacidade de integrar um grupo de trabalho, interagir com os colegas e colaborar na execução das tarefas.
  2. Capacidade de iniciativa/proactividade  – A aptidão para contornar obstáculos, propor soluções, promover a mudança de processos e a inovação é a segunda mais valorizada. A capacidade de iniciativa mereceu o destaque de 24 empresas. 
  3. Capacidade de liderança/decisão – A capacidade de liderança foi privilegiada por 19 empresas, que revelaram assim valorizar a atitude determinada dos colaboradores que sabem assumir a liderança, coordenar tarefas e tomar decisões de forma independente e certeira.
  4. Flexibilidade/Capacidade de adaptação – A crise alterou o mercado de trabalho e, talvez por isso, 18 empresas colocaram em evidência a flexibilidade dos profissionais, que devem conseguir adaptar-se a diversificadas exigências e até a mudanças.
  5. Relações interpessoais/capacidade de comunicar e ouvir – A boa capacidade de comunicação de relacionamento interpessoal ganhou a atenção de 17 empresas, que salientam assim a importância de trabalhar com pessoas que sabem ouvir os outros e sabem também fazer-se ouvir.

Fonte: Quero Mais