A União Europeia dos Cidadãos – Concurso inovador

 
Desenvolve um projeto criativo e inovador sobre «A União Europeia dos Cidadãos» e ganha prémios!
 
Se és estudantes do ensino básico, secundário e profissional, mostra o que entendes por Cidadania Europeia, através do desenvolvimento de um projeto que promova a interação entre a tua escola e a respetiva comunidade local. Esta pode tomar a forma de uma ação de voluntariado, um blog, uma revista, um programa de rádio, uma peça de teatro, um filme, etc…

Podes concorrer até 31 de Dezembro de 2011.

 
Para mais informações, consulte: Portal da Juventude

Inscreve-te em www.participarparamudar.eu

Fonte: Portal da Juventude
Anúncios

Dia Mundial do Refugiado

Comemora-se, hoje, dia 20 de Junho o Dia Mundial do Refugiado. Este dia foi instituído em 2000 pela Assembleia Geral da ONU em solidariedade à África, continente que abriga o maior número de refugiados e que, tradicionalmente, já celebrava o Dia Africano do Refugiado.

O tema deste ano é “Um refugiado sem esperança já é demais”, em reconhecimento à “dramática” situação em que vivem milhões de refugiados.

O flagelo dos milhares de refugiados espalhados pelo mundo inteiro continua a ser um dos problemas que a Humanidade ainda não mostrou saber resolver. Para milhares de pessoas que todos os anos se vêem forçadas a fugir de suas casas, e partir, levando apenas alguns dos seus bens, para salvar a vida, é apenas o início de um longo combate. Depois de terem escapado da perseguição ou da guerra e de terem encontrado um local seguro, os refugiados têm ainda de superar enormes dificuldades para obter aquilo que a maior parte de nós considera como adquirido – uma escola, um emprego, habitação e cuidados de saúde.

Segundo um relatório do Acnur (Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados), o número de refugiados, solicitantes de asilo e deslocados não pára de aumentar no mundo, e chegou a 44 milhões de pessoas em 2010.
Cerca de 16 milhões em todo o mundo – mais de um quarto da população de refugiados – encontra-se apenas em três países: Paquistão, Irão e Síria.

Os afegãos continuam a ser a maioria dos refugiados do mundo (3 milhões), seguidos dos iraquianos (1,6 milhão), dos somalis (770.200), dos cidadãos da República Democrática do Congo (476.700) e de Mianmar (415.700).

Quanto aos pedidos de asilo, a África do Sul continua a ser o primeiro destino, com 180.600 pedidos registados em 2010, ou seja, uma quinta parte dos pedidos mundiais e três vezes mais os registados nos Estados Unidos (54.300) e em França (48.100). A Alemanha é o país industrializado que acolhe a maior população de refugiados, com 590 mil pessoas.

Entre Janeiro e Maio, Portugal recebeu 81 pedidos de asilo, mais que no ano passado, tendo nos últimos quinze anos dado acolhimento a cerca de 400 pessoas.

SER VOLUNTÁRIO é FAZER A DIFERENÇA

Neste Dia Internacional do Voluntariado é bom recordar e ter sempre presente que há milhares de cidadãos anónimos que, dia após dia, com um gesto simples ou nobre, levam a alegria e esperança a minorias ou a desfavorecidos do mundo, contributos para a construção de uma sociedade mais fraterna e solidária.

Um bom exemplo do que acabo de afirmar é a distinção dada esta semana pela ONU a um português, Rui Oliveira,  pelo trabalho desenvolvido como voluntário, que iniciou depois de reformado.

Tudo começou «há cerca de um ano», depois de de uma vida inteira a trabalhar em informática, Rui sentiu-se «alarmado» com a ideia de parar. Foi então que um amigo lhe falou do voluntariado pela Internet sob a égide das Nações Unidas, um serviço para o qual acabou por se inscrever.

O voluntário dedica agora «cinco a seis horas» dos seus dias na manutenção e resolução de problemas da página Internet de uma organização não governamental, a VPWA, com base no Gana. Um trabalho que as Nações Unidas distinguiram esta semana com o prémio «UNV Volunteering Award 2010», atribuído anualmente a dez pessoas num universo de cerca de um milhão de voluntários.

 Por causa do seu trabalho «numa multinacional» passou tempo em vários países,  Angola, Botswana, Namíbia, onde se foi apercebendo das muitas carências sentidas pelas populações. «Aqui as pessoas queixam-se de ganhar trezentos euros por mês, mas lá há pessoas que têm que viver com um euro por dia».

Para o ano, pensa levar o voluntariado ainda mais longe, viajando até ao Gana para ajudar outra organização não governamental, a «New Life Foundation». «Eu e mais algumas pessoas vamos viajar à nossa conta. Vou fazer cursos de formação e introdução à informática, é um trabalho interessante», afirmou.

Cada um de nós, pode colaborar fazendo aquilo que sabe. O desejo de contribuir e a disposição de ajudar o seu semelhante, oferecendo-lhe respeito e Amor, é uma atitude Humana, além de ser um exercício de cidadania.

O importante é fazermos a nossa parte, porque só com o nosso exemplo é que as coisas realmente vão mudar. Tudo depende de nós.

Torne-se voluntário e faça a diferença!

( clique na imagem e aceda ao site da ONU – inscrições )

Com o objectivo de promover o VOLUNTARIADO enquanto expressão de cidadania activa e de intervenção cívica, sobretudo atendendo à actual conjuntura socioeconómica, a CGD e a PT consideraram fundamental investir na renovação  do site da Bolsa do Voluntariado, tornando-o mais funcional e atractivo, no sentido de captar mais voluntários capazes de apoiar as necessidades da população carenciada.

Aceda aqui ao novo site da Bolsa do Voluntariado, que permite agilizar a gestão do voluntariado português, e a sua distribuição de acordo com as necessidades de cada momento das instituições inscritas na Bolsa.

( clique na imagem e aceda ao site Bolsa de Voluntariado )

Impostos Press – O maior jornal on-line sobre impostos

Tudo o que acontece nos IMPOSTOS está neste  novo  portal, o maior jornal on-line sobre uma matéria que a todos diz respeito. É preciso estar sempre atento! Para uma melhor cidadania o cidadão deve estar informado,  ser activo, exigente e participativo Cada vez mais percebemos a importância dos impostos na nossa vida.

É um site obrigatório nos seus Favoritos. Não deixe de consultá-lo regularmente. É actualizado todos os dias, sendo de acesso universal, sem qualquer restrição de registos prévios e totalmente gratuito.

( Clique na imagem e aceda ao site )

Portal Europeu de Informação – PRESSEUROP

Este portal  de iniciativa da Comissão Europeia agrega, diariamente, uma selecção de artigos da imprensa dos 27 países da União Europeia.

Coloca à sua disposição artigos da imprensa internacional e europeia que incidem sobre diversos domínios da actualidade comunitária, revistas de imprensa, notícias breves e sínteses da actualidade, ilustrações ( fotografias, vídeos desenhos humorísticos, etc. ), boletim informativo quotidiano sobre a actualidade mais recente e, ainda, arquivos de artigos.

Vale a pena consultar…

Praticar a Cidadania em ESTARREJA – “Carta Aberta”

Muito  boa a iniciativa da Câmara Municipal de Estarreja, que mais uma vez sai na frente e inova no modo como lança a ideia de formar/educar a população mais jovem para os seus direitos e deveres de Cidadania.

Com o nome “Carta Aberta”, a iniciativa vai chegar a mil alunos das Escolas do 1º ciclo, com o objectivo de mobilizar a população mais jovem a participar de forma activa na Vida Pública, desafiando-os, por isso, a exprimirem as suas ideias e conselhos ambientais e de Cidadania.

Esta acção vai ser desenvolvida através de várias sessões de contacto pró-activo, incluindo a entrega de um Kit com 6 postais e algumas “dicas” de como praticar direitos e deveres comunitários, para serem redigidos na sala de aula ou fora do contexto escolar e entregues aos pais, familiares, amigos e vizinhos.

Deste modo, a campanha envolve neste processo de desenvolvimento de competências individuais e sociais de Cidadania Activa tanto as crianças como as pessoas com quem partilham as suas experiências de vida.

É bom  ter presente que  cada cidadão português é membro de uma comunidade independente, dotado de direitos, liberdades, garantias e deveres e com responsabilidades cívicas que se encontram consagradas no texto da Constituição Portuguesa.

Fonte: http://www.cm-estarreja.pt/main/newstext.php?id=6326#

Dia Internacional do Trabalhador

Todos os anos, no dia 1 de Maio, comemora-se, em todo o mundo, o Dia do Trabalhador, data com o maior significado político na cultura e identidade de toda uma classe. Daí que, não devemos ver este dia como mais um oportuno feriado. Numa altura em que atravessamos uma crise económica, mais do que nunca, devemos reflectir as acções necessárias para uma outra consciência social e política, de maior coerência, verticalidade e dignidade humana.

Nunca é demais relembrar os “Mártires de Chicago”, que  passaram à História como os primeiros heróis desta luta fundamental dos trabalhadores, que tem carácter libertador.