ONU – Programa de Voluntariado 2015

Captwwwurar

“A Organização das Nações Unidas (ONU) está à procura de voluntários que sejam fluentes na língua portuguesa para o seu programa de voluntariado. Espanhol, inglês ou francês são outros dos idiomas pedidos.

Em entrevista à rádio da ONU, a assistente de recrutamento internacional do Programa de Voluntários das Nações Unidas referiu que é difícil encontrar profissionais que falem português e, por isso, há várias oportunidades em aberto.

A ONU procura, preferencialmente, pessoas qualificadas em medicina, ciências, engenharias ou mesmo profissionais especializados em apoio logístico ou administrativo para missões de paz. Os interessados devem ter uma idade igual ou superior a 25 anos e experiência de, pelo menos, dois anos na área para a qual se estão a candidatar.

A ONU oferece aos voluntários recrutados uma bolsa de deslocação no início do programa e uma bolsa mensal de estadia (Volunteer Living Allowance) que cobre as despesas diárias, sendo ainda dada uma ajuda de custo para reinserção no final do voluntariado. As viagens entre o país de origem e o país da missão são também asseguradas.

Os interessados poderão inscrever-se no Programa de Voluntariado da ONU, em www.unv.org. “

CTT vão financiar projetos ambientais

Capturgggar

Os CTT vão financiar dois projetos ambientais que vão ser escolhidos pelos portugueses. São quatro os projetos que vão estar em votação, e que este ano conta com um montante superior a 12 mil euros.

O primeiro dos projetos propostos denomina-se “Conservação de Organismos Fluviais” e pretende apoiar espécies que estão em estado de pressão ambiental devido a atividades humanas e por fenómenos extremos, que levam organismos os fluviais a uma situação de quase pré-extinção.

O segundo dos projectos, “Conservação de Turfeiras”, também nacional, apoia a recuperação das turfeiras da Serra da Freita, em Vale de Cambra, habitats dominados por musgos e plantas vasculares, em solos que têm sido especialmente afetados pelas alterações climáticas.

Colabore, o voto pode ser feito online até ao dia 5 de junho.

Continuar a ler

Casa sustentável – “Pop-UP House”

mmmm

CASA SUSTENTÁVEL!

A empresa de arquitetura francesa “Multipod Studio” apresentou um novo protótipo para uma casa sustentável, leve, reciclável e fácil de construir. O modelo de casa denominado de  “Pop-UP House” pretende revolucionar a maneira como construímos as casas devido ao seu método inovador de montagem e baixo custo.

Com 150 m2, o seu interior apresenta um “open space” que combina as áreas de cozinha, sala de jantar e sala de estar. Tem ainda duas casas de banho, três quartos, um escritório e um terraço. Tudo por 30 000€ .

(clique na imagem e aceda ao site c/ vídeo)

Captllllurar

25 de ABRIL

Especialmente HOJE.O dia que há de perdurar contra ventos e marés e para sempre.

Projeto INOVARRAIOLOS (Arraiolos de Nova Geração) da Escola Secundária de Estarreja – 1.º lugar na final regional da zona Centro do concurso INOVA 2015

Captujjjjjjjrar

O projeto INOVARRAIOLOS Lda. vencedor do I BOOTCAMP de Estarreja, ganhou hoje em Coimbra (auditório da DGEstE), o 1.º lugar na final regional do concurso INOVA 2015 – Jovens Criativos, Empreendedores para o Século XXI. na categoria de NEGÓCIO. As promotoras do projeto irão representar a Escola Secundária de Estarreja (Sede de Agrupamento) e a região Centro na grande final em Lisboa no dia 5 de junho. Parabéns às alunas Sara Oliveira e Isabel Silva do 12.º H do Curso Profissional Técnico de Gestão.

História de Portugal

O Império Português foi o primeiro a assumir proporções “globais” e também um dos mais vastos de sempre.

A abertura dos mares aos portugueses e também ao mundo, mudando o rumo da história, foi um espetacular ato de empreendedorismo.

A Guerra Colonial constituiu-se como a motivação dominante do MFA para conceber e preparar um golpe de Estado contra o regime, o 25 de abril.

Estes e outros apetos marcantes da nossa história são retratados neste pequeno vídeo.

UM ÓTIMO RECURSO PEDAGÓGICO.

Music Business Innovation Lab – Para executivos das indústrias de música e mídia

iiiiii

O Music Business Innovation Lab foi desenhado para executivos das indústrias de música e mídia, com 3 a 8 anos de experiência. O programa visa a desenvolver as competências dos participantes para:

  • Colaborar em projetos que cruzem as fronteiras tecnológicas e culturais;
  • Explorar plataformas e formatos emergentes;
  • Analisar dados e tendências por trás dos modelos de negócio da música e sua evolução em um contexto transmídia;
  • Desenvolver estratégias e modelos de negócio com uma clara proposta de valor e um bom potencial.

 

INSCRIÇÕES ATÉ 09 DE MAIO DE 2015!
Saiba mais e inscreva-se 

 

Fonte: Luís Matos Martins através de Territórios Criativos