Revista Time – As melhores invenções 2009

A prestigiada revista americana “Time” escolheu as 50 melhores invenções do ano. O mega-foguetão da Nasa abre a lista.

O METAL NÃO TEM ADN – as máquinas não têm genes. Mas isso não significa que não tenham genealogia. É o caso do foguetão ARES 1. A máquina que pode  lançar seres humanos para destinos cósmicos, construída em 2009, é fruto de uma árvore genealógica com ramos grandiosos.

Mas a lista das melhores invenções é bastante variada. O ranking da “Time” concede também preferência a invenções que têm impacto no quotidiano das pessoas. É o caso de uma prótese de joelho, capaz de acompanhar o movimento natural da perna.

A lista das 25 primeiras invenções:

1 – Foguetão Ares;
2 – Consola de jogos sem comandos;
3 – A lâmpada de 10 milhões de dólares;
4 – Vacina para a SIDA;
5 – O atum da aquacultura;
6 – Teletransporte de informação;
7 – O termóstato inteligente;
8 – “Twittar” pelo pensamento;
9 – A YikeBike;
10 – O olho eléctrico;
11 – O joelho de 15 euros;
12 – O pinguim robô;
13 – A telha solar;
14 – Bólide de corrida ecológico;
15 – Excentricidade no YouTube;
16 – Cães clonados;
17 – A ventoinha sem pás;
18 – O helicóptero de alta velocidade;
19 – Um carro “Blade Runner”;
20 – Vida em 3D;
21 – Stradivarius da biotecnologia;
22 – Ossos de madeira;
23 – O ecógrafo portátil;
24 – Manequim tecnológica;
25 – O altifalante dobrável.

Para ver e comparar algumas destas invenções, incluindo as 5 piores – clique aqui.

Não deixe de ver este pequeno vídeo.

O nosso património cultural num novo portal – MatrizPIX

MatrizPIX é um portal que pretende assumir um papel de relevância enquanto meio de utilização de conteúdos culturais para fins educativos e científicos. Permite o acesso a mais de 30.000 imagens das colecções dos museus e palácios nacionais promovendo o acesso ao nosso património cultural móvel e reforçando a presença dos museus e palácios nacionais na Internet.

Portal de responsabilidade social

Este portal é  um serviço “pro bono” da empresa LPM – Comunicação, com o patrocínio do  Banco Espírito Santo, que renovou a sua imagem, muito recentemente.

Causas.net

O objectivo desta renovação é tornar mais fácil a navegação por este site que agrega quase duas dezenas das mais importantes Organizações Não Governamentais (ONG) portuguesas.

O “Causas”, já conta com cerca de dois anos e meio de existência, sendo actualmente, um dos maiores, mais representativos e mais importantes portais na área da responsabilidade social em Portugal, facultando um serviço profissional de assessoria mediática a um painel de instituições de solidariedade de referência.

O novo portal, tem novas funcionalidades com ligação às redes sociais, vídeos, agenda e um agregador de blogues na área do terceiro sector, vai permitir uma navegação mais fácil a todos os utilizadores, reforçando o seu posicionamento enquanto plataforma de mobilização da atenção dos media e da opinião pública para estas temáticas e para as iniciativas promovidas pelas ONG.

O “Causas” integra a as seguintes Associações e/ou Organizações:

  • Acreditar;
  • AMI – Assistência Médica Internacional;
  • ANIMAR;
  • APAV – Associação Portuguesa de Apoio à Vítima
  • APCL -Associação Portuguesa Contra a Leucemia
  • APF – Associação para o Planeamento da Família,
  • CAIS;
  • CEAI – Centro de Estudos da Avifauna Ibérica;
  • Conselho Português para os Refugiados;
  • FENACERCI, Fundação Infantil Ronald McDonald,;
  • GRACE – Grupo de Reflexão e Apoio á Cidadania Empresarial
  • INDE – Intercooperação e Desenvolvimento,;
  • Médicos do Mundo;
  • Rede Europeia Anti-Pobreza;
  • SOS Racismo;
  • UMAR – União Mulheres Alternativa e Resposta.

 

Câmara Municipal de Estarreja e Univ. Aveiro – Parceria…

A Universidade de Aveiro e a Câmara Municipal de Estarreja assinaram  no dia 21 de Novembro um protocolo de cooperação que estabelece o desenvolvimento de uma parceria dirigida à criação de uma plataforma de serviços de incubação em Estarreja.  A Incubadora em Rede é um projecto recente e  inovador no contexto nacional, que resulta da parceria dos municípios da NUT III – Baixo Vouga e da Universidade de Aveiro (UA).

Estes Municípios, entre os quais o de Estarreja, e a UA, através da GrupUNAVE, enquanto parceira estratégica do desenvolvimento regional, pretendem avançar no sentido da constituição da Plataforma de Apoio e Valorização do Empreendedorismo e Inovação da Região de Aveiro, que permita criar e maximizar condições de suporte logístico, operacional, financeiro e técnico para a criação e expansão de novas empresas.

Esta Plataforma é constituída por uma rede de parceiros e visa promover a criação de empresas com elevado potencial, capazes de criar emprego especializado, nos vários municípios aderentes, promovendo a atracção e fixação de talentos e dinamizando o investimento empresarial e a valorização da região.

Neste protocolo, assinado no último sábado, estabeleceu-se um acordo no sentido de desenvolver uma parceria dirigida à criação de uma plataforma de serviços de incubação baseada no know-how e nas competências detidas pela GrupUNAVE, de forma a que a instalação destes serviços no Concelho de Estarreja contribua para a alavancagem e consolidação da actividade empresarial e para a inovação do tecido empresarial local.

Fonte: Diário de Aveiro – 28 de Novembro

Livro do dia – “Ferramentas de Coaching”

Lançamento, 10 Dez, 19H00, Fnac Colombo

 

Este é um tema da maior actualidade e com uma configuração única a nível mundial. Este livro, constituído por ferramentas práticas, diferencia-se pelo seu pragmatismo e espírito de partilha em torno do Coaching.

 

 

 

Autor(es)
João Alberto Catalão
Ana Teresa Penim
Editora: Lidel Edições

Consulte aqui o Índice deste livro.

Prémio Start 2009 para negócio de próteses cirúrgicas

 Concurso de empreendedorismo – Prémio Sart 2009

O negócio vencedor  é designado por  iSurgical 3D e tem por objecto o desenvolvimento de próteses modeladas que vêm reduzir custo e tempo de internamento da cirurgia de correcção de uma anomalia no tórax.

O prémio de 50 mil euros  será aplicado no capital social da nova empresa, que projecta iniciar actividade em Janeiro.

Estas  próteses modeladas da iSurgical 3D custarão perto de 500 euros e serão capazes de reduzir o custo da cirurgia de correcção do pectus excavatum em 1.850 euros, ao encurtar o tempo de internamento, bem como a duração da intervenção cirúrgica. Esta é uma operação que, de momento, ronda os 5.000 euros.

A tecnologia de modelação das próteses já está pronta a ser comercializada e o primeiro cliente deverá ser o Hospital de São João, onde aliás já se efectuaram mais de 30 intervenções cirúrgicas com o apoio destas tecnologias. Os dois engenheiros electrónicos industriais, o engenheiro mecânico e o médico que constituem a iSirurgical ambicionam também internacionalizar o projecto, nomeadamente para o mercado norte-americano e japonês.

 Fonte: Quero mais

Dia Nacional do Empresário

Celebra-se hoje o Dia Nacional do Empresário.

 

Os empresários criam valor e oportunidades de trabalho, contribuem de uma forma significativa para o desenvolvimento de um  país.

Vivemos uma época de promoção ao  empreendedorismo  na procura criativa de novas ideias para criar novas empresas e novos negócios. Penso ser possível que a curto prazo estejam reunidas condições únicas para a renovação e criação de um novo perfil de jovens empreendedores. As Câmaras Municipais começam a prestar um serviço inovador e de qualidade no apoio aos jovens na definição e desenvolvimento de projectos inovadores na criação do 1º negócio. As parcerias com as Escolas Secundárias e Universidades começam a surgir, instituindo-se dessa forma uma nova cultura empreendedora nos processos educativos dos jovens.

Neste dia, deixo aqui a minha singela homenagem a todos aqueles empresários que um dia tiveram a ambição de ser empreendedores, e que continuam a resistir honesta e estoicamente às dificuldades criadas por uma crise, gerando riqueza e emprego.

Ser empreendedor e EMPRESÁRIO  é assumir novas responsabilidades, coragem para assumir riscos, aceitar e abraçar a MUDANÇA.

 

Portal Europeu de Mobilidade Profissional

Se procura informação sobre oportunidades de emprego e formação na Europa, consulte o Portal EURES.

Clique na imagem para aceder ao Portal

EUROS -

Este portal  disponibiliza:

–  informações para candidatos a emprego;

–  informações para empregadores;

– ofertas de emprego em 31 países europeus;

– Curriculum vitae de candidatos interessados;

– o que deve saber sobre viver e trabalhar no estrangeiro.

… e outras informações disponíveis na rede EURES.

Portal do cidadão para reclamações – Livro de Reclamações

Site da Rede Temática de Informação Comum (RTIC) que disponibiliza informação útil sobre o Livro de Reclamações.

 Este  Livro de Reclamações inclui  informação útil sobre: 

  • como preencher  o livro correctamente;
  • a legislação aplicável;
  • quais os procedimentos a ter em conta;
  • aceder à informação sobre o tratamento dado às suas reclamações.

Aceda ao site clicando na imagem.

Feira do Empreendedor 2009

 – Dias 10, 11 e 12 de Dezembro –

Está de regresso a 12ª edição da Feira do Empreendedor à Alfândega do Porto, com o lema “Mudança Global & Sustentabilidade”. Neste certame, centenas de oportunidades de negócio, inúmeras possibilidades de networking e diversificadas formas de aprendizagem, consultoria e apoio esperam os 20 mil visitantes previstos, entre empresários, estudantes e jovens empreendedores de um modo geral.

O certame (Iniciativa da ANJE – Associação Nacional de Jovens Empresários, com o apoio do IEFP – Instituto de Emprego e Formação Profissional ), pretende constituir uma exposição multisectorial, permitindo a mais de 100 empresas a apresentação dos seus produtos e/ou serviços em stands individuais. A feira será organizada segundo a lógica espacial de uma cidade empresarial, em que quatro bairros temáticos – Oportunidades e Franchising; Criação e Gestão de Empresas; Futuro; Multisectorial – agrupam um conjunto de stands de empresas de áreas de actividade específicas e de entidades públicas e privadas com relevância para o exercício empresarial, a promoção do empreendedorismo, o apoio ao emprego e a qualificação profissional.

Uma das grandes novidades da Feira do Empreendedor 2009 será a Conferência Nacional de Empreendedorismo, uma iniciativa complementar ao certame onde se pretende desenvolver uma análise crítica do espírito empreendedor no nosso País. A iniciativa enquadra-se no projecto “Portugal Empreendedor”, promovido em parceria com a União das Associações Empresariais da Região Norte (UERN) e o Conselho Empresarial do Centro / Câmara de Comércio e Indústria do Centro (CEC/CIC).

Na Alfandega do Porto, a Feira do Empreendedor 2009 promoverá ainda um ciclo de 21 conferências práticas intitulado “O Essencial sobre Empreendedorismo, Inovação e Emprego” e quatro sessões práticas sobre como criar um negócio específico.

Fonte: Queromais

Feira virtual de emprego – Universia

Como principal novidade desta edição, destaca-se a presença da Feira Virtual na plataforma Second Life. Todas as empresas participantes, fazem parte deste mundo virtual e muito mais …

Para aceder á plataforma clique na imagem

Feira emprego Universia

Já  arrancou a 5ª. edição da Bolsa Virtual de Emprego Universia . A iniciativa leva para a Internet uma feira de emprego qualificado com cerca de 300 ofertas.
Esta feira de emprego visa ajudar quem está a sair da universidade a encontrar um primeiro emprego, sendo os recém-licenciados o principal público-alvo.
Nesta edição, serão disponibilizadas 300 ofertas de trabalho nos vários expositores do evento, pelos parceiros que se juntaram à iniciativa, entre empresas, associações e universidades.
Quem passar pela plataforma pode consultar as ofertas, deixar um currículo ou participar nos eventos de discussão que também compõem a agenda, que até ao próximo dia 6 de Dezembro anima mais esta edição da Bolsa Virtual Universia.
Fonte: Quero mais

 

O impacto dos media no crescimento dos negócios …

Como é que os media transformam a nossa forma de viver e de fazer negócios?

Este vídeo mostra vários casos, desde empresas de sucesso até à campanha de Barack Obama, que utilizaram os media,  a Internet e as redes sociais (Facebook, twitter… ) como estratégias de marketing eficazes, no crescimento dos seus negócios  e/ou na  promoção da sua imagem, por vezes a custo € 0.

 

Empreendedorismo Intergeracional

Programa “Empreendedorismo Intergeracional”

Este programa é promovido pela Associação Nacional de Jovens Empresários (ANJE), em parceria com o Fórum de Administradores de Empresas (FAE) e com o apoio da Egon Zehnder Internacional e da Jason Associates.
A conferência de apresentação deste projecto inovador, tem lugar no próximo dia 26 de Novembro, pelas 17h00, na sede nacional da ANJE, no Porto, tendo como mote: “Juntar a experiência que sobra à experiência que falta”.

 empreendedorismo-homens

O principal objectivo do programa “Empreendedorismo Intergeracional” é aproximar as gerações mais experientes e as gerações mais jovens, de modo a apoiar os empresários nascentes na constituição e no desenvolvimento dos seus negócios. No mundo dos negócios, o know-how de um empresário sénior é um dos mais importantes apoios para o novo empreendedor.
O “Empreendedorismo Intergeracional” visa interligar duas gerações. Por um lado, a dos executivos séniores que se encontram mais desocupados profissionalmente e que ambicionam ainda aplicar o seu know how, networking e poder de intervenção em beneficio da evolução do tecido empresarial. Por outro, a geração dos jovens empresários, necessitam dessa experiência e desse talento para vingar num mercado cada vez mais competitivo. A inovação jovem pode, deste modo, adquirir a força estratégica e diferenciadora e ser consolidada com a ajuda dos founding fathers do empresariado nacional.
Com este  projecto pretende-se por em prática actividades que visam evidenciar o valor acrescentado, para organizações, empresas e para o próprio mercado de trabalho, resultante da colaboração entre o empreendedorismo e inovação das gerações mais jovens e a experiência e talento das gerações séniores. O papel da ANJE e da FAE para este matching será fundamental, prevendo-se a angariação de talentos através das redes de contactos destas associações, mas também recorrendo a uma rede social a criar na Internet.
Através da mediação de executivos em fim de carreira, a estratégia de actuação do programa passará, então, por:
apoiar os jovens empresários na organização interna das suas empresas;
na preparação de dossiês e planos de negócios para negociação de   financiamentos;
– na optimização comercial dos seus projectos e, de um modo geral;
– na resolução de problemas comuns a todas as organizações.

Fonte: Quero Mais

Realidade Aumentada – O negócio do futuro

Deixo aqui um artigo muito interessante sobre Realidade Aumentada em português do Brasil retirado do site  BizRevolution: 

«Esse negócio de realidade aumentada é assustador e fascinante. As primeiras notícias sobre esse assunto datam dos anos sessenta. Agora, a computação está pronta para entregar essa tecnologia comercialmente. 

Tudo vai ser engolido. A lâmpada inventada por Thomas Edison será engolida por uma tecnologia capaz de criar luz digitalmente. A tinta da Suvinil usada para pintar o chão das ruas será substituida por uma luz digital que mostra digitalmente qual o melhor sinal para aparecer no chão das ruas no momento certo na hora certa. Nós teremos diferentes sinais na rua dependendo do movimento e da necessidade da comunidade

Eu falo hoje de Realidade Aumentada do ponto de vista empreendedor. Existe uma oportunidade no ar. RA é um novo negócio em um novo campo para quem é maluco o suficiente para pegar essa coisa desde o princípio e desbravar mercados.» 

Não deixe de ver estes pequenos vídeos…

O futuro das compras segundo a Cisco… 

A nova mecânica segundo a BMW…

O futuro do marketing e vendas …

Efeméride – centenário de Drucker

Peter Ferdinand Drucker (1909-2005) , o vienense que se transformou no guru dos gurus da gestão ao longo de 70 anos de vida nos Estados Unidos,  faria um século a 19 de Novembro, se fosse vivo.

Sempre modesto na sua postura, recusou o título de pai do management. Recusou encarar a Gestão como uma doutrina e muito menos como um catálogo de fastfood – na última entrevista que concedeu ao Expresso, já tinha 92 anos, sublinhou: “O management é uma prática, tal como a medicina e o direito”. Na sua visão, a Gestão é uma disciplina prática e humanista. É uma arte que se alimenta de ciências como a Economia, Psicologia, História, Matemática, Teoria Política e Filosofia.

Mas o maior “legado de Drucker está, porém, na sua capacidade de interpretar o presente e de perceber as suas implicações para o futuro. Drucker tinha a capacidade de vislumbrar as tendências que irão produzir mudanças na sociedade, na economia e nas empresas. A ele se deve o diagnóstico de descontinuidades como a ascensão dos fundos de pensões no capital das empresas cotadas ou a emergência dos trabalhadores do conhecimento. Foi o primeiro a alertar que os trabalhadores são os donos do activo (o conhecimento) mais precioso da sociedade actual que ele apelidou de pós-capitalista.”

Acima de tudo, tornou a Gestão uma disciplina séria e respeitada, e acessível a milhões de pessoas.

Nota:

A revista americana de gestão Harvard Business Review dedica-lhe a  capa da edição de Novembro.

Livro do dia :“As Regras da Gestão – Os códigos do Sucesso”

 As regras da gestão 

 

Livro: “As Regras da Gestão – O Código do Sucesso”

 Autor: Richard Templar

 Editorial Presença

 Colecção: Novos Gestores

 

 

 O autor do livro: “A Regras da Gestão – Os códigos do Sucesso”, afirma que há códigos e regras que trilham o caminho que o gestor deve fazer rumo ao sucesso.Experiente gestor e empreendedor, partilha regras, dicas e conselhos sobre o sucesso e os seus segredos.

Sinopse 

“Nos dias que correm, todos nós somos gestores. Na nossa vida pessoal e profissional, todos temos de saber dar a volta por cima, equacionar os recursos disponíveis, planear, supervisionar, dar o exemplo, orçamentar e executar. O que não é tarefa fácil, dado que esperam que assumamos uma infinidade de papéis em simultâneo, sempre com a promessa de êxito garantido. Por esse motivo, este livro pretende simplificar a sua vida e apresenta 100 regras de gestão simples, eficazes e fáceis de aplicar, que lhe fornecem conselhos, exemplos, dicas e pistas para o ajudar a estar sempre um passo à frente de todos – e fazê-lo sem comprometer tudo aquilo que valoriza na sua vida.”

 

O que é necessário para gerir uma empresa?

Competências básicas para a gestão de uma empresa

 

escritór

  • Gerir a nós mesmos: relação com os colaboradores e no trabalho em equipa;
  • Tomada de decisões: árvores de decisão, avaliação do risco, probabilidade de sucesso;
  • Formulação de estratégias: definição dos objectivos e a melhor forma de os alcançar;
  • Formação da equipa: aprendizagem ou actualização de conhecimentos, mais actividade e motivação;
  • Avaliação do mercado: antecipação do cenário económico envolvente;
  • Gestão financeira: controlo de toda a circulação de dinheiro e planeamento da prosperidade da empresa;
  • Gestão da distribuição: disponibilização de produtos e serviços no local e no momento certos;
  • Gestão temporal: definição de prioridades – importante vs. urgente;
  • Gestão de marketing: incremento do investimento e não da despesa como facto indutor de consumo e compra.

Fonte: Incubadora de empresas da UA

As melhores ideias de negócio…

“Forem estes os projectos vencedores do concurso de ideias de negócio Arrisca Coimbra ’09, hoje anunciados na cerimónia de atribuição de prémios que decorreu no Mosteiro de Santa Clara-a-Velha.

  1. Tecnologia de aquisição de dados geográficos (iNovmapping);
  2. Plataforma sem fios para obtenção imediata de toda a informação disponível sobre um qualquer assunto (BTCast);
  3. Projecto de desenvolvimento de novos fármacos anti-cancerígenos mais activos e menos tóxicos (LEAD);
  4. Dispositivo médico portátil para avaliação do sucesso da aplicação de um fármaco (BlueWorks);
  5. Plataforma tecnológica para produção de transportadores de agentes farmacológicos (Smart Medicines);
  6. Cadeia de desenvolvimento com recurso a software 3D para fabricação automatizada de objectos (Atelier da Fábrica).”

Fonte: CienciaPT.net

Pensamento do dia

[…] Assistimos, em Portugal, a uma vontade crescente de assumir riscos e encetar projectos empresariais próprios, até como forma de autonomia e realização pessoal. Mas estamos ainda longe de ter uma cultura empreendedora plenamente enraizada.

Há, por isso, que despertar essa atitude nos mais jovens, e, mais ainda, dar-lhes formação para que desenvolvam, desde cedo e ao longo da vida, as necessárias competências.

Temos que combater o conformismo e estimular a ousadia e a ambição, desenvolvendo, ao mesmo tempo, as capacidades de avaliação e controlo dos riscos. […]

 Mensagem do Presidente da República para a Sessão de Abertura da Semana Global do Empreendedorismo 2009 ( 16 de Novembro)
Fonte: Site da Presidência da República

Campo Europeu de Inovação e Criatividade

Inspirar jovens empresários para construir um futuro melhor

24-26 novembro, 2009 – Bruxelas

Basic CMYK

O Campo Europeu da Inovação e Criatividade é organizado por JA-YE Europe (Junior Achievement Young Enterprise Europe), em cooperação com a Comissão Europeia, Direcção-Geral de Educação e Cultura.

Este evento, insere-se nas actividades do Ano Europeu para a Criatividade e Inovação 2009. O objectivo é juntar jovens de toda a Europa e dar-lhes a possibilidade de aprenderem a criar e dar forma aos seus próprios projectos num curto espaço de tempo e num contexto de colaboração multinacional.
100 alunos na faixa etária de 15 a 19, de toda a Europa, vão se reunir em Bruxelas para um campo de 24-horas. Os alunos terão um desafio de resolver de uma maneira nova e original. Os alunos serão divididos em equipas multinacionais.
Durante o Campo Europeu de Inovação e Criatividade, os participantes, terão à sua disposição ferramentas e especialistas em diversas áreas, que os vão ajudar a tirar mais partido da sua criatividade e potencial inovador.
As seis equipas mais pontuadas, participam numa final de 2 horas, na sala de imprensa da Comissão Europeia, onde o Comissário Europeu para a Educação, Maroš Šefcovic, ajudará a escolher o projecto vencedor.

Mais informações, em: JA – YE EUROPE

Fonte: Quero Mais

Formar um empreendedor – Aprender a Empreender

A Associação Aprender a Empreender é a congénere Portuguesa da Junior Achievement a maior e mais antiga organização mundial educativa, sem fins lucrativos. Tem como objectivo desenvolver o espírito empreendedor,   gosto pelo risco, criatividade e inovação das próximas gerações.

A Aprender a Empreender inspira os jovens a triunfarem numa economia global, através de programas concebidos para crianças e jovens dos 6 aos 25 anos, do Ensino Básico, Secundário e Superior.

A criação urgente de uma política educacional permitirá, a médio prazo, a construção de uma cultura empreendedora nos jovens que permitirá ao país ter uma posição mais competitiva no panorama nacional e internacional.

A melhor maneira de formar um empreendedor, é proporcionar-lhe condições para que ele possa fazer as coisas acontecerem. Esta Associação está empenhada em levar às escolas, programas que desenvolvam nas crianças e jovens o gosto pelo empreendedorismo.

Consulte já este site!

 Empreenderhttp://www.japortugal.org/

Criação de NEGÓCIOS – Apoio aos empreendedores

Se tiver uma ideia em mente que  queira ver convertida  num negócio inovador, mas não tem meios para a concretizar pode encontrar no Programa FINICIA um bom aliado. Muitas são as empresas que já nasceram à conta do apoio fornecido por este projecto.

Finicia“O Programa FINICIA facilita o acesso ao financiamento à criação de empresas e às empresas de menor dimensão, que tradicionalmente apresentam maiores dificuldades na sua ligação ao mercado financeiro.

Através de uma rede de duas centenas de entidades, o Programa desenvolve:

  • Actividades de sensibilização para o empreendedorismo e divulgação das condições de apoio à transformação de ideias de negócio em projectos empresariais, e a empresas em fase de arranque;
  • Apoio à execução de planos de negócio  para ideias de negócio com carácter inovador;
  • Para projectos semi-estruturados com carácter inovador, o IAPMEI disponibiliza recursos para a execução de Planos de Negócio. Para submeter uma candidatura a um Plano de Negócios, pode fazê-lo através da BIM – Bolsa de Ideias e de Meios online ou através de um parceiro que integre uma das Plataformas FINICIA.”

Fonte: Site IAPMEI/FINICIA

Novo jornal online – Diário2

Diário2, mais um projecto que nasce  e que pretende preencher um espaço omisso no jornalismo luso: tratar o que se passa no universo web. 

 Diário 2       Não deixe  para amanhã a consulta deste novo jornal online.

Livro do dia – Coaching para executivos

coaching para executivosComo podem as empresas promover o desenvolvimento dos seus líderes?

O coaching é uma das possíveis respostas: um coach coloca-se ao serviço do seu cliente para que este aprenda e desenvolva o seu potencial, especialmente mediante o aproveitamento das situações naturais do trabalho quotidiano.

Um coach não comanda – apoia. Um coach não repreende, comunica com o seu cliente e  protege-o de modo a que  aprenda com os erros. Um coach não define caminhos ajuda o seu cliente a escolhê-los. É neste quadro que se insere este livro.

O autor explica o que é o coaching, os seus objectivos, as práticas que o podem tornar mais útil e eficaz, as dificuldades que o atravessam. O enfoque assenta num objectivo “estratégico” mais amplo: formar líderes para as organizações que se debatem com desafios permanentes de mudança.

A sua leitura é particularmente recomendada para três tipos de pessoas:

 (1) os profissionais que pretendem melhorar as suas competências de coaching;

(2) as pessoas que pretendem desenvolver as suas próprias capacidades de liderança;

(3) os responsáveis organizacionais que almejam implementar programas de coaching e de desenvolvimento de liderança nas suas organizações.

 

Para consultar o livro em formato ebook: Coaching para executivos

Para comprar o livro consulte: Escolar Editora

Business Coaching

competencias

A qualidade de vida é determinada pela qualidade da decisão que se toma, que é determinada pela qualidade das perguntas que se fazem, que é determinada pela qualidade da educação que se tem.”

Brad Sugars, o fundador da Action International Business Coaching

 O que é o coaching?

O termo coaching é mais uma buzzword criada recentemente na área da gestão / liderança e representa as actuações do líder voltadas para o ajudar os seus subordinados a trilharem o seu próprio caminho de autodesenvolvimento.

Não é ao líder que compete descobrir o que é melhor para os subordinados – cada um deles é que terá que descobrir o seu melhor caminho. Ao líder apenas compete ajudar cada subordinado a descobrir a forma de expressar melhor os seus talentos.

O coaching é visto como  uma filosofia de liderança que assenta no principio de que a aquisição e o desenvolvimento competências são processos contínuos e da responsabilidade de todos, e não apenas episódios isolados e limitados no tempo e impulsionados pelas chefias.

Na prática, o coach ajuda o seu colaborador a aprender, a descobrir as áreas de maior potencial de desenvolvimento, a desenvolver a sua inteligência emocional, a fazer opções, a definir os seus próprios objectivos, a analisar os seus próprios erros, bem como as suas causas e as formas de os corrigir, faculta-lhe informações e pistas que lhe permitam tomar opções e efectuar decisões: sucintamente, o coach coloca-se ao serviço do seu subordinado – não o controla.

 O que é um Business coaching?

Tal como nos desportos, o coach (treinador) actua encorajando e motivando o seu cliente, procurando transmitir-lhe capacidades ou técnicas que melhorem as suas capacidades, visando a satisfação de objectivos definidos por ambos.

O trabalho inicia-se normalmente pela definição dos objectivos do cliente, que podem abranger áreas tão diversas como:

  1. a gestão do tempo;
  2. o relacionamento interpessoal;
  3. o trabalho em equipa;
  4. a motivação de equipas e outras.

O coach avalia as forças e fraquezas do seu cliente, face aos objectivos e ao meio em que este actua, e define um plano que permita alcançar os resultados desejados.

A necessidade do business coaching surge precisamente das dificuldades dos empresários em gerir o próprio negócio e incide na necessidade de melhorar a sua performance e alcançar objectivos. O empresário apresenta a sua empresa ao coach, revela os seus objectivos, o seu volume de vendas, as ferramentas de marketing usadas, os meios de gestão financeira e tudo o que possa ser importante para elaborar o plano de acção. Em conjunto, definem estratégias para, de alguma forma, fazer a diferença, tornar a empresa única.

O business coach ajuda o empresário a concentrar-se no seu negócio, definindo prioridades, de forma a rentabilizar o tempo que passa a trabalhar. Pode ainda fazer parte do plano o recrutamento de membros para a equipa ou a formação do grupo existente, bem como o desenho modelos e peças de marketing e publicidade.

O business coach faz e ensina a fazer, de forma a que o empresário consiga produzir mais, trabalhando menos horas, rentabilizando meios e maximizando recursos e tempo, potenciando a geração para de riqueza e a criação de novos negócios.

O Coaching pode ser Individual quando é feito com um único empreendedor e pretende alinhar os objectivos do empresário com o funcionamento da empresa, para que os resultados e o próprio negócio correspondam às suas expectativas. Pode ser realizado Coaching de Grupo, quando os vários empresários trocam experiências e conhecimentos que os ajudam a reflectir no seu próprio modelo de gestão e de negócio, minorando e eliminando as suas ineficácias.

 Para saber mais consulte: Action Coaching

Fonte: Incubadora de Empresas da Universidade de Aveiro