25 de Abril … celebrar a liberdade!

Dia da liberdade – 36 anos depois …

 Este dia é um canteiro
com flores todo o ano
e veleiros lá ao largo
navegando a todo o pano.

E assim se lembra outro dia febril
que em tempos mudou a história
numa madrugada de Abril,
quando os meninos de hoje
ainda não tinham nascido
e a nossa liberdade
era um fruto prometido,
tantas vezes proibido,
que tinha o sabor secreto
da esperança e do afecto
e dos amigos todos juntos
debaixo do mesmo tecto.

                                                  José Jorge Letria

Recomendo uma visita à Página oficial do Centro de Documentação 25 de Abril da Universidade de Coimbra.

Anúncios

25 de Abril … sempre!

 Esta é a madrugada que eu esperava

O dia inicial inteiro e limpo 
Onde emergimos da noite e do silêncio
 E livres habitamos a substância do tempo. 

  Sophia de Mello Breyner Andresen