Visita de estudo – Banco de Portugal (filial do Porto) e empresa ALTRONIX (PME de Excelência)

No passado dia 6 de novembro, os alunos do 12.º H, Curso Profissional de Técnico de Gestão deslocaram-se em visita de estudo ao Banco de Portugal, filial Porto e empresa ALTRONIX sediada na Trofa, no âmbito dos objetivos do curso e, especificamente, das disciplinas de Gestão e Cálculo Financeiro e Estatística Aplicada.
Das melhores visitas … Bons ensinamentos:

  • Banco de Portugal – Basta TOCAR, OBSERVAR e INCLINAR para distinguir as notas verdadeiras das contrafeitas sem ser preciso recorrer a equipamento especial, através de elementos de segurança (Papel fiduciário – Marcas de água – Filete de segurança – Registo frente / verso – Impressão em relevo – Banda holográfica – Banda holográfica com retrato – Número esmeralda – Janela com retrato – Banda iridescente – Número de série – Microtextos – Tintas fluorescentes); Dada a sofisticação de algumas notas contrafeitas a utilização de equipamento ultravioleta para deteção de fibras fluorescentes na série 1 e série2; O que fazer com notas mutiladas ou danificadas e o que fazer se recebermos uma nota suspeita, foram entre muitas outras, informações preciosas, dicas técnicas extremamente úteis…
  • Empresa ALTRONIX (“PME de Excelência” pelo 7.º ano consecutivo e 4.º ano consecutivo como uma das “Melhores Empresas para Trabalhar” ) dedica-se ao fabrico, distribuição e suporte de soluções profissionais na área da Identificação de pessoas, Codificação de produtos e Mobilidade empresarial – Pudemos apreciar uma empresa que aplica as mais recentes tecnologias e práticas empresariais, as soluções fornecidas permitem automatizar e otimizar processos logísticos nas mais diversas áreas de negócio, reduzindo custos operacionais, rentabilizando tempo e aumentando a produtividade dos seus clientes.
Anúncios

Técnica que produz energia elétrica a partir de plantas

Pesquisadores-extraem-energia-elétrica-de-plantas

“Em parceria com a Universidade de Cambridge, a designer suíça Fabienne Felder criou um aparelho sonoro que utiliza plantas como fonte de energia. A técnica, batizada de Células Fotomicrobianas Combustíveis, transforma os elétrons produzidos durante a fotossíntese em eletricidade. É uma espécie de placa fotovoltaica natural!

A Musgo FM, resultado do trabalho, é composta por uma mesa construída com materiais recicláveis e dez plantas conectadas a um aparelho que tem a capacidade de produzir 4,6 mW de energia por metro quadrado. Para funcionar um minuto e vinte segundos é preciso captar apenas 0,1% dos elétrons produzidos.

O objetivo, agora, é aumentar a capacidade de captura dos elétrons. Para os pesquisadores, a tecnologia será viável comercialmente entre cinco e dez anos. Está aí mais um motivo para encher sua casa de plantas!”

Fonte: The Greenest Post

Blogue da biblioteca da Escola Secundária de Estarreja

4

O blogue da biblioteca da Escola Secundária de Estarreja, CAMÕES & COMPANHIA, na hiperligação http://bibliotecaes3.blogspot.pt/ .

Esta plataforma renasce pela mão do professor bibliotecário Carlos Peixoto (outubro de 2017) e pretende ser um espaço de aproximação da comunidade escolar com a sua biblioteca. Um meio rápido e dinâmico de comunicação baseado na partilha de informações, de notícias, de novidades, de atividades culturais, na atualização de conhecimentos e na discussão/expressão de opinião.