Empreendedorismo Inovador na Diáspora Portuguesa – 4ª. edição

No dia 8 de Junho, o Centro Cultural de Belém foi palco da quarta edição do Prémio Empreendedorismo Inovador na Diáspora Portuguesa, durante o qual António Frias e João Mena de Matos foram distinguidos, em ex-aequo, com o Prémio Diáspora de 2011, por terem desenvolvido negócios de referência nos EUA e na Holanda respectivamente

António Frias (72 anos),  emigrou para os EUA com apenas 16 anos, onde começou por trabalhar no sector da construção e, aos 72 anos, é presidente da S&F Concrete, a empresa que molda o betão para projectos como os do arquitecto Frank Gerry.

Formado em Design Industrial pela Academia de Design de Eindhoven, João Mena de Matos (54 anos) empreendeu na criação da ‘European Design Centre’ (EDC), um laboratório de investigação criativa que presta serviços de consultoria em inovação. Nas últimas duas décadas, o português emigrado na Holanda liderou cerca de 40 projectos com um valor estimado de mais de 80 milhões de euros, em colaboração com mais de 250 parceiros de 29 países europeus.

 Na sua quarta edição, o Prémio obteve este ano um número recorde de candidaturas, mais 40 por cento do que na edição anterior, com 112 empreendedores, a residir em 30 países, a apresentarem os seus projectos nesta iniciativa.

Anúncios

Prémio Empreendedorismo Inovador na Diáspora Portuguesa – 3ª. edição

A COTEC Portugal – Associação Empresarial para a Inovação, pretende uma vez mais reconhecer as actuações empreendedoras e  inovadoras dos portugueses, que se destacaram em actividades empresariais, além fronteiras. Trata-se do Prémio Empreendedorismo Inovador na Diáspora Portuguesa, que conta com o Alto Patrocínio do Presidente da República.

As candidaturas para a terceira edição, decorrem até 26 de Março e podem ser efectuadas online em: COTEC PORTUGAL/ diáspora.

O prémio destina-se a cidadãos portugueses que se encontrem fora de Portugal há mais de cinco anos.  Distingue os portugueses que se evidenciaram pela sua acção empreendedora e inovadora no meio empresarial, entre os mais de cinco milhões que vivem e trabalham fora de Portugal.

Empresas

Segundo Filipe de Botton, presidente do Júri, “Este prémio é um forte incentivo à cooperação entre Portugal, a Diáspora Portuguesa e os países que a recebem. Os empresários que a COTEC tem envolvido e premiado têm um papel determinante na projecção do nosso País e, pelo conhecimento profundo dos mercados onde se inserem, representam um grande valor, que pode e deve ser relevado e aproveitado”.

Na edição do ano passado, a COTEC registou 68 candidaturas, provenientes de 24 países de quatro continentes e de vários sectores de actividade, do financeiro ao desporto, da ciência ao turismo. Os vencedores ex-aequo foram Manuel Eduardo Vieira – radicado nos EUA e o maior produtor e distribuidor de batata-doce biológica no mundo – e Paulo Taylor de Carvalho – fundador da Ebuddy na Holanda, uma plataforma para contactar pessoas em todo o mundo, que tem mais de 70 milhões de utilizadores.

Fonte: COTEC Portugal