ESCOLA SECUNDÁRIA DE ESTARREJA FINALISTA EM CONCURSO INTERNACIONAL

O projeto, NEPTUNO SPEAKER – Boia de salvamento aquático (inteligente), representará a nossa Escola na grande final em Barcelona, “Concurso Desafio Empreende 2019”, dias 8 a 11 de maio. De entre 1232 projetos (submetidos em plataforma: relatórios e vários anexos técnicos), oriundos de diversos países, NEPTUNO SPEAKER está entre as 35 melhores ideias apresentadas a concurso, tendo passado por um processo de seleção baseado na norma da Fundação Europeia para a Ciência, incluída no European Peer Review Guide.

Este projeto foi um desafio aliciante para um grupo de quatro jovens, de grande exigência, praticado numa interação do saber técnico-científico assente numa abordagem exploratória e investigativa, através da metodologia proposta pela “EDU CAIXA” Fundação “la Caixa”, procurando a legitimação de uma tendência de trabalho na ESE, CULTURA MAKER, processo de aprendizagem em STEM (Science, Technology, Engineering and Math). Destaca-se como uma ação fundamental o trabalho desenvolvido em parceria com a ESTGA-UA, a comprovar a afirmação está a equipa de professores/engenheiros, Jorge Melo e Paulo Augusto.

A Câmara Municipal de Estarreja constituiu-se como uma parceira privilegiada do Núcleo de Empreendedorismo do Agrupamento de Escolas de Estarreja, e agradecemos toda a atenção dispensada ao nível da assessoria jurídica no processo de pedido de esclarecimento ao nível de registo de marca e de design no âmbito da execução do projeto. Sob o desígnio do apoio ao empreendedorismo jovem, este Município tem feito a diferença, “ousar e construir para ganhar o futuro”.

Uma boia “inteligente” que vai provocar mudanças no salvamento aquático mundial, trabalhada por um conjunto de 4 alunos do 12.º M, Curso Profissional Técnico de Gestão, Agostinho Silva, Carlos Teixeira (nadador salvador), Inês Cruz e Maria Castillo, sob a orientação de uma equipa de professores, Rosário Santos, Cristina Ribeiro, Paulo Almeida e Nuno Branco, coordenador do projeto.

Com a NEPTUNO SPEAKER “há mar e mar, há ir e voltar”.

Texto: Prof.ra Rosário Santos | Fotos; Dr. Hilário Matos e Maria Almeida

 

57317263_2575134205848881_220661297816010752_n

57045340_2575133852515583_1754743952893804544_o

57034739_2575134405848861_6262241099876663296_o

 

 

Anúncios

COM FRANCISCO MOITA FLORES, DA REALIDADE À FICÇÃO

O escritor Francisco Moita Flores foi o convidado de honra de uma atividade integrada no projeto Ler+ Qualifica, dinamizada pelas formadoras de CLC e por um grupo de candidatos de RVCC do Centro Qualifica, com o apoio da Biblioteca da ESE, e que decorreu no dia 02 de abril. Durante cerca de duas horas, no ambiente acolhedor e informal proporcionado pela biblioteca da ESE e pelo lanche preparado pelos alunos do curso profissional de Pastelaria e Cozinha, formandos, professores e demais convidados tiveram a oportunidade de conversar com e de ouvir Moita Flores partilhar reflexões sobre os temas e assuntos avançados pelos candidatos de RVCC, mas que o escritor em muito superou, com a sua agudeza de espírito, entendimento do mundo e erudição. Palavras de sabedoria, palavras incómodas, numa mensagem que envolveu o auditório nas suas múltiplas facetas de pais, educadores, alunos, professores e cidadãos.
Da parte da tarde, Francisco Moita Flores já conversara com alunos do ensino secundário, no anfiteatro da ESE. Foi apresentado por dois alunos, o Luís Lopes e o João Rendeiro. Aí, também pudemos assistir a duas horas de um proveitoso diálogo que permitiu conhecer melhor o escritor e o investigador, na sua hábil capacidade para falar dos seus livros, da vida e para ir ao encontro de assuntos que dizem respeito às vivências dos mais jovens. Assistimos, de facto, a um auditório rendido a Moita Flores.

Teresa Bagão
Fotos | Glória Silva, Rosário Santos e Teresa Bagão