Concurso INOVA 2015 (cont.)

ffff

Aqui fica a  apresentação do negócio INOVARRAIOLOS Lda. – Arraiolos de Nova Geração que mereceu o prémio de melhor PROJETO A NÍVEL NACIONAL.

Agrupamento de Escolas de Estarreja no Roadshow 2015 – Ensino Profissional

formacao_ensinoprof_roadshow2015

No Agrupamento de Escolas de Estarreja ensinar é criar oportunidades.

Mais uma vez a ESCOLA SECUNDÁRIA DE ESTARREJA (sede de agrupamento), esteve presente no  evento, RoadShow do Ensino Profissional  2015 que se realizou em Aveiro na Escola Secundária José Estevão.

Permitiu que os alunos que estudam hoje nos cursos profissionais oferecidos pela  nossa escola, mostrassem  as possibilidades e os caminhos para obter o sucesso  numa carreira profissional bem sucedida.

Alunos dos cursos profissionais,  Produção em Metalomecânica e Eletrotecnia mostraram, através de atividades práticas ao vivo, o que de muito bom  se faz na nossa escola. Estudar em  cursos como estes ou outros  igualmente ministrados na nossa Escola, Gestão, Informática, Marketing e Turismo,  com a qualidade que lhes é reconhecida pelo mundo empresarial da região  é sinónimo  de emprego e satisfação pessoal e profissional.

11046258_10206939259750435_7074084011453482603_n

22229_10206922569173181_612088432074631190_n

11147871_10206939259790436_789541222438216166_n

11222304_10206939259830437_528329815212157397_n

Retailgeste recebe candidaturas de projetos de empreendedorismo para o Programa Business Care

Gddddd

A Retailgeste, que tem como missão oferecer competência e inovação na prestação de serviços na área de Retail (Centros Comerciais), recebe neste momento candidaturas para o seu programa de apoio ao empreendedorismo e ao desenvolvimento de novos negócios Business Care.

Retail

Numa óptica de focalização no talento e no fortalecimento da iniciativa empreendedora das pessoas, este programa pretende apoiar e estimular o espírito empreendedor, proporcionando condições para a criação de negócios próprios através da concretização de ideias geradoras de valor para o tecido empresarial português.

O apoio do Business Care ao desenvolvimento de novos negócios concretiza-se através da disponibilização de espaços comerciais (lojas e escritórios) em condições de ocupação muito atrativas, bem como em aconselhamento gratuito e consultoria nas valências de Gestão, Marketing e Técnica.

Etapas do Business Care até à concretização do negócio:

  •  Avaliação inicial do projeto/perfil do negócio;
  • Análise da candidatura (Plano de Negócios);
  • Identificação do tipo de espaço (loja/escritório) a atribuir ao projeto;
  • Definição das condições de comercialização do espaço;
  • Definição da consultoria/formação/coaching a atribuir à candidatura;

 Os candidatos podem inscrever-se na página do programa Business Care:

 http://www.businesscare.pt/ 

 

Teste a sua ideia de negócio em EMPREENDER.PT

unnamed

Mais do que acreditar que tem uma excelente ideia de negócio, deve provar que a sua ideia é realmente válida e tem mercado. Não perca a oportunidade de esclarecer as suas dúvidas com José Miguel Queimado. 

Clique na imagem e aceda ao site, http://www.empreende.pt/ .

EE

    INSCREVA-SE!

“Talent City ” – Oportunidades de emprego

TalentCity-300x157

Entre nesta cidade e viaje… A cidade dos TALENTOS  coloca os jovens  em contacto direto com as empresas que aderiram a esta comunidade (PORTUGAL TELECOM, UNICER, EDP, GRUPO IMPRESA, NOVABASE, PHILIP MORRIS INTERNATIONAL, DANONE, DEUTSCHE BANK, entre outros)!

(clique na imagem e aceda à cidade)

CIDADE

Conta atualmente  com 45 mil registados e já criou mais de 400 oportunidades de emprego!

A “Talent City”  permite às empresas comunicarem  a sua proposta de valor, divulgar oportunidades (programas de estágios, programas de trainees), informações exclusivas e encontrar jovens que mais se adequam às suas empresas e às suas culturas.

Para os candidatos, a “cidade” permite aprender, conhecer-se melhor, conhecer as empresas e encontrar oportunidades de emprego e ainda tem o benefício de usufruir de workshops gratuitos para o seu desenvolvimento pessoal e profissional e a possibilidade de melhorar o seu CV, percurso profissional e Skills, através do advisory da equipa.

A “Talent City” procura ter uma relação muito próxima com os jovens, oferecendo um mundo de oportunidades.

Esta oportunidade  espera por si!

Nesta “cidade”, poderá:

  • Navegar pelo seu “quarto” virtual para que possa compreender quais são as variáveis mais importantes a ter em consideração no momento de escolher um desafio profissional;
  • Fazer o download do seu Talent City CV e usá-lo como um guia para decisões que o levarão ao sucesso profissional;
  • Ter acesso a informação que o vai interessar sobre as empresas da cidade, a oportunidades, desafios e experiências únicas nestas empresas;
  • Conhecer os testemunhos das pessoas com quem poderá vir a trabalhar num futuro próximo.

E muito mais…

Inscreva-se já  em www.thetalentcity.com para fazer  parte da CIDADE do TALENTO!

Empregabilidade jovem – IMPULSO JOVEM

Em resposta ao agravamento da situação do desemprego jovem em Portugal e ao desafio proposto pelo Presidente da Comissão Europeia aos oito Estados membros que apresentam maiores dificuldades de integração da população jovem no mercado de trabalho, o Governo português promove o Plano Estratégico «Impulso Jovem» assente em três pilares, apoiado por diversas medidas:

– Estágios profissionais «Passaporte Emprego», destinado a incorporar jovens desempregados em entidades com ou sem fins lucrativos, em particular as do setor de bens transacionáveis nas regiões de convergência (Norte, Centro e Alentejo), e a facilitar a transição para o mercado de trabalho nos setores de aposta estratégica através de um mecanismo de estímulo à contratação, incluindo um prémio de integração dependente da contratação sem termo

– Apoio à contratação e ao empreendedorismo e do Programa «Portugal Empreendedor», abrangendo um conjunto de medidas articuladas que desenvolvem projetos de empreendedorismo levados a cabo por jovens ou por empresas que recrutem jovens desempregados há mais de quatro meses e com qualificações superiores.

  •  Adoção do Programa «COOP Jovem»como projeto de empreendedorismo jovem, apoiando a criação de cooperativas, através do financiamento direto por cada cooperante que tenha idade compreendida entre os 18 e os 30 anos e o 9º ano de escolaridade
  • Desenvolvimento do programa nacional de microcrédito, destinado a facilitar o acesso ao crédito – através da tipologia MICROINVEST – e a prestar apoio técnico na criação e na formação do empreendedor durante os primeiros anos de vida do negócio, dando prioridade aos casos em que o beneficiário ou contratado tenha idade compreendida entre os 16 e os 34 anos e seja um desempregado inscrito num centro de emprego há, pelo menos, quatro meses

– Apoio ao investimento – O financiamento do Plano «Impulso Jovem» obedece às linhas estratégicas definidas pela Comissão Interministerial de Orientação Estratégica dos Fundos Comunitários e Extracomunitários, assegurando-se que uma parte dos apoios previstos são direcionados para as regiões de convergência (Norte, Centro e Alentejo), de forma a contribuir para a redução das assimetrias regionais e para a coesão territorial, social e nacional.

Fonte: CIEJD

Mestrado em Bioempreendedorismo

 

A biotecnologia vive basicamente de empreendedores,  pessoas que se lançam em projectos com a missão de desenvolver novos produtos e serviços tirando vantagens dos mais recentes avanços das biociências. Para facilitar a criação de empresas por parte de quem tem conhecimento especializado nesta área, surge agora o Mestrado em Bioempreendedorismo.

 Promovido pela CESPU – Cooperativa de Ensino Superior, Politécnico e Universitário, em Gandra,  os formandos deste mestrado deverão adquirir noções concretas de Macroeconomia, Gestão de Recursos Humanos ou simplesmente Planos de Negócios.

 No final do curso, os participantes devem ficar habilitados a:

  • identificar uma oportunidade de converter um processo biotecnológico numa aplicação empresarial;
  • liderar e participar em equipas responsáveis pela implementação de uma bioempresa;
  • conhecer a legislação aplicável às questões do bioempreendedorismo;
  • conhecer e lidar com os apoios e financiamentos disponíveis ao bioempreendedorismo;
  • negociar, gerir, investir numa estratégia de sucesso que sustente a aplicação empresarial;
  • tornar um projecto empreendedor em biotecnologia, num exemplo de sucesso.

 Para mais informações, consulte a CESPU.

Fonte:Portal QueroMais e CESPU

“Promover em Portugal um círculo virtuoso do empreendedorismo requer um sistema de ensino que promova a criatividade”

Aqui fica uma interessante entrevista feita por João Fernando Mendes ao Soumodip Sarkar, professor da Universidade de Évora, considerado como um dos 100 especialistas na área do Empreendedorismo e Inovação pelo World Economic Fórum.

Nunca é demais salientar a posição de alguém que pensa que precisamos de uma educação virada para o empreendedorismo, e que deve ser iniciada com o ensino básico, um sistema de ensino que promova a criatividade.

Mais à frente na sua entrevista, refere que de uma forma geral, as características mais comuns entre os empreendedores de sucesso inclui factores como motivação, tomada de risco (elevado nível de conforto com o risco), competitividade/assertividade e autoconfiança.

Leia aqui a entrevista na íntegra:

 

 

Julgo que é possível alterar mentalidades, e que iremos conseguir a interiorização de uma cultura europeia virada para o Empreendedorismo nas nossas Escolas.

 

Emprego na NET – Portal a consultar…

A crise ainda não acabou, o desemprego continua a crescer acima dos dois dígitos.  Arranjar emprego é uma tarefa que exige empenho e dedicação, no fundo é do seu futuro que se trata, por isso há que planear bem a procura de forma a encontrar o que pretende.

Uma boa solução pode ser o site da Associação Portuguesa das Empresas do Sector Privado de Emprego, em www.apespe.pt.

 

2ª.Sessão sobre Empreendedorismo e formação em criação de empresas em Estarreja

No âmbito do Contrato Local de Desenvolvimento Social do concelho de Estarreja “7 Desafios em Rede” vai-se realizar no dia 17 de Fevereiro de 2010 uma Sessão de Sensibilização  sobre  o  Empreendedorismo  e de Formação ao nível da Criação de Empresas. 

 A sessão  será  realizada nas instalações da Incubadora de Empresas de Estarreja,  no edifício do Antigo Colégio  pelas  14h30m. Esta Sessão de Sensibilização destina-se a todos os desempregados  ou pessoas  à  procura do primeiro emprego.  

 

Todas as pessoas interessadas em participar na sessão, devem-se  inscrever  até  dia 16 às 12h00m e basta enviar um e-mail para o seguinte endereço:

Tenha em conta as seguintes informações:

 Nome, Data de Nascimento, Idade, Nº BI ou Cartão de Cidadão, Habilitações Literárias e Situação Profissional. 

Para mais informações:       

E-Mail: clds7desafiosemrede@gmail.com   

 

Telefone: 234 197 941      

Inscreva-se, a participação é gratuita!   

  

 

Sessão de Sensibilização s/Empreendedorismo … Estarreja

No âmbito do Contrato Local de Desenvolvimento Social do concelho de Estarreja “7 Desafios em Rede” vai-se realizar no dia 16 de Dezembro uma Sessão de Sensibilização sobre o Empreendedorismo e de Formação ao nível da Criação de Empresas.

O objectivo geral do Contrato Local de Desenvolvimento Social (CLDS) do concelho de Estarreja “7 Desafios em Rede” é promover a inclusão social dos cidadãos residentes no concelho de Estarreja, de forma multisectorial, integrada e multidisciplinar, através de acções a executar em parceria, visando combater a pobreza persistente e a exclusão social.

Câmara Municipal de Estarreja e Univ. Aveiro – Parceria…

A Universidade de Aveiro e a Câmara Municipal de Estarreja assinaram  no dia 21 de Novembro um protocolo de cooperação que estabelece o desenvolvimento de uma parceria dirigida à criação de uma plataforma de serviços de incubação em Estarreja.  A Incubadora em Rede é um projecto recente e  inovador no contexto nacional, que resulta da parceria dos municípios da NUT III – Baixo Vouga e da Universidade de Aveiro (UA).

Estes Municípios, entre os quais o de Estarreja, e a UA, através da GrupUNAVE, enquanto parceira estratégica do desenvolvimento regional, pretendem avançar no sentido da constituição da Plataforma de Apoio e Valorização do Empreendedorismo e Inovação da Região de Aveiro, que permita criar e maximizar condições de suporte logístico, operacional, financeiro e técnico para a criação e expansão de novas empresas.

Esta Plataforma é constituída por uma rede de parceiros e visa promover a criação de empresas com elevado potencial, capazes de criar emprego especializado, nos vários municípios aderentes, promovendo a atracção e fixação de talentos e dinamizando o investimento empresarial e a valorização da região.

Neste protocolo, assinado no último sábado, estabeleceu-se um acordo no sentido de desenvolver uma parceria dirigida à criação de uma plataforma de serviços de incubação baseada no know-how e nas competências detidas pela GrupUNAVE, de forma a que a instalação destes serviços no Concelho de Estarreja contribua para a alavancagem e consolidação da actividade empresarial e para a inovação do tecido empresarial local.

Fonte: Diário de Aveiro – 28 de Novembro

Criação de NEGÓCIOS – Apoio aos empreendedores

Se tiver uma ideia em mente que  queira ver convertida  num negócio inovador, mas não tem meios para a concretizar pode encontrar no Programa FINICIA um bom aliado. Muitas são as empresas que já nasceram à conta do apoio fornecido por este projecto.

Finicia“O Programa FINICIA facilita o acesso ao financiamento à criação de empresas e às empresas de menor dimensão, que tradicionalmente apresentam maiores dificuldades na sua ligação ao mercado financeiro.

Através de uma rede de duas centenas de entidades, o Programa desenvolve:

  • Actividades de sensibilização para o empreendedorismo e divulgação das condições de apoio à transformação de ideias de negócio em projectos empresariais, e a empresas em fase de arranque;
  • Apoio à execução de planos de negócio  para ideias de negócio com carácter inovador;
  • Para projectos semi-estruturados com carácter inovador, o IAPMEI disponibiliza recursos para a execução de Planos de Negócio. Para submeter uma candidatura a um Plano de Negócios, pode fazê-lo através da BIM – Bolsa de Ideias e de Meios online ou através de um parceiro que integre uma das Plataformas FINICIA.”

Fonte: Site IAPMEI/FINICIA

Criação do próprio emprego – Apoios financeiros

PROGRAMA DE APOIO AO EMPREENDEDORISMO E À CRIAÇÂO DO PRÓPRIO EMPREGO – PAECPE

Emprego2

A 4 de Setembro foi publicada a nova modalidade de apoios financeiros à criação do  próprio emprego, podendo beneficiar  desse programa pessoas que estejam a receber prestações de desemprego, desempregados inscritos no IEFP há mais de 9 meses, jovens à procura do 1º emprego, trabalhadores independentes com rendimentos médios mensais inferiores à retribuição mínima mensal garantida e  quem nunca tenha exercido qualquer actividade profissional independentemente do tipo de vínculo.

Este programa também oferece apoio técnico (formação em gestão e elaboração e acompanhamento do projecto) e financeiro (bolsas de formação e subsídios).

Consulte aqui a nova legislação – Portaria n.º 985/2009