A EDUCAÇÃO TEM MENTALIDADE CONSERVADORA

Artigo de opinião bem interessante de Nelson S Lima

Imagem1

O que torna o setor tão lento em inovar?

Existem milhões de professores em todo o mundo, pedagogos, investigadores, pensadores e outros especialistas que refletem até à exaustão e apresentam ideias sobre a inovação em educação (a que existe e a que precisa de existir na prática). Não faltam escritos (artigos e livros) e congressos em todo o mundo sobre tema.

Todos, em geral, questionam o mal-estar do setor pois há muitos problemas que se mantêm quase inalteráveis desde há décadas. E, repito, são mesmo muitos. De tal forma que eles envolvem desde políticas de educação a métodos de ensino passando pelos conteúdos, a arquitetura das escolas e das salas de aulas, as ferramentas de aprendizagem, etc.

Entretanto, o tempo passa, a sociedade muda e a história avança. E, assim sendo, parece que a educação estará sempre um passo (ou mais) atrás da evolução da sociedade. Aparentemente, com raras exceções, a educação está à espera de soluções, as mais variadas.

UM ENSINO CONSERVADOR

O problema da educação deve-se também ao facto de o pensamento dominante ser conservador mesmo quando nos apresentam exemplos de experiências bem sucedidas aqui e ali. Não obstante, é muito pouco. Se tal lentidão também se passasse na saúde estaríamos ainda com uma esperança de vida idêntica há de 100 anos atrás.

Reconheço que a educação é um setor muito complexo e talvez por isso os seus agentes preferem manter uma atitude conservadora já que têm medo da inovação. Na verdade, a educação é o setor mais conservador e, por conseguinte, menos aberto a inovações do que quaisquer outros. E, todavia, é um dos mais prioritários.

Vamos esperar pelo que se vai ouvir no 1º Congresso Mundial sobre Educação Global, Inteligências Humanas e Construção da Cidadania que se vai realizar no Brasil, em Outubro (ver:http://www.intereducation.international/).

Espero que não seja mais do mesmo e no fim fiquemos a saber aquilo que já sabíamos antes. Quero acreditar que haverá agitação mental e o congresso mereça ficar na história da educação. Por mim, como orador, contem com a minha independência intelectual para dizer o que penso disto tudo.

Aguardemos com serenidade.”

Fonte: https://www.facebook.com/nelson.s.lima

 

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: