“Como Proteger a Sua Ideia” – workshop online

 

A Associação Acredita Portugal está a promover o seu novo workshop online “Como Proteger a Sua Ideia” – Propriedade Intelectual e Patentes. O workshop decorrerá a 12 de Maio, entre as 16h00 e as 18h00, exclusivamente online.

 

Anúncios

Dinheiro Vivo – Novo jornal digital de Economia

DINHEIRO VIVO é o novo JORNAL DIGITAL de Economia com  informação diversificada e detalhada de factos económicos mais relevantes do mundo e o que cada um deles representa no nosso dia-a-dia. Uma ferramenta ágil que terá forte presença em site, redes sociais, aplicações para tablets e smartphones.

A informação é dividida em canais como:

EMPRESAS – Tudo sobre as grandes empresas nacionais e estrangeiras com uma completíssima base de dados empresarial com o perfil de mais de 20 mil empresas europeias.

ECONOMIA – Um canal com a mais completa informação sobre macroeconomia ao nível de análises de variáveis globais como: Produção, Rendimento, Investimento, Poupança, Desemprego, Nível geral de preços, etc.

FAZ – O sítio dos fazedores com histórias na primeira pessoa de projectos de empreendedorismo.

BUZZ  – Marketing, Publicidade, Design e Consumo, áreas que fazem a diferença.

GURU – Uma equipa de top responde a questões do quotidiano económico ( Actas de Condomínio,  Carreiras, IRS, etc. ).

ESTADO – Um canal dedicado à maior área da nossa economia: a Função Pública. A vida dentro dos ministérios, informação detalhada sobre a Administração local e central do Estado.

TAKE AWAY – Sugestões diárias, dos melhores conteúdos económicos na blogosfera. Estudos relevantes, artigos inspiradores, novos pontos de vista.

OPINIÃO – Os factos, a análise e a opinião, sempre em cima do acontecimento. Todas com assinatura de qualidade, e com três editoriais por dia.

REDES SOCIAIS –  Dinheiro-vivo com presença no Facebook, Twitter e Mobile.

EXCLUSIVO HBR  – O leitor tem acesso ao conteúdo exclusivo da respeitadíssima Harvard Business Review.

PONTO FINAL – Cada notícia conta com um Ponto Final: uma síntese com 140 caracteres.

( Clique na imagem para aceder ao Jornal Digital )

No início de Setembro, o Dinheiro Vivo terá a sua versão semanal em papel, aos sábados com o Jornal de Notícias e o Diário de Notícias. Totalmente a cores, 40 páginas semanais com a mais completa informação económica com cobertura nacional. Dinheiro Vivo também marcará presença na rádio através de um programa semanal na TSF.

Fonte: Jornal de Notícias de 17/06/2011

Hora do Planeta 2011 – 26 de Março

Apague as luzes e ilumine esta ideia por um Planeta Vivo.

26 de Março de 2011, às 20H30.

 Vá além desta hora na luta contra as alterações climáticas!

Hora do Planeta é um acto simbólico, promovido no mundo todo pela Rede WWF, no qual governos, empresas e a população demonstram a sua preocupação com o aquecimento global, apagando as luzes durante sessenta minutos. Em 2011, o movimento também incentiva o compromisso duradouro das cidades com o meio ambiente.

A hora do Planeta teve inicio na Austrália. Em 2007, os moradores de Sydney apagaram as luzes durante uma hora. Com o passar dos anos o movimento ganhou força em diversos paises de todos os continentes. Em 2010, mais de um bilhão de pessoas em 4616 cidades, em 128 países, apagaram as luzes durante a Hora do Planeta. Em 2011, a mobilização será ainda maior.

Literacia financeira passa a ser avaliada pelo PISA

Pode ser lida, aqui, uma notícia que me foi gentilmente enviada pela  colega de grupo, Luísa Garraio.

 

Semana do Comércio Electrónico

( clique na imagem e aceda às promoções …)
De 10 a 17 de Outubro de 2010 e no âmbito da Portugal Internet Week 2010, o Arrasa na Web, www.arrasanaweb.com ,  promove ofertas de vários produtos das melhores marcas do mercado, com preços ou condições promocionais. Ao atravessarmos actualmente uma crise económica, aproveite esta oportunidade, comprando mais barato sem sair de casa!

Managementhelp – site sobre gestão de crises

A palavra crise está definitivamente na ordem do dia, sendo premente a procura de soluções para a gerir.

O managementhelp.org  é uma espécie de “páginas amarelas” onde pode encontrar informação diversificada sobre a gestão de crises. É um bom site para encontrar respostas às muitas preocupações e inquietações que a crise fez emergir, em particular a nível empresarial. Funciona como uma livraria que disponibiliza de forma gratuita uma reflexão académica sobre a gestão de crise.

 
Consulte, clicando na imagem

managementhelp.org

O site oferece diversas abordagens e perspectivas sobre o tema. Desde a gestão proactiva, de forma a antecipar os cenários de crise, até à forma de lidar com ela, minimizando os riscos. É possível ainda,  avaliar eventuais  danos causados por uma crise, junto da opinião pública e dos accionistas.
Em managementhelp, é possível encontrar respostas sobre vários aspectos da crise. Entre eles, destacam-se, tópicos como “quando o inesperado acontece”, “10 passos para comunicar uma crise” e “simulação de uma crise”.
O site dispõe ainda de uma área de livros recomendados e tem associados um conjunto de blogs, onde é possível encontrar informação específica, seja sobre liderança, planeamento estratégico ou gestão de carreiras.

Apoios ao empreendedorismo…

Despacho n.º 10554/2010, de 24 de Junho 

No âmbito das medidas de promoção da empregabilidade, foi publicado este despacho  que define o regime de acesso aos apoios concedidos no âmbito da tipologia de intervenção n.º 5.4 «Apoio à inserção de desempregados», do eixo n.º 5 «Apoio ao empreendedorismo e à transição para a vida activa», do Programa Operacional Potencial Humano.
Destinado a desempregados que se encontrem abrangidos pelo subsídio de desemprego, pelo subsídio social de desemprego ou pelo rendimento mínimo de inserção, estes apoios visam:

  • promover a empregabilidade junto daqueles, através da melhoria das suas competências socioprofissionais;
  • evitar o risco de isolamento, marginalização e desmotivação dos desempregados, levando, para isso, a cabo o seu contacto com trabalhadores e actividades profissionais;
  • apoiar actividades indispensáveis ao normal funcionamento da sociedade, nomeadamente aquelas que satisfaçam necessidades locais ou regionais.

De referir que este regulamento é apenas aplicável às regiões Norte, Centro e Alentejo.

Fonte:E-Newsletter Novas Oportunidades nº 17