Ideias empreendedoras – embalagem para líquidos reciclável

Uma notável ideia promotora do empreendedorismo, “GoldenWater”, venceu a edição deste ano do concurso “A Empresa”, organizado pela Junior Achievement – Young Enterprise.

“A GoldenWater, empresa criada por alunos do secundário da Escola Profissional Magestil, inventou uma embalagem para líquidos totalmente reciclável, que se pode enfiar num bolso quando está vazia, encher com água canalizada, guardar no frigorífico e desinfectar no microondas. No futuro, o grupo de oito alunos que se classificou em primeiro lugar na competição nacional “A Empresa”,  quer concorrer com as garrafas de plástico que não são biodegradáveis.”

Fonte: www.ionline.pt

Economia de comunhão chega a Portugal

A  crise económica instalou-se … eis uma proposta que vale a pena considerar …

Nasceu no Brasil em 1991, mas em Portugal só recentemente foi adoptado o conceito. A  “Economia de Comunhão” (EdC) tem uma lógica subjacente,  cuja filosofia tem a ver com a criação ou reestruturação de empresas, pequenas ou grandes, entendidas como comunidade de pessoas, cujos proprietários livremente distribuem os lucros de acordo com um critério.

A novidade da Economia de Comunhão nas empresas está na distribuição dos lucros em função de três finalidades:

  • ajudar as pessoas que estão em dificuldade, criando novos postos de trabalho e satisfazer as suas necessidades básicas através de projectos de desenvolvimento, começando com aqueles que partilham o espírito do projecto; 
  • difundir a “cultura do dar” e da reciprocidade, sem a qual é impossível realizar uma Economia de Comunhão; 
  • desenvolver a empresa, que deve permanecer eficiente e competitiva, enquanto se abre à gratuidade.

 

 

Economia de comunhão chega a Portugal – RTP Noticias, Vídeo 

 

Livro do dia – Livro do desassossego tecnológico

Este livro procura explicar de que forma as novas tecnologias vieram revolucionar e influenciar a sociedade, a nível económico, social e comportamental.

capa_livro do desassossego tecnológico

Porque está o mundo  em desassossego?

Em regra culpa-se a economia, a política, o terrorismo, o ambiente ou os anacronismos que persistem.
Mas não se valoriza o papel da revolução digital em curso. As novas tecnologias alteraram radicalmente os modos de vida, o trabalho, as relações humanas, o pensar, o ser e o estar.
Geram ao mesmo tempo inovação e obsoletismo. Impõem mudança e velocidade.
Perante isto existem duas atitudes: resistir ou evoluir ainda mais depressa com base na criatividade. O autor defende a segunda opção.
O livro pode ser adquirido na WOOK.

Bookcrossing um novo conceito de leitura

Totalmente grátis e vivendo apenas de quem deixa ou leva um livro, esta espécie de clube está a fomentar a leitura em todo o mundo e também vive na internet, em www.bookcrossing-portugal.com, ponto de encontro onde se sabem as últimas notícias dos livros que foram deixados por aí e onde também são registados, pois todos os livros de bookcrossing devem ser registados.

Desta forma, o  objectivo do Bookcrossing é possibilitar a troca de livros de forma a transformar o mundo numa biblioteca.

O conceito surgiu nos EUA, em 2004, e consiste na prática de deixar os livros em locais públicos, nomeadamente cafés, transportes públicos ou paragens do autocarro, para que um maior número de leitores lhes possa dar utilidade.

Em Portugal existe um conceito mais restrito do BookCrossing, acessível apenas virtualmente. A troca de livros implica o registo no site e a viagem é feita através de um número de identificação.

 Boas leituras!

 

“Speed Rrecruitment” – Inovadora estratégia de promoção… CV estampado na sua t-shirt

 

Artigo publicado no site Quero Mais

 As novas estratégias de promoção profissional ditam que os candidatos apostem na criação e promoção de uma marca própria. É nesta lógica que se enquadra o desafio do evento “Speed Rrecruitment”, que convida os participantes a marcarem presença na iniciativa usando uma t-shirt com o próprio CV estampado.

O projecto é da Cidade das Profissões, que promove o evento “Speed Recruitment” dia 3 de Março, nas suas instalações, no Porto. Trata-se de um encontro entre empresas e candidatos a emprego, durante o qual serão realizadas mini-entrevistas de 10 minutos.
 
É no decorrer dessas breves entrevistas que os participantes são convidados a usar a sua criatividade, no sentido de conquistar as atenções dos empregadores e abrir portas para a marcação de uma segunda entrevista, mais formal. As t-shirts ficam a cargo da organização e têm um custo de 7 euros.
 
Os candidatos apenas necessitam de estruturar os respectivos CV’s numa página A4, destacando a informação que consideram mais pertinente.
 
 A iniciativa pretende facilitar o contacto dos jovens profissionais com diversas entidades empregadoras, que ali encontram uma solução de recrutamento eficiente e, simultaneamente de baixo custo. A Cidade das Profissões procura, de resto, que através desta experiência os candidatos a emprego aproveitem para desenvolver competências de empregabilidade, nomeadamente ao nível da comunicação.
 
A Cidade das Profissões é um projecto criado no âmbito do Porto Digital, desenvolvido com o apoio de parceiros como a Câmara Municipal do Porto e o IEFP – Instituto de Emprego e Formação Profissional. Informações sobre inscrições e funcionamento do “Speed Recruitment” através do telefone 223 392 360-68 ou do site http://cdp.portodigital.pt.

 

Livro do dia – NEUROECONOMIA

Existe uma nova àrea do conhecimento científico designada Neuroeconomia. É resultado da junção dos conhecimentos da Neurociência aos conhecimentos da Economia. O tema desta obra, destina-se a pessoas que querem saber mais sobre os “mecanismos” económicos da vida em sociedade.

Neuroeconomia.cdr

 

1ª Edição

Formato 16 x 23,5 cm

344 páginas

Ano de publicação: 2009

P.V.P.: 22.90 euros

Edições Sílabo

 

 

Este é um livro de economia do comportamento, sobre a nossa vida real, os nossos comportamentos e atitudes, das escolhas e ambições, das nossas necessidades e futilidades, em suma, sobre o comportamento das pessoas e a sua influência na tomada de decisões económicas. 

A teoria económica tradicional olha,  para o comportamento como o resultado de um processo de tomada de decisão racional que avalia os custos e os benefícios das acções, visando maximizar a utilidade (felicidade, bem-estar).

A utilidade não pode ser medida objectivamente, não pode ser usada para prever o comportamento, que depende de pensamentos e sentimentos. O que determina a acção humana é o cérebro: é este o objectivo inscrito na sua anatomia. A Neurociência, que estuda o cérebro e o sistema nervoso recorrendo a instrumentos de imagiologia, conseguindo medir directamente pensamentos e sentimentos, oferece a possibilidade de avaliar, objectivamente, os processos de tomada de decisão, tais como, fazer ou não fazer determinado investimento ou consumir ou não consumir tal produto.

Pode consultar aqui o índice do livro

  

Livro do dia – Previsivelmente Irracional

Um bestseller do “New York Times”, escrito por um professor de Economia do Comportamento.

Porque é que as pessoas inteligentes tomam decisões irracionais todos os dias?

O grande objectivo deste livro é do explicar qual a influência das nossas expectativas e emoções, no processo de tomada de decisão.

 

Previsivelmente Irracional

  Previsivelmente Irracional

  Aprenda a tomar melhores   decisões

  Autor: Dan Ariely

  Edição/reimpressão: 2009

  Páginas: 240

  Editor: Estrela Polar

  Para comprar consulte: WOOK

 

 

 

 

 

Sobre o autor:

Aos 18 anos, ao serviço do exército israelita, uma explosão de magnésio provocou-lhe queimaduras de terceiro grau em 70% do corpo. A sua vida mudou da forma radicalmente. Esqueceu a Matemática e a Física na Universidade de Tel Aviv e transferiu a matrícula para Psicologia.

Dan Ariely é professor de Economia Comportamental no MIT, onde detém uma nomeação conjunta entre o Media Laboratory e a Sloan School of Management. Também é investigador do Banco da Reserva Federal em Boston e professor convidado da Universidade Duke. A sua obra está presente nos principais jornais académicos e também já publicou no New York Times, no Wall Street Journal, no Washington Post, no Boston Globe, no Scientific American e na Science. Divide o seu tempo entre Durham, Carolina do Norte, Cambridge, Massachusetts e o resto do mundo. Esteve recentemente em Portugal, numa conferência sobre Economia Comportamental.

 

Sobre o livro:

Porque é que as pessoas inteligentes tomam decisões irracionais todos os dias?

Este livro pretende dar resposta a esta questão. A partir de diversas experiências inovadoras, o economista comportamental Dan Ariely, demonstra como as nossas expectativas, emoções, normas sociais e outras forças invisíveis e aparentemente ilógicas, distorcem a nossa capacidade de raciocínio.

Cometemos erros todos os dias e temos tendência a repeti-los, constantemente. Não compreendemos os efeitos profundos que as emoções têm naquilo que desejamos e sobrevalorizamos o que já temos. Estes comportamentos desorientados não são aleatórios nem desprovidos de sentido, mas sistemáticos e previsíveis.


O autor explica como nos podemos libertar destes padrões sistemáticos de raciocínio e tomar melhores decisões. Desde pagar um café a perder peso, ou desde a compra de um carro à escolha de um parceiro romântico.  Previsivelmente Irracional não é apenas uma leitura fascinante. Tem o poder de mudar a forma como interagimos com o mundo, com uma decisão pequena de cada vez.

 

Previsivelmente Irracional – as palavras do autor