Revista Dirigir – Desafios de Gestão

Revista DIRIGIR com um estilo de leitura acessível e atractiva, de grande rigor e objectividade, pretende ser um espaço de informação actualizada ao nível da GESTÃO.

Destaco aqui a Edição nº 110 e não deixe de ler, entre outros, os seguintes artigos:

–        Estratégia Europa 2020 – Desafios e objectivos para uma nova década
–        Liderança em tempos de crise
–        Cultura de competência e performance nas organizações
–        Gerir-se a si próprio
–        Desigualdade de género na liderança empresarial
–        Os desafios da gestão do tempo
–        Como aumentar as melhores decisões de marketing?!
–        Sabe comunicar ou não?…
–        Observatório eco-inovação

Anúncios

Managementhelp – site sobre gestão de crises

A palavra crise está definitivamente na ordem do dia, sendo premente a procura de soluções para a gerir.

O managementhelp.org  é uma espécie de “páginas amarelas” onde pode encontrar informação diversificada sobre a gestão de crises. É um bom site para encontrar respostas às muitas preocupações e inquietações que a crise fez emergir, em particular a nível empresarial. Funciona como uma livraria que disponibiliza de forma gratuita uma reflexão académica sobre a gestão de crise.

 
Consulte, clicando na imagem

managementhelp.org

O site oferece diversas abordagens e perspectivas sobre o tema. Desde a gestão proactiva, de forma a antecipar os cenários de crise, até à forma de lidar com ela, minimizando os riscos. É possível ainda,  avaliar eventuais  danos causados por uma crise, junto da opinião pública e dos accionistas.
Em managementhelp, é possível encontrar respostas sobre vários aspectos da crise. Entre eles, destacam-se, tópicos como “quando o inesperado acontece”, “10 passos para comunicar uma crise” e “simulação de uma crise”.
O site dispõe ainda de uma área de livros recomendados e tem associados um conjunto de blogs, onde é possível encontrar informação específica, seja sobre liderança, planeamento estratégico ou gestão de carreiras.

Gestão Estratégica do Crescimento Económico em Portugal Livro recomendado

Na actual conjuntura de crise económica que exige medidas de austeridade, recomendo aos interessados, a leitura deste livro que faz o diagnóstico da situação da economia portuguesa num contexto de globalização, propondo áreas de actuação e soluções para um  crescimento económico, efectivo.gestao-estrategica-do-crescimento-economico-em-portugal

 Gestão estratégica do crescimento económico em Portugal

Nuno de Souza e Silva

Utilizando os conceitos de gestão estratégica, de gestão de desempenho e do Balanced Scorecard, elabora-se um mapa estratégico para o crescimento económico. Esse mapa estabelece uma visão e uma missão, estrutura os objectivos e áreas estratégicas de actuação e evidencia a sua interligação

A obra sistematiza e integra aspectos como:

– a criação de valor;

– a formação de capital humano;

o investimento;

– a inovação;

– a competitividade externa;

– a concorrência;

– a criação de empresas;

– a gestão macroeconómica.

Para cada uma daquelas áreas propõem-se indicadores estatísticos adequados.

Foi feita uma análise sectorial obtendo informação para os níveis de produtividade de 54 sectores de actividade da economia portuguesa, onde foi possível identificar os níveis de produtividade existentes, o contributo de cada sector para a produtividade média nacional, o efeito do peso do emprego de cada sector, as dinâmicas de crescimento de produtividade para cada sector e algumas comparações internacionais

Colecção Vida Económica

Picar o Ponto – Informações sobre o mercado de trabalho

Picar o Ponto é um site dedicado a disponibilizar informações relativas ao mercado de trabalho. Num período pós-férias, tenha acesso a inúmeras informações sobre como se comportar no dia-a-dia  no local de trabalho ou a melhor maneira de lidar com o desemprego.

 Deixo aqui a indicação de alguns temas abordados neste portal:

A Europa e as Empresas face ao novo paradigma …

Empresários europeus discutem o futuro da Europa a 30 de Setembro e 1 de Outubro no âmbito do 21º Congresso da OPCE organizado pela AERLIS

Com o tema “A Europa e as Empresas face ao novo paradigma Económico Mundial”, o evento contará com o patrocínio de Sua Excelência o Presidente da República, Professor Doutor Aníbal Cavaco Silva, de Sua Excelência o Presidente da Comissão Europeia, Dr. José Manuel Durão Barroso e a presença de Sua Excelência o Vice-Presidente do Banco Central Europeu, Dr. Vitor Constâncio.

No Congresso os empresários irão ter a oportunidade de discutir os novos rumos políticos e económicos da Europa com personalidades de nível internacional.

Para garantir a sua presença faça o seu registo em

http://www.opcelisboncongress.com/

Livro do dia – Como Fazer Fortuna

Em qualquer idade e em qualquer época Franklin teria sido um grande homem um grande empreendedor. A versatilidade de Benjamin Franklin tornou-o um dos homens mais conhecidos e admirados do mundo na segunda metade do século XVIII. A inteligência e a vontade, o talento e a arte, a força e a iniciativa, marcaram a sua vida.

O homem que não sabe expressar seus pensamentos está no mesmo nível daquele que não sabe pensar.”

Benjamin Franklin

Conheça através da leitura deste livro os  princípios intemporais aplicados ao mundo da gestão e dos negócios.

 Fonte: wook

Ideias empreendedoras – Tecnologia Verde…

Mais uma boa ideia aqui apresentada, esta na área da Tecnologia Verde. Alunos da Escola Superior de Tecnologia de Viseu desenvolvem carro eléctrico que percorre 100km por apenas…1 euro. Este carro tem as mesmas capacidades dos que trabalham a gasolina ou gasóleo. Talvez falte inventar um armazenamento mais eficaz da electricidade.

Características do VEP da ESTV

  • Sistema de Armazenamento de Energia: Bateria de 120 V com 100 Ah, com carregador a bordo.
  • Sistema de Condicionamento de Potência: Variador Electrónico de Velocidade com front-end activo de 100 kW, refrigerado por água.
  • Sistema Propulsor: Motor de indução trifásico com 15 kW (20 cv) de potência nominal e 39 kW (53 cv) de potência de pico, velocidade máxima de 12.000 r.p.m., refrigerado por água.

 Performance

  • Velocidade de ponta (de projecto com 2ª velocidade engrenada): 70 km/h.
  • Autonomia esperada: 50 km (correspondendo a uma descarga de 40 % da bateria).
  • Tempo de recarga: cerca de 2 horas (alimentado em tomada vulgar de 230 V e 16 A).
  • Sistema de variação contínua de velocidade. Comando de inversão de marcha electrónico.
  • A versão exposta possui travagem regenerativa activada.
  • Dados económicos e de impactos ambientais Consumo estimado: cerca de 10 kWh para percorrer 100 km (corresponde a um custo de 1 Euro e inferior ao custo de 1 litro de gasolina).
  • Nível de emissão de CO2 no local de utilização: 0 (zero) gramas de CO2 por km.
  • Nível de emissão de CO2 efectivo: cerca de 40 gramas de CO2 por Km, tendo em conta o mix actual das fontes de geração do sistema electroprodutor nacional, que é de aprox. 400 gramas de CO2 por kWh.

Fonte: Fotos antes e depois