Banco de Portugal prevê crise prolongada

O Banco de Portugal revê em alta, no Boletim Económico de Verão, as previsões para a economia nacional neste ano, apontando para um crescimento de 0,9% em 2010, em vez dos anteriores 0,4%.

No entanto, para 2011, as previsões são agora piores: o banco central aponta para uma quase estagnação da economia nacional, com um crescimento de apenas 0,2%, em vez dos anteriormente esperados 0,8%.

Consulte aqui o Boletim Económico de Verão do Banco de Portugal.