Marcas portuguesas entre as 500 mais valiosas do mundo

marcas 

Um estudo promovido pela Brand Finance, destaca várias marcas portuguesas entre as 500 mais valiosas do mundo. Nesta lista, cujos seis primeiros lugares cabem a empresas norte-americanas, estão colocadas empresas lusas como EDP e PT, evidenciam-se vários bancos nacionais.

A CGD, o BCP, o BES, o BPI e o Banif são as cinco marcas portuguesas de bancos mais valiosas do mundo, no entanto já nenhum banco português figura nos 100 mais valiosos.

A primeira posição entre as marcas nacionais pertence à Caixa Geral de Depósitos (CGD), cujo valor de marca cresceu de 958 milhões de euros no ano passado para 1,09 mil milhões de euros em 2010.

Porém, a CGD caiu da anterior 79.ª posição para a actual 101.ª do estudo «As 500 marcas de bancos mais valiosas do mundo», pelo que Portugal deixou de ter um representante no ‘top’ 100 global.

O Banco Comercial Português (BCP) ocupa o segundo lugar da tabela portuguesa, com o valor da marca a crescer para 626 milhões de euros em 2010, face aos 511 milhões de euros do ano passado, seguindo-se-lhe o Banco Espírito Santo (BES), que viu o valor da sua marca crescer de 220 milhões de euros em 2009 para os actuais 535 milhões de euros, mais que duplicando em apenas 12 meses.

Relativamente, às restantes marcas empresariais, destacam-se a EDP, na 192ª posição, com um valor de 4,4 mil milhões de dólares, e a PT, em 373º lugar, com 2,5 mil milhões de dólares, valor que é quase o dobro do registado em 2009 (1,35 mil milhões de dólares), segundo o mesmo estudo.

A brasileira Vivo, que apesar de não ser uma empresa portuguesa, tem uma relação muito estreita com a PT, também surge nesta lista, ocupando a 425ª posição.

A lista é liderada pela Walmart, cujo valor de marca é de 41,36 mil milhões de dólares, seguida pela Google, que passou da 5ª posição no ano passado para o 2º lugar este ano. Em terceiro lugar surge a Coca-Cola, com um valor de marca de 34,8 mil milhões de dólares.

Fonte: Jornal de negócios online

Anúncios

SNC Casos Práticos – Livro recomendado

Este é um  livro que apresenta um conjunto de 74 casos práticos, sobre o novo SNC, cada um deles, com três partes: – Tópicos abordados; – Enunciado; – Resolução. Apesar de eminentemente prático, a resolução de cada caso prático é suportada, sempre que se justifique, com o necessário e adequado suporte teórico e remissões para o respectivo normativo contabilístico.

 

Editora: Áreas Editora

Autores: António Borges, Emanuel Gamelas, Manuela Martins, Nuno Magro, Pedro António Ferreira e José Pinhão Rodrigues

Nº de Páginas: 488

 

 

Consulte aqui o Índice: