Literacia financeira – “Todos Contam” novo portal

Ontem, dia nove, foi lançado pelo Conselho Nacional de Supervisores Financeiros um novo portal sobre  literacia financeira. Esta nova plataforma pretende ser uma “sede aberta de conhecimento” a todos os cidadãos. Uma única plataforma que reúne um vasto leque de informação sobre produtos de poupança e investimento – características, riscos e produtos adequados a cada etapa da vida – planeamento do orçamento familiar, cuidados a ter na contratação de crédito, mas também dicas sobre a prevenção da fraude, um guia para criar uma empresa, vários simuladores e até jogos e vídeos direccionados para os mais jovens

 

Com este novo site de LITERACIA FINANCEIRA,  pode aprender a fazer:

Continuar a ler

Portugal e a Europa em crise – Livro recomendado

A edição portuguesa do jornal Le Monde Diplomatique publicou, entre Março de 2008 e Maio de 2011, textos de destacados economistas sobre a crise económica portuguesa e europeia e sobre as alternativas e soluções para a superar. Portugal e a Europa em Crise

                                Editora: Actual Editora    Data de Publicação: 2011

Não podia ser mais oportuna esta publicação, numa conjuntura em que a reflexão crítica sobre estes temas se torna urgente. A obra apresenta uma seleção de organizada por José Reis e João Rodrigues, autores do texto introdutório, e com um texto final de Sandra Monteiro, diretora do jornal.

Teoria de Keynes- As lições de um professor

As lições de um professor… Circula no Youtube um vídeo sobre a actualidade das  teorias Keynesianas, uma aula  de economia proferida de uma forma clara e objectiva pelo Professor catedrático, Julián Povon Marote da Universidade Politécnica de Madrid e director do CEPADE-IEN.

Trata-se de reabilitar a teoria keynesiana para resolver a crise pela qual todos os países europeus estão a passar, especialmente os denominados PIGS (Portugal, Irlanda, Grécia e Espanha.

No entanto, é bom ter presente que Keynes, ao defender o efeito  multiplicador de investimentos ( investimentos públicos faraónicos), pode levar esta  teoria a  não ter o sucesso desejado.  Defendo precauções em relação ao entusiasmo excessivo à volta da teoria keynesiana.

A realidade é demasiado complexa para ficarmos prisioneiros de disputas políticas e ideológicas que usam as teorias económicas como campo de batalha.

Perspectivas para 2011

Não deixe de consultar esta publicação que dá uma visão abrangente, através de previsões para as várias regiões do globo, sobre crescimento económico e recuperação das principais economias mundiais,  mercados financeiros, inovação  … Saiba a opinião dos especialistas.

 

perspectivas 2011

Fonte: Vida económica

Uma lição sobre a actualidade da economia

Austeridade é a  palavra na ordem do dia. O problema do crescente endividamento externo português, juntamente com as trajectórias paralelas da Grécia , Irlanda e  Espanha,  a Comissão Europeia está a incitar os Estados-membros a imporem reformas estruturais de médio e longo prazo, as  indispensáveis medidas de austeridade, como parte dos inevitáveis esforços para superar a crise. Mas um número crescente de críticos contesta esse “culto da austeridade”, que ameaça aprofundar a recessão em que a Europa se encontra mergulhada.

O vídeo aqui apresentado – legendado em português – adapta-se  a esta realidade  e apresenta uma explicação simples sobre a origem desta crise financeira, como se vai resolver e quem a vai pagar.

Mark Blyth é um professor de economia política internacional em Brown’s Political Science Department, e director de programas universitários de graduação em estudos do desenvolvimento e relações internacionais.

Relatório sobre a Situação da População Mundial 2010 – “Do conflito e crise à renovação: gerações da mudança”

O relatório do UNFPA – “Do conflito e crise à renovação: gerações da mudança” – vincula paz, segurança e desenvolvimento com os direitos e empoderamento das mulheres. Este documento teve como base a resolução 1325 do Conselho de Segurança das Nações Unidas.

As mulheres têm uma grande capacidade em superar cenários de conflito armado ou desastres naturais e são uma ajuda importante na fase de renovar e reconstruir as sociedades.

Estas são algumas das principais conclusões do relatório sobre a Situação da População Mundial 2010, do Fundo das Nações Unidas para a População (UNFPA), divulgado em todo o mundo.

Em declarações à Agência Lusa, Tânia Patriota, a representante do UNFPA para a apresentação do relatório em Portugal sublinhou que “as mulheres quanto têm os direitos e as oportunidades, numa sociedade que as respeita, tornam-se mais resistentes ao desastre e ao conflito”.

Nesse sentido, o relatório pretende transmitir três grandes mensagens:

  • A importância da resistência das mulheres em superar as crises,
  • A importância de se reconstruir as sociedades com a ajuda das mulheres
  • Equidade entre homens e mulheres é uma das bases para uma sociedade que seja protegida ou menos vulnerável à crise.

Segundo Tânia Patriota, o documento mostra “a importância do papel da mulher durante e depois dos conflitos mas também como evitar que os conflitos causem um sofrimento muito profundo às mulheres, como se tem visto na maioria dos países onde as mulheres têm sido as vítimas mais atingidas”.

Convém referir que este Relatório foi elaborado com a ajuda de testemunhos que a UNFPA recolheu no último ano e meio em países palco de conflitos e catástrofes naturais como a Bósnia-Herzegóvina, Haiti, Jordânia, Libéria, território palestiniano ocupado, Timor-leste e Uganda.

Para a próxima década, alguns desafios foram definidos como cruciais:

  • Tornar a reestruturação planetária socialmente sustentável;
  • Acabar com a impunidade dos crimes contra a mulher;
  • Fortalecer o compromisso das nações para conter esse tipo de violência;
  • Promover a valorização e a participação feminina no poder político.

Consulte o documento na íntegra.

Dia Mundial da Poupança

Aproxima-se  o Dia Mundial da Poupança a celebrar no dia 31 de Outubro.  Vive-se tempos difíceis, é altura de todos reflectimos sobre o acto de amealhar para o futuro. A poupança é imprescindível de forma a constituir uma base sólida das famílias de modo a enfrentar dias mais difíceis.

A equipa de especialistas da PROTESTE POUPANÇA,  dá-lhe informação actualizada e indica-lhe a melhor forma de rentabilizar as suas economias, poupando-lhe tempo e dinheiro. Em matéria de finanças, nada melhor do que estar bem informado!

‘Poupar, é um gesto simples mas poderoso, é viver o futuro, é ganhar a liberdade para agir no futuro,  é assegurar o futuro’.

Edição especial 

( documento em pdf. )

Fonte: Newsletter DECO PROTESTE