Gestão Estratégica do Crescimento Económico em Portugal Livro recomendado

Na actual conjuntura de crise económica que exige medidas de austeridade, recomendo aos interessados, a leitura deste livro que faz o diagnóstico da situação da economia portuguesa num contexto de globalização, propondo áreas de actuação e soluções para um  crescimento económico, efectivo.gestao-estrategica-do-crescimento-economico-em-portugal

 Gestão estratégica do crescimento económico em Portugal

Nuno de Souza e Silva

Utilizando os conceitos de gestão estratégica, de gestão de desempenho e do Balanced Scorecard, elabora-se um mapa estratégico para o crescimento económico. Esse mapa estabelece uma visão e uma missão, estrutura os objectivos e áreas estratégicas de actuação e evidencia a sua interligação

A obra sistematiza e integra aspectos como:

– a criação de valor;

– a formação de capital humano;

o investimento;

– a inovação;

– a competitividade externa;

– a concorrência;

– a criação de empresas;

– a gestão macroeconómica.

Para cada uma daquelas áreas propõem-se indicadores estatísticos adequados.

Foi feita uma análise sectorial obtendo informação para os níveis de produtividade de 54 sectores de actividade da economia portuguesa, onde foi possível identificar os níveis de produtividade existentes, o contributo de cada sector para a produtividade média nacional, o efeito do peso do emprego de cada sector, as dinâmicas de crescimento de produtividade para cada sector e algumas comparações internacionais

Colecção Vida Económica

Banco de Portugal prevê crise prolongada

O Banco de Portugal revê em alta, no Boletim Económico de Verão, as previsões para a economia nacional neste ano, apontando para um crescimento de 0,9% em 2010, em vez dos anteriores 0,4%.

No entanto, para 2011, as previsões são agora piores: o banco central aponta para uma quase estagnação da economia nacional, com um crescimento de apenas 0,2%, em vez dos anteriormente esperados 0,8%.

Consulte aqui o Boletim Económico de Verão do Banco de Portugal.

Exposição “A Filosofia do Dinheiro”

Recomendo uma visita a esta exposição que tem como pano de fundo a actual crise financeira e a visão de artistas plásticos nacionais e estrangeiros sobre o dinheiro como “Deus da época moderna”.

Vai estar até 5 de Setembro no Pavilhão Branco do Museu da Cidade, em Lisboa.

A exposição reúne obras de 28 artistas nacionais e internacionais. Os portugueses Mariana Silva, Joana Bastos, Sara & André, Sparring Partners, Rita GT e Yonamine, e os estrangeiros Cildo Meireles, Michael Elmgreen & Ingar Dragset, Mads Lynnerup e Alfredo Jaar, entre outros.

O comissário Miguel Amado inspirou-se no livro “A Filosofia do Dinheiro”(1900). Partindo da obra do filósofo alemão Georg Simmel,  onde o autor expõe as suas teses sobre o predomínio do capitalismo, esta exposição reflecte e questiona os pressupostos deste sistema económico à luz da vigente crise financeira. As obras expostas, várias das quais resultaram de encomendas para esta exposição, perspectivam o dinheiro nas suas múltiplas vertentes simbólicas, desde meio de troca a ícone, passando pela significação da presente recessão económica. Através da visão crítica dos artistas participantes, perspectiva-se o dinheiro como o Deus da época moderna, para usar as próprias palavras de Simmel.

Para saber mais clique na imagem

Museu da cidade

Museu da Cidade de Lisboa

«A Filosofia do Dinheiro»

De: 2010-06-23 a 2010-09-05

Horários: 3ª,4ª,5ª,6ª,Sábado,Domingo

Pensamento do dia

“É impossível levar o pobre à prosperidade através de legislações que punem os ricos pela prosperidade. Por cada pessoa que recebe sem trabalhar, outra pessoa deve trabalhar sem receber. O governo não pode dar para alguém aquilo que tira de outro alguém. Quando metade da população entende a idéia de que não precisa trabalhar, pois a outra metade da população irá sustentá-la, e quando esta outra metade entende que não vale mais a pena trabalhar para sustentar a primeira metade, então chegamos ao começo do fim de uma nação. É impossível multiplicar riqueza dividindo-a.”

Adrian Rogers, 1931

Compre produtos Portugueses…

 
Apoie os produtos portugueses!
 
 Ao comprar produtos produzidos em Portugal está a contribuir para o crescimento económico e para o aumento e preservação dos postos de trabalho no nosso país!
Bem, na hora de escolher, é bastante fácil tomar uma atitude correcta: procure no produto, o código de barras e verifique se ele começa por 560. Muito simples!
 
Tome uma atitude! Pense em Portugal e no seu futuro!
 
Conheça o MOVIMEMTO 560
( clique na imagem para aceder ao site )

Livro do dia

Este livro ajuda o leitor a fazer uma organização consistente do orçamento mensal, orientando-o também na tomada das principais decisões de ordem financeira.

“A Economia lá d€ casa” é um livro imprescindível para o momento difícil que o país e o mundo estão a atravessar.

Repleto de dicas e de planos de emergência, este livro revela formas simples de poupar, de envolver toda a família na gestão do dinheiro… e até de fazer com que o seu banco passe a contribuir para as suas poupanças.

  EDITORA: Academia do Livro

  AUTOR: João Martins

 

 Com a leitura deste livro, vai ficar a saber informações importantes:

  • Pague-se a si mesmo em primeiro lugar.
  • Atenção às despesas escondidas de um cartão de crédito.
  • Tente pagar mais do que o mínimo exigido mensalmente pelo seu cartão de crédito.
  • Ter vários cartões de crédito é prejudicial para a sua saúde…financeira.
  • Não tenha o seu dinheiro dividido em muitas contas.
  • A lista de compras é sempre uma boa amiga.
  • O envolvimento dos filhos na gestão do orçamento pode ser surpreendente.

 

Pensamento do dia