Região de Aveiro investe 9 milhões em agenda para cultura, saúde e empreendedorismo

 

A CIRA- Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro-  viu aprovada a candidatura às redes urbanas para a competitividade e inovação. Nos próximos anos serão investidos 9 milhões de euros comparticipados por fundos comunitários. Trabalho de parceria entre os municípios e a Universidade de Aveiro. Segundo os responsáveis da CIRA este é um passo de consolidação do projecto da comunidade intermunicipal que aprofunda a cooperação entre diversos parceiros com agendas para a cultura, para a saúde e bem-estar, para a sustentabilidade e agenda para o empreendedorismo.

 Destacam-se projectos como a programação cultural em rede, centro interpretativo de saberes para a transmissão da memória e a valorização da identidade, arte e criatividade, rede de iniciativas de saúde e bem-estar, comunidade intergeracional, comunidade sénior, agência para a sustentabilidade e competitividade, eficiência energética, plataformas de apoio e valorização do empreendedorismo e inovação, empreendedorismo social, e parcerias escola/família/comunidade.

Fonte: http://www.terranova.pt/index.php?idNoticia=5491

Design e Empreendedorismo Social

Entre 23 de Junho e 7 de Julho, o IPA realiza duas iniciativas no âmbito do Design e do Empreendedorismo Social.

As conferências ocorrem à quarta-feira às 18:30h (nos dias 23, 30 de Junho e 7 de Julho). Serão oradores: Henrique Cayatte (Presidente do Centro Português de Design), Joaquim Casado (ex-Presidente da Junta de Freguesia da Ericeira, empreendedor social, orador-estrela do TEDxLisboa) e Ana Vasconcelos (Designer, docente e investigadora). A entrada é livre.

 O workshop realiza-se nos dias 23 (noite), 24 (todo o dia) e 26 de Junho (manhã), tem como orador convidado Henrique Cayatte e é orientado por Glória Costa e Estuardo Calderón Scheel. No actual panorama económico, social e ambiental o design é uma ferramenta poderosa para gerir projectos sustentáveis. A inovação social é um modelo participativo onde o design thinking se julga necessário no processo de decisão. 

O intuito é criar consciência para o trabalho do designer tendo em conta valores de ética, equidade e justiça, numa perspectiva holística e explorando novas formas de activação direccionadas para a flexibilidade social e um modelo de inclusão social.

Para mais informações, consulte:site do IPA

Programa Inov-Social promove 1000 estágios profissionais

Estão abertas candidaturas ao mais recente programa de estágios profissionais, Inov-Social. Têm a particularidade de ter lugar em instituições sociais.

As candidaturas decorrem até 30 de Abril. Devem ser efectuadas exclusivamente pelas entidades beneficiárias ou organizadoras, através de formulários próprios disponíveis em www.inovsocial.gov.pt.

Para se candidatar clique em:

image

O programa, recentemente aprovado em Conselho de Ministros, tem por objectivo colocar 1000 jovens qualificados em estágios a realizar em instituições da Economia Social.

Instituições particulares de solidariedade social ou equiparadas, Misericórdias, cooperativas de solidariedade social, entidades culturais de âmbito social, associações de desenvolvimento local, entre outras associações, federações e confederações constituem a lista de locais de acolhimento para os jovens estagiários.

Este programa de estágios profissionais foi criado no âmbito de uma política de afirmação do potencial de criação de emprego do sector da Economia Social.

Os destinatários são jovens desempregados, com idades até 35 anos, habilitados com qualificação de nível superior numa das seguintes áreas de formação: Economia, Gestão, Direito, Ciências Sociais e Engenharia.

Fonte: Programa INOV-SOCIAL

Portal de responsabilidade social

Este portal é  um serviço “pro bono” da empresa LPM – Comunicação, com o patrocínio do  Banco Espírito Santo, que renovou a sua imagem, muito recentemente.

Causas.net

O objectivo desta renovação é tornar mais fácil a navegação por este site que agrega quase duas dezenas das mais importantes Organizações Não Governamentais (ONG) portuguesas.

O “Causas”, já conta com cerca de dois anos e meio de existência, sendo actualmente, um dos maiores, mais representativos e mais importantes portais na área da responsabilidade social em Portugal, facultando um serviço profissional de assessoria mediática a um painel de instituições de solidariedade de referência.

O novo portal, tem novas funcionalidades com ligação às redes sociais, vídeos, agenda e um agregador de blogues na área do terceiro sector, vai permitir uma navegação mais fácil a todos os utilizadores, reforçando o seu posicionamento enquanto plataforma de mobilização da atenção dos media e da opinião pública para estas temáticas e para as iniciativas promovidas pelas ONG.

O “Causas” integra a as seguintes Associações e/ou Organizações:

  • Acreditar;
  • AMI – Assistência Médica Internacional;
  • ANIMAR;
  • APAV – Associação Portuguesa de Apoio à Vítima
  • APCL -Associação Portuguesa Contra a Leucemia
  • APF – Associação para o Planeamento da Família,
  • CAIS;
  • CEAI – Centro de Estudos da Avifauna Ibérica;
  • Conselho Português para os Refugiados;
  • FENACERCI, Fundação Infantil Ronald McDonald,;
  • GRACE – Grupo de Reflexão e Apoio á Cidadania Empresarial
  • INDE – Intercooperação e Desenvolvimento,;
  • Médicos do Mundo;
  • Rede Europeia Anti-Pobreza;
  • SOS Racismo;
  • UMAR – União Mulheres Alternativa e Resposta.

 

Congresso de Empreendedorismo Social

congresso de Empreendedorismo Social

 30 de Outubro | Centro Cultural de Cascais

Pelo 3º. ano consecutivo vai realizar-se o Congresso do Empreendedorismo Social é um momento para o encontro de pessoas, a troca de ideias e experiências e a potencialização de parcerias em Portugal, de pessoas que se interessam e acreditam que o Empreendedorismo Social é uma das principais soluções e ferramentas para mudar o mundo!

Este ano, o Instituto Empreendedorismo Social, promove um dia de Congresso,  que conta com a participação e envolvimento de pessoas e organizações não lucrativas, públicas e privadas.

Consulte aqui o Programa do III Congresso de Emp. Social 2009.

Participe dando o seu contributo na procura de soluções sustentáveis para um mundo melhor!

Fonte: Instituto do Empreendedorismo Social

Empreendedorismo Social – Bolsa Valores Sociais de Lisboa

 A Responsabilidade Social como Estratégia Empreendedora.

 Bolsa de Valores Sociais – 2009, Um projecto de Responsabilidade Social, aplicado ao sector financeiro.

empreendedor-social-de-futuro

 O Programa Gulbenkian de Desenvolvimento Humano, i apresentar durante o  mês de Outubro um novo projecto na área da inovação social: uma Bolsa de Valores Sociais de Lisboa.
Esta ideia teve origem na Bolsa de Valores de São Paulo, em 2003, o maior pólo de Mercado de Acções a operar na América Latina, onde foi criada a  primeira Bolsa de Valores Sociais do mundo. Através da reprodução do ambiente de uma Bolsa de Valores, esta iniciativa tem mobilizado recursos para impulsionar projectos realizados por ONG’s brasileiras, uma vez que estabelece uma ponte entre as Organizações que necessitam de Fundos e os investidores e empresas que estão dispostos um doá-los.
A partir do final do mês de Outubro, o modelo existente em São Paulo, será replicado em Portugal com o apoio das Fundações Calouste Gulbenkian e da EDP e da Euronext Lisboa. Seguindo a mesma lógica do Mercado de Acções, no qual as empresas fortalecem os seus negócios através da Bolsa de Valores, devolvendo o capital do ivestidor em lucros e dividendos, tornam as ONG’s-se mais fortes e devolvem esse investimento na forma de uma sociedade mais justa, solidária e ambientalmente mais responsável.
Esta iniciativa nasce dentro da Rede Euronext, funcionando ainda como modelo para as demais Bolsas de Valores europeias membros da Rede Euronext, que poderão adoptar o modelo como plataforma comum de Responsabilidade Social, num momento em que tem se discutido e tentado fomentar o apoio da Sociedade em geral às Organizações Sociais do Terceiro Sector.

 Valorizemos o Empreendedorismo Social.

Tome hoje uma Iniciativa, FAZ BEM!

 

Empreendedorismo Social

Projecto Gsolidário

 image O Gsolidário é um site de pesquisa que utiliza o motor de busca do Google. Os resultados apresentados são os mesmos resultados obtidos quando a pesquisa é feita no Google. A diferença é que ao pesquisar no Gsolidário está a ajudar a angariar dinheiro para instituições de solidariedade social.

O Gsolidário é um site independente do Google. Apesar de ser do conhecimento desta marca americana, o Projecto Gsolidário foi criado por dois jovens com o objectivo de ajudar quem mais necessita de uma forma útil aproveitando os hábitos de uma sociedade contemporânea. O dinheiro é adquirido através dos cliques efectuados nas publicidades que são colocadas pelo Google nas margens do Gsolidário. O objectivo deste projecto é precisamente ajudar instituições de solidariedade social oferecendo o dinheiro que se angaria.