Lentes de contato da Google carregadas com energia solar

20151021174411_660_420

“O Google registou uma nova patente que pode significar que no futuro as lentes de contacto terão mais funções para além de corrigir a visão. As lentes de contacto inteligentes da empresa serão carregadas com energia solar e vão transmitir informações biológicas do utilizador.

De acordo com a nova patente, a lente terá sensores que captam também outras informações biológicas, como a temperatura corporal e o nível de álcool no sangue, além de captar dados sobre o ambiente  em que a pessoa se encontra e a presença de substâncias que podem dar alergia como  pólen ou pelos de animais.

As lentes de contacto serão capazes de serem carregadas com luzes fortes graças a sensores fotodetetores e células solares presentes nelas. Além disso, elas terão a habilidade de se comunicar com smartphones e computadores.

O Google ainda sugere na patente que essas lentes podem ser capazes de ler informações em códigos de barras e ser usadas para verificar a identidade da pessoa, por meio de uma análise de retina.”

Fonte: Olhar Digital

Imagem1

Anúncios

Orçamento Participativo Jovem – Estarreja 2016

O reforço de uma cidadania participativa e ativa faz-se caminhando, cabendo às ESCOLAS desenvolver o potencial do diálogo entre jovens alunos, no fortalecimento da compreensão dos valores da democracia, incentivando-os à participação na gestão pública local.

Hoje, no Cineteatro de Estarreja, os alunos da Escola Secundária de Estarreja participaram na 2.ª edição do Orçamento Participativo Jovem, em plenário, apresentando propostas de âmbito Municipal e Escolar, interessantíssimas!

Destaco dois, KiosK Digital (âmbito escolar) e o EKOTree (âmbito municipal), não só pela qualidade das apresentações mas também pela pertinência e exequibilidade das propostas apresentadas.

KiosK Digital (âmbito escolar)

  • Gisela Aguiar – 10.º E – Curso de Humanidades
  • Juliana Silva – 12.º H – Curso Profissional de Gestão
  • Levi Lavoura – 12.º G – Curso Prof. de Prod. em Metalomecânica
  • Mónica Rodrigues – 12.º H – Curso Profissional de Gestão

EKOTree (âmbito municipal)

  • Katherine Ferreira – 12.ºH – Curso Profissional de Gestão
  • Natália Silva – 12.º H – Curso Profissional de Gestão
  • Pedro Valente –  12.º I – Curso Profissional Prog. de Sist. Informáticos

20151023_101607

Ideia original e inovadora – Cidade sobre trilhos

Transformar casas em vagões de comboio

Nada mais original!

Os moradores de Andalsnes, na Noruega, podem  dar-se ao luxo de morar perto do trabalho nos dias úteis e de se refugiarem na calmaria do bosque aos fins de semana. E sem sair da mesma casa. Basta encontrar uma vaga para estacionar o imóvel antes de apreciar o novo local.

É o que o escritório de arquitetura sueco Jägnefält Milton propôs no concurso internacional para o novo plano diretor do município. O projeto, que levou o terceiro prémio na competição, foi batizado de Rolling Masterplan, aproveita a antiga malha ferroviária para construir uma cidade inteira sobre rodas.

Os trilhos viram o suporte ideal para as estruturas móveis compactas deslizarem para lá e para cá, reconfigurando a cidadezinha ao sabor das estações. O modelo prevê cerca de cem novas construções, entre elas, um auditório, um hotel e até um banheiro público, além das casas dos moradores.

cidade_rodas_noruega_02

cidade_rodas_noruega_03

cidade_rodas_noruega_07

cidade_rodas_noruega_01

cidade_rodas_noruega_04

Fonte: Casa Vogue

Português eleito 3.º melhor fotógrafo do mundo

leal

“O fotógrafo Eduardo Leal ficou em terceiro lugar no Sony World Photography Awards 2015, considerado o maior concurso de fotografia do mundo, na categoria “Profissional – Campanha”. O português foi selecionado entre mais de 87.000 candidaturas naquela categoria.

Eduardo Leal, um fotógrafo documental ‘freelancer’ e residente em Londres, participou com uma série de imagens intitulada “Plastic Trees”. Este trabalho chama a atenção para o efeito dos sacos de plástico no ambiente e foi captado no Altiplano Boliviano. O anúncio foi divulgado na cerimónia de gala dos Sony World Photography Awards 2015, realizada esta quinta-feira em Londres.”

Fonte: http://boasnoticias.pt/noticias_Portugu%C3%AAs-eleito-3.%C2%BA-melhor-fot%C3%B3grafo-do-mundo_23157.html#.VTuz0F2RuS8.facebook

IDEIA INOVADORA – EMBALAGENS ALIMENTARES e INTELIGENTES FEITAS À BASE DA BATATA (Univ. Aveiro)

Buioplástico

Mais uma IDEIA INOVADORA que vai revolucionar o mundo!

A BATATA é o futuro das EMBALAGENS ALIMENTARES e INTELIGENTES!

Segundo a investigadora Idalina Gonçalves da Univ. Aveiro, dentro de três anos os alimentos poderão ser embalados em bioplásticos à base de batata. A equipa da UA está a desenvolver protótipos.
A investigação continua no sentido de ser criado uma “embalagem inteligente, capaz de monitorizar a qualidade dos alimentos frescos, incluindo, por exemplo, avisos sobre a sua deterioração, a absorção de oxigénio, o teor de humidade ou o PH”.

IDEIA INOVADORA – Guarda-chuva que abre ao contrário!

UM GUARDA-CHUVA QUE ABRE AO CONTRÁRIO!

Como ninguém tinha pensado nisso antes?

kazbrella1

Este guarda-chuva, “KasBrella”, tem como objetivo evitar que as pessoas se molhem, por exemplo, quando entram em casa ou no carro…

Garantidamente um sucesso em vendas!

(Clique na imagem e aceda ao vídeo)

Guarda chuva

“Crowdfunding” – Quintal Holístico

“Quintal Holístico é o nome do projecto desenvolvido por dois alunos da Escola Superior Agrária (ESA) de Ponte de Lima que querem pôr cabras a limpar florestas para prevenir e reduzir o risco de incêndio. “A ideia surgiu há mais de um ano devido ao gosto que tenho por caprinos e pela confusão que me fazia a quantidade de fogos florestais que acontecem todos anos. Achei que podia dar o meu contributo para reduzir esse flagelo”, explicou hoje à Lusa um dos autores do projecto, Filipe Gandra.

O jovem de 26 anos, natural de Barcelos, adiantou que a “ideia” começou a ganhar forma quando o amigo e colega Fábio Jácome, 29 anos, de Viana do Castelo, decidiu “associar-se” ao projecto, na vertente da gestão da floresta e da paisagem. Filipe Gandra, a frequentar o mestrado em Agricultura Biológica da ESA do Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC), e Fábio Jácome, engenheiro do ambiente pela mesma escola, recorreram ao “crowdfunding” para garantir os seis mil euros necessários ao arranque do projecto.”

Continuar a ler