5000 Estágios Profissionais na Administração Central

“Com a publicação do Decreto-Lei n.º 18/2010, de 19 de Fevereiro, e com a publicação, das Portarias n.º 172-A/2010 e n.º 172-B/2010, que regulamentam o regime previsto naquele Decreto-Lei, foi instituído um novo programa anual de estágios profissionais na Administração Pública Central (PEPAC) e definidas as regras, prazos e contingentes da 1ª edição deste programa.

Com a disponibilização de 5000 estágios profissionais, repartidos pelos diversos organismos e serviços da Administração Central, o Governo cria uma nova oportunidade para três tipos de situações: jovens à procura de primeiro emprego, jovens licenciados em situação de desemprego e jovens que, embora se encontrem empregados, exerçam uma ocupação profissional não correspondente à sua área de formação e nível de qualificação.

A partir de 1 de Julho e ao longo de um ano, os jovens seleccionados terão oportunidade de, em contacto com as regras, boas práticas e sentido de serviço público, valorizarem as suas qualificações e competências, mediante o desenvolvimento de experiências formativas e profissionais, nas mais diversas áreas de formação e educação (cf. o anexo com o resumo das ofertas de estágio).

Em atenção a princípios de transparência e celeridade, a apresentação e o processamento das candidaturas, incluindo a selecção dos candidatos em função da avaliação curricular, são integralmente realizados em suporte electrónico no sítio da Internet do PEPAC (www.bep.gov.pt/pages/estagios/default.aspx), acessível no portal da Bolsa de Emprego Público (www.bep.gov.pt), onde  estará disponível toda a informação relevante respeitante à 1.ª edição do PEPAC.

Os interessados poderão começar a apresentar as suas candidaturas, no sítio referido. Outras datas relevantes poderão ser consultadas no cronograma em anexo.”

Para quaisquer esclarecimentos adicionais, os interessados poderão utilizar o seguinte endereço: pepac@dgaep.gov.pt.

( clique na imagem e aceda ao site)

 Fonte:www.governo.gov.pt/pt/

Anúncios

Workshop s/Empreendedorismo na Escola Sec. Estarreja

No âmbito da III Semana da Juventude e Formação Profissional decorreu na tarde do dia 25, no  Polivalente da Escola Secundária de Estarreja, um Workshop temático subordinado ao tema EMPREENDEDORISMO, proferido  pelo Dr. Frederico Dinis. A palestra foi importante e esclarecedora e veio ao encontro das expectativas dos alunos e professores acompanhantes de saber algo mais sobre o tema. Transformar um conceito inovador num projecto empresarial de sucesso, foi o mote dado:  uma boa ideia, que ainda poucos exploraram, pode ser um ingrediente de peso para construir um negócio de sucesso.

Foi, inquestionavelmente, uma palestra bem conseguida,  com objectivos bem definidos e muito bem apresentada  e que mereceu  rasgados elogios  de todos os  presentes.  A repetir!

Um agradecimento especial é devido à Dr.ª Andreia Rocha da Incubadora de Empresas de Estarreja, que organizou este Workshop..

_____________________

Frederico Miguel Dinis é especialista em gestão e coordenação de projectos de I&D, Inovação, Empreendedorismo e Gestão de Conhecimento.

É doutorando do programa de Doutoramento em Gestão na Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, pós-graduou-se em Gestão da Inovação e do Conhecimento pela Universidade de Aveiro e licenciou-se em Engenharia Informática pela Universidade de Coimbra.

É Fundador e Director Executivo da inCentor, empresa ligada à produção, gestão e disseminação de conhecimento nas áreas da Inovação e Empreendedorismo. Foi Fundador e Autor da revista inovar.te, tendo escrito diversos artigos nas temáticas da inovação e empreendedorismo, e foi Fundador e Director Geral da Self Energy Innovation, empresa de brokering tecnológico ligada à gestão de conhecimento nas energias renováveis.

É Director Executivo e Investigador Associado do CCIM – Coimbra Centre for Innovative Management da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, onde desenvolve projectos relacionados com Sistemas e Modelos de Inovação Territorial e Políticas Territoriais de Desenvolvimento e de Inovação.

Ler um livro passeando pela cidade – 2ª. edição em Aveiro

ler um livro passeando pela cidade Em 2008, o Museu da Cidade de Aveiro, tutelado pela Autarquia, associou-se ao conceituado e galardoado escritor Gonçalo Tavares para o desenvolvimento do projecto “Ler um livro passeando pela cidade”, no âmbito do programa “Museu da Cidade intervém no espaço urbano”.
Dada a receptividade da primeira iniciativa, a partir do próximo dia 26 de Março (ainda por tempo indeterminado) iniciar-se-á a segunda edição do projecto “Ler um livro passeando pela cidade”. Apostando na utilização de suportes de mobiliário urbano já existentes na cidade, os candeeiros da Rua Direita e da Praça Melo Freitas receberão tarjas com os novos textos de Gonçalo Tavares.

A iniciativa da Câmara Municipal de Aveiro e promovida pelo seu Museu da Cidade relaciona-se com o conceito de intervenção do museu na cidade e pretende dar cumprimento aos três pilares de acção fundamentais: território, património e comunidade.
Esta segunda edição do projecto “Ler um livro passeando pela cidade” mantém o princípio que fundamentou a sua criação, expresso nas palavras de Gonçalo Tavares: “A ideia é que, à medida que alguém lê o livro, também visite e conheça o património invulgar da cidade. Pretende-se, assim, de uma maneira directa, dar uma visibilidade maior a determinados locais da cidade. Dadas as suas características – em que os leitores através do seu corpo envolvem o livro e onde se pede que os leitores caminhem e se movimentem para poder ler – é um livro um pouco diferente do normal. A ideia é que o acto de ler envolva e exija a deslocação física concreta”.

Fonte: Câmara Municipal de Aveiro

Abertura da III Feira da Juventude – Estarreja

Decorreu, hoje,   no Polivalente da Escola Secundária de Estarreja  a sessão de abertura da III Feira da Juventude e de Formação Profissional. A abertura oficial foi presidida pelo presidente da Câmara Municipal, Dr. José Eduardo de Matos. Na sessão estiveram o vereador responsável pelos pelouros da Educação e Juventude, Dr. João Alegria e o Director da Escola, Dr. Jorge Ventura.

Realço o valor dado ao empreendedorismo nos discursos proferidos, tanto pelo Presidente da Câmara como pelo vereador da Educação. Fomentar o empreendedorismo numa articulação com a valorização dos recursos locais e consolidação dos projectos pessoais dos alunos da Escola Secundária de Estarreja, através de metodologias inovadoras, contribui para a realização pessoal dos jovens, proporcionando, designadamente, a preparação adequada para a vida activa, aproximando-os da realidade económica e profissional.

Foi ainda divulgado o projecto piloto que está a ser levado a cabo pela  turma do 11º L do Curso Profissional de Gestão, ao nível da criação de negócios inovadores com  a colaboração activa da Incubadora de Empresas de Estarreja.

Realço ainda, que esta mesma turma, encontra-se a participar nesta feira  no âmbito do núcleo de Empreendedorismo da ESE,  com a gestão de um mini-negócio,  “Sabores Caseiros”,  com o intuito de ajudar financeiramente uma Associação de Animais Abandonados de Albergaria-a-Velha – Perdidos e Achados.

Tornar-se empreendedor é  realmente o desafio de ser responsável pelo próprio futuro e pelo futuro da comunidade em que se vive.

Compre produtos Portugueses…

 
Apoie os produtos portugueses!
 
 Ao comprar produtos produzidos em Portugal está a contribuir para o crescimento económico e para o aumento e preservação dos postos de trabalho no nosso país!
Bem, na hora de escolher, é bastante fácil tomar uma atitude correcta: procure no produto, o código de barras e verifique se ele começa por 560. Muito simples!
 
Tome uma atitude! Pense em Portugal e no seu futuro!
 
Conheça o MOVIMEMTO 560
( clique na imagem para aceder ao site )

Dia Mundial da Poesia – 21 de Março

 

A poesia  é a  força que penetra os nossos sentidos… e que tantas vezes me fez e faz ainda  sonhar!  Sons… sentimentos… sensações… momentos… no fundo, presentes à vida. 

Deixo-vos com a palavra de um grande poeta, Eugénio de Andrade cuja obra é uma das mais sólidas e incontornáveis da poesia portuguesa.  

As palavras 

 
Secretas vêm, cheias de memória.
Inseguras navegam:
barcos ou beijos,
as águas estremecem.
Desamparadas, inocentes,
leves.
Tecidas são de luz
e são a noite.
E mesmo pálidas
verdes paraísos lembram ainda.
Quem as escuta? Quem
as recolhe, assim,
cruéis, desfeitas,
nas suas conchas puras?

                                                             Eugénio de Andrade 

Visita de Estudo a Lisboa

No dia 18 de Março de 2010, os alunos do 11º L do Curso Profissional Técnico de Gestão visitaram o Centro de Informação Europeia Jacques Delors acompanhados pelos seus professores, com o objectivo de assistir a uma apresentação com a duração aproximada de 90 minutos, subordinada aos temas  “A União Europeia” e “Cidadania Europeia”.

A deslocação iniciou-se às 6h 30m, não faltando entusiasmo e vontade de aprender, de forma diferente, alguns dos conteúdos leccionados nas disciplinas de Economia, Direito das Organizações e Área de Integração sobre a União Europeia. Cada aluno recebeu documentação diversa sobre a temática Europeia, permitindo-lhe aprofundar os seus conhecimentos na matéria.

De tarde, outro ponto alto aconteceu. A visita ao Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian, onde os alunos conheceram melhor  a história da arte moderna e a motivação para a execução deste tipo de arte. Olharam para quadros de pintores famosos, tentando ver e interpretar a mensagem dos artistas.

Numa perspectiva multidisciplinar esta  visita teve como objectivo primeiropromover a interligação entre teoria e prática, a escola e a realidade através da interiorização dos seguintes domínios:

  • Cidadania europeia;
  • União Europeia enquanto ordem jurídica comunitária;
  • A expressão artística como construção social e como cultura através da liberdade de criação;
  • A transversalidade das artes num mundo globalizado.

Os organizadores desta visita, Rosário Santos, Marília Teixeira e Paulo Neves, consideram que os objectivos foram plenamente alcançados, e realçam o entusiasmo vivido e mostrado pelos vários alunos participantes.